1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

Esta dissertação tem como objetivo abordar as experiências de haitianas e haitianos residentes na cidade de Porto Alegre. Com o propósito inicial de dar visibilidade para os novos fluxos migratórios que chegam ao Brasil, foi realizada uma etnografia na Vila Esperança Cordeiro e seu entorno, na Zona Norte da cidade, entre os anos de 2014 e 2016. Neste trabalho, a migração é problematizada como uma forma de resistência, em que o ato de migrar pode ser compreendido como uma ação adotada em face das vivências no país de origem e estando relacionada à luta por direitos humanos tanto na relação mantida com o Haiti como na inserção no Brasil. Abordo como a noção de resistência permeia a esfera local, nacional e global, sendo inicialmente pensada a partir da sua presença na história haitiana e na relação com a diáspora haitiana. Destaco que as noções de agência e de resistência são elementos que perpassam todo o campo etnográfico. A ideia de resistência é problematizada a partir das contribuições de Scott, que destaca as estratégias de resistência cotidianas. Inspirada pela antropologia da experiência, principalmente a partir de Das e de Fassin, abordo a importância de dialogar com os interlocutores ressaltando suas vozes através das histórias de vida, dos testemunhos e narrativas. Neste ponto, a partir das contribuições de Spivak, destaco as especificidades das experiências das mulheres haitianas, compreendendo quais são as dinâmicas de solidariedade existentes nas suas relações que se contrapõem à imposição do silenciamento e invisibilidade da mulher. Acompanhei ao longo da pesquisa etnográfica os espaços que eram percorridos e as relações que iam se formando, a partir das quais pude perceber a formação de diferentes redes de apoio. A noção de rede abordada neste trabalho tem como inspiração as contribuições de Latour sobre o movimento de seguir os atores e suas inovações e de Ingold acerca da compreensão dos fluxos e contra-fluxos. Acompanhando as redes percorridas pelos(as) migrantes em campo foi possível elaborar um “mosaico” destas redes, percebendo que ao longo do trajeto estas redes vão se cruzando e não estão isoladas. É a partir destas questões que esta dissertação busca compreender alguns aspectos vivenciados por haitianas e haitianos em Porto Alegre, destacando, porém, as suas contribuições enquanto uma etnografia que dialoga com uma realidade específica e localizada. Por fim, este trabalho incita a reflexão sobre estratégias voltadas para a inserção e o respeito à dignidade humana das e dos migrantes.

Pertenece a

Lume, repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)  

Autor(es)

Paula, Larissa Cykman de - 

Id.: 71305527

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Tipo:  application/pdf - 

Palabras claveMigration - 

Tipo de recurso: Dissertação  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: Open Access

Formatos:  application/pdf - 

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 14-may-2018

Contacto:

Localización:
* 001063548

Otros recursos de la mismacolección

  1. Outridade, conflito e governo : controvérsias públicas acerca da prática sacrifical afro-religiosa (Rio Grande do Sul, 2015/2016) Este trabalho se volta para as formas de problematização contemporâneas da prática sacrificial a par...
  2. Identificação Genética e Crime : a introdução dos bancos de DNA no Brasil Em 2012, o Brasil aprovou a lei 12.654 que regulamenta o uso dos bancos de perfis genéticos para fin...
  3. Representações e funcionalidades da escrita e da leitura nos afrescos de Pompeia (Séc. IV a.C. – séc. I d.C.) Este trabalho investiga os afrescos da cidade de Pompeia, especificamente aqueles que representam a ...
  4. “Não é só cumprir as cotas”: uma etnografia sobre cidadania, políticas públicas e autismo no mercado de trabalho Esta pesquisa tem como objetivo analisar os processos e os modos de gestão das políticas de inclusão...
  5. “Onde há uma vontade, há um caminho” : uma etnografia da escolarização tardia na EJA do Colégio de Aplicação/Ufrgs A presente dissertação aborda dois temas: a vivência da retomada da escolarização e os processos de ...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.