1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

Apesar do conhecimento que se tem sobre a erosão nas terras cultivadas brasileiras, existem situações de uso e manejo do solo que precisam ser mais bem estudadas. Com isto em mente, realizou-se este trabalho de pesquisa com o objetivo de investigar a erosão hídrica pluvial do solo, provocada por chuva artificial, em área de campo nativo submetida ao cultivo de milho (Zea mays, L), usando os preparos de solo escarificação e semeadura direta e as adubações mineral e orgânica. O estudo foi desenvolvido na Estação Experimental Agronômica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul - EEA/UFRGS, em Eldorado do Sul (RS), sobre um Argissolo Vermelho franco-arenoso com 0,13 m m-1 de declividade. Realizaram-se testes de erosão com chuva simulada logo a seguir a implantação dos tratamentos e a semeadura do milho e 75 dias mais tarde, no estádio de pendoamento da cultura, ambos na intensidade de 64 mm h-1 e com duração de 1,5 h, usando o aparelho simulador de chuva de braços rotativos. Os resultados evidenciaram que os tratamentos influenciaram o desenvolvimento da cultura e as perdas por erosão. O milho desenvolveu-se melhor na escarificação, independentemente do tipo de adubação. A perda de solo ocorreu somente na escarificação e no primeiro teste de chuva, em quantidade pequena, independentemente do tipo de adubação. A perda de água, de matéria orgânica e de nutrientes ocorreu em todos os tratamentos e testes de chuva, em quantidade variada, em geral sendo maior na semeadura direta e no primeiro teste de chuva. O pH da enxurrada foi pouco afetado por qualquer das situações, enquanto que a condutividade elétrica e as concentrações médias de matéria orgânica e nutrientes foram marcantemente influenciadas tanto pelos tratamentos quanto pelos testes de chuva, diretamente influindo as quantidades totais dos referidos constituintes removidas pela erosão. As quantidades totais finais de nutrientes perdidas por erosão foram maiores para o potássio na adubação orgânica e na adubação mineral, para o fósforo na adubação mineral e para o nitrogênio na adubação orgânica e na adubação mineral, nesta ordem de valores decrescentes e todos na semeadura direta. A perda de nutrientes determinada no estudo implicou alto valor financeiro estimado necessário para repor ao solo os adubos perdidos pela erosão.

Pertenece a

Lume, repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)   NDLTD Union Catalog  

Autor(es)

Gilles, Luciléia - 

Id.: 38343555

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Tipo:  application/pdf - 

Palabras clavePreparo do solo - 

Tipo de recurso: Dissertação  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: Open Access

Formatos:  application/pdf - 

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 22-oct-2017

Contacto:

Localización:
* 000668544

Otros recursos del mismo autor(es)

  1. Hidrogramas e sedimentogramas associados à erosão hídrica em solo cultivado com diferentes sequências culturais, com diferentes condições físicas na superfície Vermelho distrófico típico com textura franco-argiloarenosa na camada superficial e declividade médi...
  2. Perdas de solo e água por erosão hídrica após mudança no tipo de uso da terra, em dois métodos de preparo do solo e dois tipos de adubação A mudança no tipo de uso da terra, se não devidamente planejada e conduzida, poderá resultar em solo...
  3. Perdas de água, solo, matéria orgânica e nutriente por erosão hídrica na cultura do milho implantada em área de campo nativo, influenciadas por métodos de preparo do solo e tipos de adubação Apesar do conhecimento existente sobre a erosão das terras cultivadas, há situações de uso e manejo ...

Otros recursos de la mismacolección

  1. Qualidade da água e modelagem do uso das terras na bacia hidrográfica do Arroio Marrecas, Caxias do Sul, RS A bacia hidrográfica do Arroio Marrecas, localizada na porção nordeste do município de Caxias do Sul...
  2. Identificação de áreas prioritárias para conservação do solo e da água em bacia hidrográfica usando modelagem e SIG Os maiores problemas ambientais encontrados nas bacias hidrográficas agrícolas são gerados por fonte...
  3. Impactos do ambiente urbano na poluição dos sedimentos do lago Guaíba O Lago Guaíba possui importância ambiental, econômica e histórico-cultural, para Porto Alegre e regi...
  4. Caracterização do lodo de estações de tratamento de água de Porto Alegre/RS O grande adensamento antrópico nas metrópoles tem aumentado a contaminação e a poluição dos recursos...
  5. Mecanismos de estabilização de carbono em argissolo subtropical sob sistemas de manejo de longa duração No Brasil, o acúmulo de carbono orgânico no solo (COS) tem sido obtido em plantio direto (NT), que f...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.