1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

A educação inclusiva é um dos objetivos de todos os sistemas educativos das sociedades democráticas, proporcionando igualdade de oportunidades a todas as crianças. Para tal é necessário flexibilizar/adaptar o currículo para responder adequadamente às crianças com Necessidades Educativas Especiais (NEE). As Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar (OCEPE) apresentam-se como um conjunto de princípios para apoiar o educador nas decisões sobre a sua prática e constituem-se como uma referência comum em relação à componente educativa para todos os educadores da rede nacional. Tornam-se, assim, um apoio importante para os educadores, contribuindo para a inclusão de todas as crianças e não apenas de algumas no processo educativo regular. A inclusão das crianças com NEE tem vindo a equacionar grandes perspetivas ao nível internacional e no âmbito nacional, através do Decreto-Lei 3/2008, foram definidos os objetivos da Educação Especial (EE): inclusão educativa e social; acesso e sucesso educativos; preparação para a vida pós-escolar ou profissional; promoção da igualdade de oportunidades. Visto a questão de a inclusão ser um tema fulcral do ponto de vista da igualdade e da coesão social, pretendemos, por isso, conhecer a realidade das práticas de alguns profissionais da Educação Pré-Escolar em ação, dado que as crianças com NEE têm direito de serem incluídas no ensino regular. O objetivo centra-se em analisar se as Educadoras de Infância (EI) do ensino regular, flexibilizam/adaptam nos seus Projetos Curriculares de Grupo (PCG) os conteúdos, os objetivos, as estratégias/metodologias e os recursos, tendo em conta as NEE. Este estudo insere-se no âmbito dos métodos qualitativos descritivos, concretamente num estudo de caso, na medida em que o entrevistador, investiga as características de uma unidade individual, que neste caso são as EI, permitindo proporcionar uma melhor compreensão de um caso específico. Os instrumentos/técnicas de recolha de dados são a análise documental dos PCG e a entrevista semi-estruturada às EI e os dados foram tratados de acordo com a análise de conteúdo tendo em conta a definição das categorias, das unidades de significado, unidades de registo e de contextos. Das 15 instituições de Educação Pré-Escolar da rede pública/privada existentes na cidade de Castelo Branco apenas 2 se disponibilizaram para participar nesta investigação. As 4 Educadoras participantes exercem funções educativas em grupos de crianças que têm incluídas crianças com NEE: duas num jardim-de-infância da rede pública e duas na rede privada. Concluímos que da análise aos PCG, que em alguns casos, a articulação entre estes e os normativos coincide, mas os conteúdos, as estratégias/metodologias e os objetivos são selecionados nos PCG para o grupo sem mencionar especificamente as crianças com NEE. No entanto através das entrevistas, as EI referiram sempre a flexibilização/adaptação dos conteúdos, estratégias/metodologias e objetivos no dia-a-dia, consoante as NEE da criança, tendo em conta as suas capacidades e interesses. No que respeita aos recursos humanos, constata-se a falta de recursos humanos, tanto na análise aos PCG como às entrevistas, daí a dificuldade de gestão e organização do trabalho educativo.

Pertenece a

Repositório do Instituto Politénico de Castelo Branco  

Autor(es)

Mesquita, Helena -  Serrano, João -  Petrica, João -  Batista, Marco -  Honório, Samuel -  Rodrigues, Ana Maria - 

Id.: 69951993

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Palabras claveEducação Especial - 

Tipo de recurso: conferenceObject  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: openAccess

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 23-sep-2017

Contacto:

Localización:
* MESQUITA, Helena [et al.] (2017) - Flexibilização de projetos curriculares de grupo: um estudo em jardins-de-infância com crianças com necessidades educativas especiais. In V Congresso Internacional – Educação, Inclusão e Inovação. Lisboa, 6-8 de julho.

Otros recursos del mismo autor(es)

  1. Diferenças em função do género das formas de motivação autodeterminada de atletas veteranos O objetivo foi analisar as diferenças, em função do género, das formas da motivação autodeterminada ...
  2. Adaptation and validation of the portuguese version of the healthy life styles questionnaire The aim of this study was the adaptation and validation of Healthy Lifestyle Questionnaire (EVS), of...
  3. Self-determined motivation and life satisfaction in portuguese veterans athletes The aims of this work were to determine correlations and predictive variables, between the levels of...
  4. Academic performance evaluation depending of the oriented exercise volume and body coordination quocient on 1st cycle children Este estudo tem como objetivo analisar se o nível de coordenação motora tem efeitos positivos sobre ...
  5. Selfdetermination and life satisfaction: an exploratory study with veteran judo athletes The Theory of Self‐determination (Deci & Ryan, 2002) is based on a motivational domain and leads to ...

Otros recursos de la mismacolección

  1. Política de educação inclusiva portuguesa : perceção dos alunos do 10º ano de escolaridade em relação aos seus pares deficientes Pretendemos abordar a política de inclusão dos alunos de necessidades educativas especiais (NEE) na ...
  2. Utilização de recurso digital (Internet) e utilização de recurso analógico (manual escolar) no 1º CEB : um estudo comparativo na prática de ensino supervisionada A investigação implementada teve como base uma questão-problema que pretendeu verificar quais as imp...
  3. O Podcast : ferramenta digital em contexto educativo no 1ºCEB A utilização das TIC tem vindo a aumentar significativamente na atual «Sociedade de Informação», o q...
  4. Envelhecimento e competências digitais : um estudo em populações 50+ Este estudo investiga os fatores socioculturais que influenciam a aprendizagem das Tecnologias de In...
  5. Diferenças em função do género das formas de motivação autodeterminada de atletas veteranos O objetivo foi analisar as diferenças, em função do género, das formas da motivação autodeterminada ...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.