Saturday, April 19, 2014

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía


Efeito da variabilidade da precipitação pluvial e do uso e manejo do solo sobre o escoamento superficial e o aporte de sedimento de uma bacia hidrográfica do Distrito Federal

1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario
    registrado en Universia

  Descargar recurso

Detalles del recurso

Pertenece a: RIUnB Repositório Institucional da Universidade de Brasília  

Descripción: O objetivo do presente trabalho foi avaliar o efeito da variabilidade da precipitação sobre o escoamento direto e sobre o aporte de sedimento na bacia do rio Pipiripau (A = 235 km2), no Distrito Federal. Cinco anos típicos da série de precipitação foram selecionados: o ano mais úmido, o ano mais seco, o ano médio e dois anos que representaram os desvios-padrão da série (médio-seco e médio-úmido). Depois de o modelo ser calibrado com dados diários de chuva e vazão da bacia, simulações foram realizadas para cada evento chuvoso de cada um dos cinco anos selecionados da série, e o escoamento direto e o aporte de sedimento da bacia foram calculados com a MUSLE em três diferentes cenários de uso e manejo do solo: o cenário atual, onde predomina o preparo convencional do solo (PC) nas áreas de agricultura da bacia; o passado recente, em que predominava o Cerrado nativo (CER); e o cenário de plantio direto (PD), nas áreas de agricultura da bacia. Apesar de as vazões médias anuais observadas terem apresentado relação linear com os volumes de precipitação pluvial anual, em todos os cenários, o escoamento direto e o aporte de sedimento apresentaram aumento exponencial com o aumento da precipitação pluvial anual, sendo esse mais pronunciado na condição de preparo convencional (PC) do que nos outros cenários estudados (CER e PD). O aumento observado pode ser explicado pela não-linearidade do modelo MUSLE ao volume de precipitação e ao volume de escoamento. ______________________________________________________________________________ ABSTRACT

Autor(es): Chaves, Henrique Marinho Leite -  Piau, Leonardo Peres - 

Id.: 55259203

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Palabras claveMudanças climáticas - 

Tipo de recurso: Article  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: Open Access

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 24-ago-2012

Contacto:

Localización:
* CHAVES, Henrique Marinho Leite; PIAU, Leonardo Peres. Efeito da variabilidade da precipitação pluvial e do uso e manejo do solo sobre o escoamento superficial e o aporte de sedimento de uma bacia hidrográfica do Distrito Federal. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 32, n. 1, p. 333-343, jan./fev. 2008. Disponível em: . Acesso em: 03 maio. 2012.


Otros recursos del mismo autor(es)

  1. Ocupação do solo, fragmentação da paisagem e qualidade da água em uma pequena bacia hidrográfica A intensidade de uso e ocupação do solo e a fragmentação da paisagem, estimadas através de técnicas ...
  2. Zoneamento agroecológico e florestas deciduais na Bacia do Rio Paranã O presente trabalho avalia as recomendações do Zoneamento Agroecológico da Região Nordeste de Goiás ...
  3. Incertezas na predição da erosão com a usle : impactos e mitigação Apesar de haver significativa variabilidade espacial e temporal nas variáveis de modelos de predição...
  4. Estimativa do abatimento de erosão aportado por um sistema agrossilvipastoril e sua contribuição econômica A erosão do solo gera grandes prejuízos para o meio ambiente e para a sociedade, devido à perda de á...
  5. Calibração e validação da equação universal deperda de solos modificada (musle) utilizandodados hidrossedimentológicos locais Modelos hidrossedimentológicos são úteis na análise ambiental de bacias hidrográficas não monitorada...

Otros recursos de la misma colección

  1. Contribuição da legislação florestal Francesa para a legislação florestal Brasileira O Brasil possui um patrimônio florestal bastante rico, representado por diferentes formações vegetai...
  2. Regeneração pós-fogo em um fragmento de floresta estacional semidecidual no município de Viçosa, MG Estudou-se a vegetação colonizadora seis meses após perturbação por fogo, em uma área do Campus da U...
  3. Parâmetros dendrométricos e correlações com propriedades tecnológicas em um híbrido clonal de Eucalyptus rophylla x Eucalyptus grandis A qualidade da madeira aparentemente está associada às características dendrométricas, que por sua v...
  4. A estrutura do sub-bosque de povoamentos homogêneos de Mimosa scabrella Bentham, em área minerada, em Poços de Caldas, MG Foi realizado um inventário florístico-estrutural da regeneração natural de espécies arbustivo-arbór...
  5. Dinâmica da estrutura fitossociológica da regeneração natural em sub-bosque de Mimosa scabrella Bentham em área minerada, em Poços de Caldas, MG A área do Retiro-Branco, de propriedade da Companhia Geral de Minas, subsidiária da ALCOA Alumínio S...

Valoración de los usuarios

No hay ninguna valoración para este recurso.Sea el primero en valorar este recurso.
 

Busque un recurso