1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

O HFF, EPE acredita e defende o aleitamento materno exclusivo como a forma mais saudável de alimentar as crianças até aos 6 meses e complementado com outro alimento até aos 2 anos ou mais. Para isso tem definidas estratégias para promover, proteger e apoiar a amamentação. Algumas das estratégias são: •Desenvolvimento de actividades para a capacitação da mulher/casal para a prática da amamentação. Salientamos, os cursos de Preparação para a Parentalidade, as sessões de Educação para a Saúde, o projecto de Visita à Maternidade das utentes da Consulta e dos ACES, entre outros; •Promoção do contato pele-a-pele, amamentação na primeira hora de vida e a não utilização da chucha. Foi eliminada a aquisição de chuchas pelo Serviço Obstetrícia (2010) e UCIEN (2013); (aquisição de copos de alimentação; controlo e registo do consumo de monodoses); •Definição das situações de administração de leite artificial ao Recém-nascido; •Avaliação periódica de Indicadores de Qualidade da prática do Aleitamento Materno -são analisados mensalmente em reunião da comissão da Iniciativa Hospital Amigo dos Bebes. Numa otica de melhoria contínua, temos como objectivo: Monitorizar indicadores e implementar acções com vista ao sucesso do Aleitamento Materno, utilizando os Sistemas e Tecnologias de Informação. É hoje reconhecida, a importância dos Sistemas e Tecnologias de Informação para a decisão, qualidade e segurança dos cuidados de saúde prestados e o seu contributo para desenvolvimento dos cuidados de enfermagem. Assim, em 2012 foi informatizado o processo clinico da puérpera e do recém-nascido, através do programa informático SOARIAN respondendo à necessidade de obter fonte de dados eficaz e orientada para os resultados. Em 2013, definimos indicadores de qualidade na área do aleitamento materno. Os dados em análise foram recolhidos no período de Janeiro a Junho de 2013. Salienta-se o facto de que alguns registos foram sofrendo melhorias de acordo com a perceção dos utilizadores e necessidade em alcançar melhores resultados. Analisando os dados mensalmente constatamos: •Aumento do contacto pele a pele, tendo atingido em Junho os 87,2%. A percentagem reduzida obtida em Janeiro não traduz a realidade, mas sim o início da recolha de dados e a introdução de melhorias ao nível dos registos; •A amamentação na primeira hora de vida oscila entre os 73,1% e os 80,1%. Temos uma subida até Março e um decréscimo em Abril e Maio. As razões prendem-se com as características da nossa população. Um grande número de gravidezes não ou mal vigiadas, sem serologias do 2º e/ou 3º trimestre, associadas às mãe com HIV e a prematuridade. Podemos no entanto afirmar que a nossa taxa de amamentação na 1ª hora de vida é boa - 63,05%. Contudo podemos e queremos melhorar; •A diminuição da utilização da chucha é uma realidade – Apesar do pico, não muito significativo em Fevereiro e Abril, verifica-se uma descida, desde Abril, sendo esta significativa no Mês de Junho, com a percentagem de 22,3%. (de 31,5% em Janeiro passa para 23,3% em Junho); •Aumento da percentagem de RN como aleitamento materno exclusivo à saída da Maternidade. Os valores ainda não são os ideais. Estes correspondem a uma taxa média de 68,4% no 1º semestre. Mas, estamos a aumentar esta taxa e estamos convictos de que vamos conseguir atingir o nível ideal. Para nos ajudar a atingir o ideal, consideramos importante Identificar os motivos de administração de LA e que estão representados no poster. Por opção da mãe é o motivo mais registado, seguido do motivo outro e prescrição médica. Estes 3 aspetos revelam-se um grande campo de acção e de investimento pelo que continuamente estamos a trabalhar quer junto dos profissionais, da mãe, da família no sentido de aumentar a amamentação dos nossos RN. Os dados analisados mostram, que as atividades que desenvolvemos estão a contribuir para aumentar o sucesso do Aleitamento Materno, área onde continuamos a investir, trabalhando junto da equipa de saúde e das utentes, bem como a solicitar melhorias ao nível do sistema informático, nomeadamente dos registos. A utilização das Tecnologias da Informação em Saúde favorecem assim, o desenvolvimento da qualidade dos cuidados prestados, pela visão mais próxima da realidade, permitindo realizar planos de ação com maior eficácia. Em todos os parâmetros tem vindo a ser trabalhado o sistema informático de registo para que as informações recolhidas sejam cada vez mais fidedignas. A IHAB tem como principal objectivo melhorar a prestação de cuidados a mães e bebés. Os profissionais contribuem individualmente para atingir a excelência nos cuidados prestados.

Pertenece a

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca  

Autor(es)

Sousa, A -  Fidalgo, F -  Lourido, M -  Nolasco, V - 

Id.: 57858133

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Palabras claveAleitamento materno - 

Tipo de recurso: conferenceObject  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: openAccess

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 18-dic-2013

Contacto:

Localización:
* CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DO ALEITAMENTO MATERNO, Lisboa, 4 de Outubro de 2013

Otros recursos del mismo autor(es)

  1. O impacto do E-factura nas taxas efectivas de imposto em sede de IRS Mestrado em Contabilidade, Fiscalidade e Finanças Empresariais
  2. Colheita e conservação de cerejas. Este texto resulta dos conhecimentos que foram sendo consolidados no decorrer do Projecto PAMAF 6006...
  3. Aromatherapy in the control of stress and anxiety Background: Currently, complementary and alternative medicine emerge as important therapies in the p...
  4. Pictorial scale of perceived water competences The building of a new tool adapted to the children Peer reviewed
  5. The Asteroseismic Potential of Kepler: First Results for Solar-Type Stars International audience

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.