1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

Esse estudo pretendeu comprovar a validade do pressuposto de onerosidade excessiva para o reequilíbrio econômico-financeiro dos contratos administrativos no ordenamento jurídico brasileiro, bem como sua importância para o interesse público. A técnica de pesquisa foi predominantemente a bibliográfica, com a exposição da doutrina pertinente. O estudo se estrutura em quatro partes: na primeira, abordam-se os conceitos legal e doutrinário de Administração Pública, bem como os princípios a ela inerentes; na segunda, examina-se o conceito de contrato administrativo, com ênfase nas suas características e peculiaridades; na terceira parte, discorre-se sobre o princípio do equilíbrio econômico-financeiro dos contratos administrativos, seu embasamento legal e o momento de sua definição; e, na última parte, analisa-se o desequilíbrio econômico-financeiro dos contratos administrativos, suas causas, as formas pelas quais podem ser recompostos, bem como, e principalmente, as divergências doutrinárias sobre o tema.

Pertenece a

Lume, repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)  

Autor(es)

Missaggia, Jorge Alfredo da Rosa - 

Id.: 70087013

Idioma: por  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Tipo:  application/pdf - 

Palabras claveDireito administrativo - 

Tipo de recurso: Trabalho de conclusão de graduação  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: Open Access

Formatos:  application/pdf - 

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 15-sep-2017

Contacto:

Localización:
* 001046078

Otros recursos que te pueden interesar

  1. Congresso Brasileiro de Direito Administrativo 1971 Primeiro Congresso Brasileiro de Direito Administrativo- Curitiba - PR 1971
  2. Subsídios para controle da moralidade administrativa no orçamento jurídico brasileiro Defesa de Mestrado - Participação do prof. Paulo Neves de Carvalho como membro da banca examinadora
  3. O estado em rede na lógica do direito administrativo vivo Artigo - Resumo do artigo O estado em rede na lógica do direito administrativo vivo.
  4. Direito administrativo vivo Artigo - Artigo Direito administrativo vivo publicado na Revista Brasileira de Direito Municipal.
  5. Da reforma administrativa empreendida por Paulo Neves de Carvalho no município de Belo Horizonte na década de 1950: O nascedouro das ideias de modernização da administração de pessoal do estado de Minas Gerais Artigo - Artigo Da reforma administrativa empreendida por Paulo Neves de Carvalho no município de Be...

Otros recursos de la mismacolección

  1. O meio ambiente : da tutela do direito à técnica processual O presente trabalho tem como escopo realizar uma análise dos instrumentos processuais necessários pa...
  2. Tributação sobre herança : uma comparação com o modelo norte-americano e seu potencial no sistema brasileiro A tributação sobre heranças e doações nunca recebeu a atenção necessária no Brasil. Atualmente, na f...
  3. A (in)constitucionalidade do artigo 57, § 8º da lei 8.213/91 A aposentadoria especial é o benefício previdenciário destinado aos trabalhadores que completam 15, ...
  4. A desigualdade na equiparação da idade e do tempo de contribuição mínimos para aposentadoria pela PEC 287/2016 A presente monografia analisa as alterações de equiparação da idade e tempo de contribuição mínimos ...
  5. Agronegócio e concorrência : Percepções do mercado com relação ao ato de concentração de Syngenta e ChemChina O agronegócio passa por uma fase na qual grandes empresas do setor estão se unindo por meio de opera...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.