Mostrando recursos 1 - 6 de 6

  1. Dinâmica temporal e padrões de diversidade taxonômica e funcional em comunidades campestres submetidas a diferentes manejos de pastejo

    Boavista, Lidiane da Rosa
    O pastejo é considerado um fator determinante para a manutenção e conservação da vegetação campestre (campos) no sul do Brasil, sendo considerado o responsável por construir a heterogeneidade estrutural, a composição de espécies e a diversidade dos campos. Porém o manejo do pastejo é fundamental para sucesso da atividade pecuária, uma vez que longos períodos de pastejo excessivo e intenso ao invés de manter áreas campestres pode degradá-las, diminuindo a diversidade e produtividade, tornando os campos suscetíveis a invasão por espécies exóticas. Para o sucesso da relação construída entre o manejador, os animais e a vegetação, as estratégias de manejo...

  2. Dinâmica de florestas subtropicais : abordagens populacionais e de comunidades via atributos funcionais de plantas e informação filogenética

    Zanini, Katia Janaina
    Mais de metade das florestas do mundo são florestas secundárias e a sucessão determinística prevê que muitos aspectos das florestas originais serão recuperados. Por outro lado, os remanescentes florestais encontram-se em paisagens fragmentadas nas quais às alterações microclimáticas induzidas por efeitos de bordas podem levar a uma sucessão retrogressiva, denominada "secundarização". Assim, as comunidades florestais atuais tendem a convergir em termos de estrutura e funções que desempenham no ecossistema, e a compreensão da dinâmica de espécies e de comunidades tornou-se uma preocupação fundamental dos estudos florestais. A heterogeneidade do habitat, juntamente com diferenças ecofisiológicas entre espécies, leva à segregação destas...

  3. Padrões de composição e diversidade funcionais de florestas do pampa no sul do Brasil

    Frangipani, Marcelo Araujo
    Ecólogos de comunidades têm como um dos principais objetivos identificar padrões de abundância e distribuição de espécies ao longo das regiões e ambientes, e inferir sobre os processos norteadores desses padrões. Para tanto, duas linhas teóricas complementares são principalmente utilizadas: limitação de similaridade e filtros ambientais. Enquanto a primeira prediz que as espécies dentro de uma comunidade devem ser distintas nas suas características como resultado da competição (divergência), a segunda espera uma alta similaridade entre espécies coexistentes (convergência), uma vez que elas são filtradas sob certas condições ambientais. Estudos sobre diversidade funcional podem nos dar uma ideia da proporção de...

  4. Interações entre linhas de transmissão e a biodiversidade : uma revisão sistemâtica dos efeitos induzidos por esses empreendimentos

    Biasotto, Larissa Donida
    A crise na biodiversidade tem se agravado como resultado das atividades humanas. Identificar os efeitos ecológicos causados por empreendimentos, como linhas de transmissão de energia elétrica (LTs), é essencial para o planejamento dessas estruturas e para melhor informar seu processo de tomada de decisão. A Avaliação de Impacto Ambiental (AIA) é um importante instrumento para a minimização de impactos na biodiversidade. No entanto, uma das maiores deficiências para a mitigação de impactos está na ausência da antecipação dos mesmos na fase de planejamento das estruturas. Um dos objetivos deste estudo foi listar e descrever os potenciais efeitos ambientais causados pelas...

  5. Respostas fisiológicas a dessecação e a re-hidratação em quatro espécies de pteridófitas epifíticas

    Schlindwein, Carolina Casco Duarte
    As plantas que possuem hábito epifítico estão mais sujeitas as variações ambientais do que as de hábito terrestre, principalmente em relação à disponibilidade hídrica. A água, então, destaca-se como um dos fatores restritivos mais importantes. Entretanto, algumas espécies desenvolveram a capacidade de tolerar a dessecação, apresentando uma significante vantagem adaptativa na ocupação de habitats. O objetivo deste estudo foi verificar o grau e os mecanismos de tolerância à dessecação de quatro espécies de pteridófitas epifíticas que comumente co-ocorrem sobre mesmo forófito. Frondes expandidas e hidratadas foram coletadas para a quantificação e comparação do conteúdo relativo de água, integridade de membrana,...

  6. Uso e seleção de hábitat, atividade diária e comportamento de Nasua nasua (Linnaeus, 1766) (Carnivora; Procyonidae) na Ilha do Campeche, Florianópolis, Santa Catarina

    Bonatti, Juliano
    O carnívoro procionídeo Nasua nasua, o coati, é uma espécie típica da América do Sul da qual, até pouco tempo, havia escassas informações. Na ilha do Campeche, localizada na costa sudeste de Florianópolis-SC e com área aproximada de 50 ha, buscou-se avaliar os seguintes aspectos de N. nasua: uso e seleção de hábitat, padrão de atividade diária, influência de fatores abióticos sobre a atividade dos animais, uso do espaço vertical e comportamento. Também foram coletados dados descritivos, principalmente de observações casuais, tais como reação à presença de observador, interação com os humanos, relações com o meio, início e término das...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.