1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

Devido à escassez de instrumentos de medição de onda bem como a grande dificuldade e os altos custos de coleta em regiões oceânicas, a modelagem numérica tem se tornado uma ferramenta bastante útil no estudo de comportamento de ondas costeiras e de oceano profundo. No presente trabalho foi utilizado um modelo numérico global (WAM) para obtenção de dados (modelados) de onda no Oceano Atlântico Sul entre junho de 2006 e julho de 2007. Foram aplicadas as análises EOF e SVD para agrupar as ondas em modos principais de variabilidade espaço-temporais. Em ambas as análises foram obtidos quatro modos principais de variabilidade de todas as variáveis analisadas, sendo que a maior correlação encontrada foi entre o swell e o período de pico. Os padrões espaciais mostraram a contribuição do swell oriundo dos oceanos Pacífico e Índico se propagando no Oceano Atlântico Sul. Foi observado, também, fortes relações entre a variabilidade das ondas e as variáveis atmosféricas de pressão e vento a 10 m de altura. Posteriormente, foi utilizado o mesmo modelo para geração dos espectros de onda durante um estudo de caso de um ciclone extratropical intenso no Oceano Atlântico Sul. Foram selecionados pontos no centro e na periferia do ciclone ao longo da sua trajetória a fim de investigar a presença de interação não linear onda-onda (ressonância) e três pontos offshore à Praia do Cassino com o intuito de estimar a contribuição de energia oriunda do ciclone. A máxima energia espectral no centro do ciclone ocorreu às 21h do dia 01 de setembro e na região offshore à Praia do Cassino o pico ocorreu nas 48 h seguintes. Na maioria dos espectros a densidade espectral foi maior à esquerda do ciclone o que torna válida a hipótese de ocorrência de ressonância nessa região. Assumindo esse evento como extremo em uma escala anual, é possível concluir que um evento de ciclone extratropical de mesma magnitude venha contribuir com mais de 70% da sua energia nos espectros de onda ao largo da costa do Rio Grande do Sul.

Pertenece a

Lume, repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)  

Autor(es)

Parise, Cláudia Klose - 

Id.: 57117719

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Tipo:  application/pdf - 

Palabras claveGeologia marinha - 

Tipo de recurso: Dissertação  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: Open Access

Formatos:  application/pdf - 

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 17-nov-2017

Contacto:

Localización:
* 000742785

Otros recursos de la mismacolección

  1. Metropolização, industrialização e urbanização: o processo de configuração espacial de Esteio / RS De forma quase unânime ao longo do tempo, nas caracterizações a respeito de Esteio – tenham elas sid...
  2. Análise da existência de gestão costeira integrada no município de Imbé-RS-Brasil Esta dissertação faz uma análise da situação atual da legislação sobre áreas costeiras do Rio Grande...
  3. Dinâmica espacial entre paisagem rural e urbana, no entorno da BR 448 – Rodovia do Parque – RMPA/Canoas-RS Na pesquisa apresentada neste trabalho buscaremos apontar os diferentes aspectos possíveis da dinâmi...
  4. O território da viticultura orgânica no território da vitivinicultura da “Serra Gaúcha”: o caso dos viticultores de Cotiporã -RS Vinício Luís Pierozan A uva é a principal fruta cultivada no sistema orgânico no estado do Rio Grande do Sul, tendo sua pr...
  5. Centralidade da Avenida Assis Brasil: um estudo sobre a espacialização técnica ao longo do tempo na construção do espaço urbano A Avenida Assis Brasil, na zona norte de Porto Alegre, é uma importante centralidade para a metrópol...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.