1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

Nas décadas de 1980 e 1990, as campanhas antipele atingiram seu auge e conquistaram notoriedade por meio das mídias tradicionais com a participação de inúmeras celebridades ligadas às indústrias do entretenimento e da moda, especialmente de um tipo particular (mulher e jovem) (EMBERLEY, 1997; NADEAU, 2011). Nos anos 2000, as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) ampliaram as possibilidades de arranjos e de manifestações sociais como instrumentos de pressão, tanto nas esferas pública e privada, entre os mais diversos grupos e causas, incluindo a dos direitos dos animais. Desde então, iniciativas de boicote às marcas e às empresas envolvidas na produção e no comércio global das roupas de peles de animais tornaram-se o principal foco das campanhas antipele no Brasil e no exterior. Essas, empreendidas nos ambientes virtuais na Internet e para além desses, estão orientadas, sobretudo, pelas noções de sofrimento e de crueldade animal e, nos últimos anos, de consumo sustentável ou ético. Assim, esta dissertação analisa, por meio de uma etnografia em escala awkward (COMAROFF; COMAROFF, 2003), o jogo de forças constituído na tensão entre as diferentes noções de pele e couro, sofrimento e crueldade animal e consumo sustentável nos fluxos comunicacionais surgidos com as campanhas Boicote Arezzo (#boicotearezzo), Blogueira Sangrenta (#blogueirasangrenta) e Sexta Feira Mundial Sem Pele (Worldwide Fur-Free Friday – WFFF), ocorridas no Brasil em 2011 e 2012. O debate em torno do uso de peles instaurado a partir das controvérsias envolvendo essas três campanhas evidencia: (i) como as manifestações individuais ou coletivas realizadas em ambientes virtuais têm interferido nas pautas de consumo envolvendo a pluralidade ética em relação aos animais não humanos e aos estilos de vida contemporâneos e (ii) de que maneira os episódios se relacionam frente às respostas do Estado Brasileiro, como o Projeto de Lei nº 684/2011 em tramitação no Congresso Nacional – adendo à Lei de Crimes Ambientais – que proíbe o uso de peles em eventos de moda e promove campanhas de conscientização nas escolas brasileiras contra o uso de peles.

Pertenece a

Lume, repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)  

Autor(es)

Borges, Priscila Rodrigues - 

Id.: 70109062

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Tipo:  application/pdf - 

Palabras claveEtnografia - 

Tipo de recurso: Dissertação  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: Open Access

Formatos:  application/pdf - 

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 20-oct-2017

Contacto:

Localización:
* 001048589

Otros recursos que te pueden interesar

  1. Corporalidades en el gimnasio: un abordaje etnográfico sobre juventudes, fierros y estilo de vida saludable In this work wetry to reflect on how young people re-signify their bodies through train...
  2. El desarrollo como temporalidad. Discontinuidades y rítmicas culturales This paper aims to think over the scientific and technological conceptualization of “development” fr...
  3. O pesquisador como um “marinheiro de primeira viagem”: relatos de uma pesquisa de inspiração antropológica na administração This work aims to show the first experience with an anthropologically inspired research of PhD stude...
  4. La antropología al servicio del marketing Este artículo tiene el objetivo de dar cuenta del tipo de trabajo,las condiciones laborales y el pap...
  5. Más allá de la descripción, más acá del dualismo: efectos cruciales de un recorrido entre países, investigaciones y disciplinas

Otros recursos de la mismacolección

  1. A terapia assistida por animais como uma forma de associação : um estudo antropológico sobre a relação humano-animais na promoção da saúde humana, no Brasil Este trabalho trata de estudo acerca da relação contemporânea entre humanos e animais no contexto da...
  2. Negociando el multiculturalismo : dinámicas sociopolíticas del reconocimiento a los afrocolombianos Esta tesis trata sobre las negociaciones por la inclusión de los afrocolombianos al multiculturalism...
  3. Corpo(u)s de história e províncias de relações empáticas : uma etnografia de corpos de direitos recusados em Moçambique As mulheres têm sido retratadas como inertes, sem vida e despojadas de seus lugares de sujeitos-hist...
  4. Etnografia da crise e da duração ferroviária em Pelotas/RS : um estudo antropológico de memória coletiva Esta é uma pesquisa antropológica sobre a memória coletiva do trabalho ferroviário, realizada na cid...
  5. “É pelo corpo que se reconhece a verdadeira negra?” : uma análise antropológica sobre a corporalidade negra feminina na cidade de Porto Alegre Nesta dissertação, resultado de um trabalho de pesquisa, busquei compreender de que maneira produtos...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.