1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

O HFF, EPE acredita e defende o aleitamento materno exclusivo como a forma mais saudável de alimentar as crianças até aos 6 meses e complementado com outro alimento até aos 2 anos ou mais. Para isso tem definidas estratégias para promover, proteger e apoiar a amamentação. Algumas das estratégias são: •Desenvolvimento de actividades para a capacitação da mulher/casal para a prática da amamentação. Salientamos, os cursos de Preparação para a Parentalidade, as sessões de Educação para a Saúde, o projecto de Visita à Maternidade das utentes da Consulta e dos ACES, entre outros; •Promoção do contato pele-a-pele, amamentação na primeira hora de vida e a não utilização da chucha. Foi eliminada a aquisição de chuchas pelo Serviço Obstetrícia (2010) e UCIEN (2013); (aquisição de copos de alimentação; controlo e registo do consumo de monodoses); •Definição das situações de administração de leite artificial ao Recém-nascido; •Avaliação periódica de Indicadores de Qualidade da prática do Aleitamento Materno -são analisados mensalmente em reunião da comissão da Iniciativa Hospital Amigo dos Bebes. Numa otica de melhoria contínua, temos como objectivo: Monitorizar indicadores e implementar acções com vista ao sucesso do Aleitamento Materno, utilizando os Sistemas e Tecnologias de Informação. É hoje reconhecida, a importância dos Sistemas e Tecnologias de Informação para a decisão, qualidade e segurança dos cuidados de saúde prestados e o seu contributo para desenvolvimento dos cuidados de enfermagem. Assim, em 2012 foi informatizado o processo clinico da puérpera e do recém-nascido, através do programa informático SOARIAN respondendo à necessidade de obter fonte de dados eficaz e orientada para os resultados. Em 2013, definimos indicadores de qualidade na área do aleitamento materno. Os dados em análise foram recolhidos no período de Janeiro a Junho de 2013. Salienta-se o facto de que alguns registos foram sofrendo melhorias de acordo com a perceção dos utilizadores e necessidade em alcançar melhores resultados. Analisando os dados mensalmente constatamos: •Aumento do contacto pele a pele, tendo atingido em Junho os 87,2%. A percentagem reduzida obtida em Janeiro não traduz a realidade, mas sim o início da recolha de dados e a introdução de melhorias ao nível dos registos; •A amamentação na primeira hora de vida oscila entre os 73,1% e os 80,1%. Temos uma subida até Março e um decréscimo em Abril e Maio. As razões prendem-se com as características da nossa população. Um grande número de gravidezes não ou mal vigiadas, sem serologias do 2º e/ou 3º trimestre, associadas às mãe com HIV e a prematuridade. Podemos no entanto afirmar que a nossa taxa de amamentação na 1ª hora de vida é boa - 63,05%. Contudo podemos e queremos melhorar; •A diminuição da utilização da chucha é uma realidade – Apesar do pico, não muito significativo em Fevereiro e Abril, verifica-se uma descida, desde Abril, sendo esta significativa no Mês de Junho, com a percentagem de 22,3%. (de 31,5% em Janeiro passa para 23,3% em Junho); •Aumento da percentagem de RN como aleitamento materno exclusivo à saída da Maternidade. Os valores ainda não são os ideais. Estes correspondem a uma taxa média de 68,4% no 1º semestre. Mas, estamos a aumentar esta taxa e estamos convictos de que vamos conseguir atingir o nível ideal. Para nos ajudar a atingir o ideal, consideramos importante Identificar os motivos de administração de LA e que estão representados no poster. Por opção da mãe é o motivo mais registado, seguido do motivo outro e prescrição médica. Estes 3 aspetos revelam-se um grande campo de acção e de investimento pelo que continuamente estamos a trabalhar quer junto dos profissionais, da mãe, da família no sentido de aumentar a amamentação dos nossos RN. Os dados analisados mostram, que as atividades que desenvolvemos estão a contribuir para aumentar o sucesso do Aleitamento Materno, área onde continuamos a investir, trabalhando junto da equipa de saúde e das utentes, bem como a solicitar melhorias ao nível do sistema informático, nomeadamente dos registos. A utilização das Tecnologias da Informação em Saúde favorecem assim, o desenvolvimento da qualidade dos cuidados prestados, pela visão mais próxima da realidade, permitindo realizar planos de ação com maior eficácia. Em todos os parâmetros tem vindo a ser trabalhado o sistema informático de registo para que as informações recolhidas sejam cada vez mais fidedignas. A IHAB tem como principal objectivo melhorar a prestação de cuidados a mães e bebés. Os profissionais contribuem individualmente para atingir a excelência nos cuidados prestados.

Pertenece a

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca  

Autor(es)

Sousa, A -  Fidalgo, F -  Lourido, M -  Nolasco, V - 

Id.: 57858133

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Palabras claveAleitamento materno - 

Tipo de recurso: conferenceObject  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: openAccess

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 18-dic-2013

Contacto:

Localización:
* CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO ALEITAMENTO MATERNO, Lisboa, 4 de Outubro de 2013

Otros recursos del mismo autor(es)

  1. Um estudo de caso do planejamento estratégico do IFB The purpose of this article is to identify and characterize the initial stage of the IFB strategic p...
  2. Confecção de modelo neuroanatômico funcional como alternativa de ensino e aprendizagem para a disciplina de neuroanatomia The neuroanatomy, discipline that studies the structures that make up the nervous system, is complex...
  3. Um convite ao retorno: relevâncias no histórico da EJA no Brasil O objetivo do presente artigo é apresentar alguns importantes direcionamentos político-pedagógicos q...
  4. As memórias de Santiago: do património aos itinerários dos peregrinos O Caminho de Santiago é perspetivado como meio de preservação das memórias de Santiago na Península ...
  5. International macroeconomic interdependence and imports of oil in a small open economy To the extent that oil imports may be relevant to the international dimension of policy, we study th...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.