1) La descarga del recurso depende de la página de origen
2) Para poder descargar el recurso, es necesario ser usuario registrado en Universia


Opción 1: Descargar recurso

Detalles del recurso

Descripción

O campo de atuação da Ciência Aberta traduz-se num processo colaborativo, transparente, de disseminação, criação e de transferência de conhecimento, acessível à investigação e assente nos princípios do acesso aberto. Os diferentes agentes do processo de investigação, munidos de um conjunto de competências de literacia da informação, adquirem a aptidão, em ambientes de informação impressa ou digital, e tendo por base o seu próprio pensamento crítico e reflexivo, de transformar a informação em novo conhecimento. Este artigo explora a integração dos conceitos da Ciência Aberta na literacia da informação. Apresenta-se uma reflexão teórica que evidencia os contributos da literacia da informação em contexto académico e na dinâmica da produção de ciência. Conclui-se que a literacia da informação se assume como uma ferramenta de aprendizagem essencial para o desenvolvimento da Ciência Aberta, potenciando o entendimento crítico dos conteúdos, a par do desenvolvimento e do progresso da investigação.

Pertenece a

Repositório do ISPA Instituto Superior de Psicologia Aplicada  

Autor(es)

Lopes, Carlos Alberto -  Antunes, Maria da Luz -  Sanches, Tatiana - 

Id.: 70124905

Idioma: spa  - 

Versión: 1.0

Estado: Final

Palabras claveLiteracia da informação - 

Tipo de recurso: conferenceObject  - 

Tipo de Interactividad: Expositivo

Nivel de Interactividad: muy bajo

Audiencia: Estudiante  -  Profesor  -  Autor  - 

Estructura: Atomic

Coste: no

Copyright: sí

: openAccess

Requerimientos técnicos:  Browser: Any - 

Fecha de contribución: 13-oct-2017

Contacto:

Localización:

Otros recursos del mismo autor(es)

  1. Portuguese primary care physicians response rate in surveys: A systematic review Introduction: Surveys are a useful tool in primary care. However, low response rates can introduce s...
  2. Literacia da informação e ciência aberta em saúde: O antes e o depois A ACRL editou, no ano 2000, o documento INFORMATION LITERACY COMPETENCY STANDARDS FOR HIGHER EDUCATI...
  3. Literacia da informação e ciência aberta em saúde: O antes e o depois A ACRL editou, no ano 2000, o documento INFORMATION LITERACY COMPETENCY STANDARDS FOR HIGHER EDUCATI...
  4. Atitudes de enfermeiros e médicos perante a presença da familia na sala de emergência durante a reanimação Introdução: A presença da família durante a reanimação é uma prática recomendada entre reguladores u...
  5. Literacia da informação: O primeiro degrau para a ciência aberta Introdução – No ensino superior, bibliotecários e professores têm desenvolvido estratégias para apoi...

Otros recursos de la mismacolección

  1. Literacia da informação e ciência aberta em saúde: O antes e o depois A ACRL editou, no ano 2000, o documento INFORMATION LITERACY COMPETENCY STANDARDS FOR HIGHER EDUCATI...
  2. Literacia da informação e ciência aberta em saúde: O antes e o depois A ACRL editou, no ano 2000, o documento INFORMATION LITERACY COMPETENCY STANDARDS FOR HIGHER EDUCATI...
  3. Repositório do ISPA: Contributos para a ciência aberta Introdução: Todos os anos no mês de outubro, o Centro de Documentação participa com a equipa do Repo...
  4. Testes de nomeação rápida: Contributos para a avaliação da linguagem oral A Bateria de Avaliação Neuropsicológica de Coimbra (BANC) integra, entre diversos outros instrumento...
  5. Domínios de investigação, orientações metodológicas e autores nas revistas portuguesas de psicologia: Tendências de publicação nas últimas quatro décadas do século XX O presente artigo retoma e desenvolve o conteúdo de uma comunicação apresentada no II Congresso Hisp...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.