1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

A hérnia perineal resulta da incapacidade do diafragma pélvico em sustentar a parede retal, havendo projeção do conteúdo pélvico e/ou abdominal entre a musculatura perineal e o reto. Os cães machos não castrados e com idade média de 10 anos são os mais acometidos, sendo raro em fêmeas. Os principais sinais clínicos são tumefação uni ou bilateral da região perineal, associado ou não a tenesmo, disúria e dor durante a defecação. O diagnóstico é obtido através do histórico e exame clínico, sendo raramente necessária a utilização de exames de imagem para confirmação do quadro, porém o exame ultrassonográfico é de grande valia na constatação do conteúdo herniado. O tratamento clínico pode ser feito em alguns casos, mas para dissolução do problema é necessária intervenção cirúrgica, a qual tem apresentado diversas complicações pós-operatórias e recidivas em até 50% dos casos. Pretende-se com este trabalho rever os fatores relacionados com a etiopatogenia, bem como as complicações pós-operatórias e recidivas, levando em consideração a técnica de herniorrafia empregada em cada caso. Foi realizado um estudo retrospectivo dos casos de hérnia perineal em cães atendidos no Hospital de Clínicas Veterinárias da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (HCV-UFRGS), durante o período de janeiro de 2012 a janeiro de 2017. A ênfase foi dada às técnicas de herniorrafia utilizadas e a ocorrência de complicações pósoperatórias e recidivas do quadro herniário. Foram selecionados 129 procedimentos cirúrgicos de correção de hérnia perineal, realizados em 104 cães. Entre os animais envolvidos no estudo a grande maioria eram machos (103/104) sexualmente intactos (88/104) e com idade superior a 10 anos (64/104). Os cães mais afetados foram os sem raça definida (47,12 %), seguido pelos da raça Poodle (10,58 %) e Maltês (5,77 %). Em relação ao lado acometido, 28 % apresentavam a hérnia do lado esquerdo, 54 % do lado direito e 18 % tinham acometimento bilateral. A técnica de herniorrafia mais comumente utilizada foi a tradicional (87,6 %), seguida pela combinação da técnica tradicional com o uso de tela de polipropileno (6,2 %). A maior parte dos procedimentos foi realizada por cirurgiões residentes (84 %), enquanto 16 % das herniorrafias perineais foram efetuadas por cirurgiões experientes. Entre as complicações ocorridas no pós-operatório as mais frequentes foram tenesmo (16,3 %) e deiscência de sutura (7,8 %). O índice de recidivas foi de 14 %, acometendo 8,7 % dos animais analisados neste estudo.

Pertenece a

Lume, repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)  

Autor(es)

Conci, Franciele Käfer - 

Id.: 70478047

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Tipo:  application/pdf - 

Palabras claveCirurgia veterinaria  -  Caes - 

Tipo de recurso: Trabalho de conclusão de graduação  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: Open Access

Formatos:  application/pdf - 

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 25-nov-2017

Contacto:

Localización:
* 001050806

Otros recursos que te pueden interesar

  1. Geochemistry on rocks from the eastern Weddell Sea Petrographie and geochemical investigations on ice-rafted debris along the continental margin of the...
  2. O processo cognitivo na espécie canina As pesquisas em comportamento animal vêm crescendo muito nos últimos anos e os cães são uma das prin...
  3. Estudo da via auditiva em cães beagles por meio de potenciais auditivos de tronco encefálico O teste de potencial auditivo de tronco encefálico (PEATE) permite captar e registrar as atividades ...
  4. Cães Militares e as suas vantagens Este Trabalho de Investigação Aplicada que começou pelo gosto do autor por cães, tem como tema os,...
  5. Cães Detetores de Vida Selvagem. Utilidade e eficácia no combate ao tráfico de espécies protegidas O tráfico de espécies protegidas representa nos dias de hoje o terceiro maior comércio i...

Otros recursos de la mismacolección

  1. Doença do disco intervertebral cervical e toracolombar em pequenos animais A Doença do Disco Intervertebral é uma afecção neurológica comum em cães e rara em gatos. É a maior ...
  2. O processo cognitivo na espécie canina As pesquisas em comportamento animal vêm crescendo muito nos últimos anos e os cães são uma das prin...
  3. Revisão bibliográfica do ECG e suas alterações O coração é um órgão muscular oco com quatro câmaras, responsável pela entrega de sangue aos tecidos...
  4. Diagnóstico e tratamento de cisto subcondral em côndilo medial do fêmur de equinos Os cistos subcondrais do côndilo medial do fêmur de eqüinos possuem etiologia multifatorial, normalm...
  5. Malformações vertebrais caninas Malformações vertebrais congênitas são alterações caracterizadas pela presença de vértebras de morfo...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.