1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

Esta investigação histórica e documental enquadra-se no âmbito da História da Educação em Portugal. Trata-se de uma temática pouco usual, mas serve uma melhor compreensão da criança (e/ou menor, este é um termo jurídico-social) nas sua problemáticas educativas, sociais, assistenciais e de reeducação no período entre 1871 – altura da primeira fundação da primeira Casa de Correção e Detenção de Lisboa ocupando-se a partir desse momento o Estado destas. Problemáticas infantis e juvenis da marginalidade, abandono, desamparo e delinquência até 1062. Neste estudo admitimos a existência especial de uma pedagogia social portuguesa que integra contributos das várias ciências da época: jurídico-penais (direito de menores e legislação afim), ciências médico-pedagógicas, sociológicas, psicopedagógicas, filosofia do direito, etc. Todas estas influências permitiram a reflexão sobre aquelas situações da criança o que originou a criação de vários estabelecimentos especiais de correção e de reeducação, ao nível estatal e ao nível particular. Houve a aplicação de métodos (médico-pedagógicos, psicopedagógicos e sociológicos) inovadores no diagnóstico e na orientação dessas crianças. Demos, assim, um contributo valioso para a elaboração de uma História da Assistência à Infância Inadaptada em Portugal.

Pertenece a

Repositório do Instituto Politénico de Castelo Branco  

Autor(es)

Martins, Ernesto - 

Id.: 55259224

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Palabras claveDelinquência infantil - 

Tipo de recurso: article  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: openAccess

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 22-jul-2014

Contacto:

Localización:
* MARTINS, Ernesto (1997) - Proteção e reeducação dos menores abandonados, marginados e delinquentes, Portugal – 1871/1962. Veritas. ISSN 0042-3955. Vol. 42, nº 2 (Junho), p. 349-364.
* 0042-3955

Otros recursos del mismo autor(es)

  1. A emergência da conceção da ‘Morte’ em adultos maiores institucionalizados. Dimensão filosófica e ética de desvelamento
  2. Da experiência numa escola nova à educação com crianças ‘anormais’: Faria de Vasconcelos (1880-1939) no contexto do ensino especial We approach the escolanovista Faria de Vasconcelos, in the context of modern pedagogy, the experienc...
  3. Pedagogia social e comunitária promotora do desenvolvimento (geracional) : um modelo de intervenção socioeducativo Vivemos num cenário emergente de instabilidade social, económica e política, de globalização, de fra...
  4. Deslumbrando no contexto atual uma (nova) cidadania pela educação ativa, intercultural e valores cívicos Assistimos a tempos complexos e de mudanças, com acontecimentos que afetam as virtudes e valores cív...
  5. Educação parental na transição e adaptação das crianças portuguesas da pré-escola ao 1º Ciclo do Ensino Básico A educação parental é um recurso psicoeducativo, relacional e comunicacional na adaptação escolar. A...

Otros recursos de la mismacolección

  1. Aquatic influence on mobility of a child with duchenne muscular dystrophy : case study The study was initiated because one of the authors had a child in the family with Duchenne muscular ...
  2. Práticas educativas de futuros professores do Ensino básico em espaços da cidade : reflexos no desenvolvimento profissional e inovação didática Assente no pressuposto do valor da interação da escola com o meio local, concretizado em visitas de ...
  3. Análise dos estilos de aprendizagem e da inteligência emocional dos alunos do Instituto Politécnico de Castelo Branco Este estudo foi desenhado para avaliar os estilos de aprendizagem e a inteligência emocional dos alu...
  4. Demographic and Health Changes in Portugal (1900-2013) These paper seeks to improve our knowledge of Portuguese epidemiological and demographic change thro...
  5. Movimentos migratórios internos em Portugal (1995-2011) : caracterização exploratória considerando grupos de idades, níveis de habilitações e atividade Portugal não dispõe de instrumentos que permitam uma análise aprofundada dos seus movimentos migrató...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.