Mostrando recursos 1 - 6 de 6

  1. A teoria da autodeterminação e o ambiente de treino de ginástica rítmica : um modelo motivacional teórico-explicativo

    Bernardi, Patrícia Silveira Fontana
    Este estudo teve por objetivo apresentar um modelo motivacional teórico-explicativo para o treinamento de Ginástica Rítmica (GR), tomando como base a Teoria da Autodeterminação (TAD). A TAD, quando aplicada ao esporte, postula que a satisfação das necessidades psicológicas básicas de competência, autonomia e relacionamento é fundamental para o crescimento, a integridade e o bem estar psicológico dos atletas. Postula também que o ambiente de treino desempenha papel relevante na autodeterminação dos atletas. Para apresentar o Modelo Motivacional Teórico-Explicativo acima referido, o presente estudo procurou num primeiro momento caracterizar o ambiente de treino da GR, verificando se o mesmo atendia às...

  2. A teoria da autodeterminação e o ambiente de treino de ginástica rítmica : um modelo motivacional teórico-explicativo

    Bernardi, Patrícia Silveira Fontana
    Este estudo teve por objetivo apresentar um modelo motivacional teórico-explicativo para o treinamento de Ginástica Rítmica (GR), tomando como base a Teoria da Autodeterminação (TAD). A TAD, quando aplicada ao esporte, postula que a satisfação das necessidades psicológicas básicas de competência, autonomia e relacionamento é fundamental para o crescimento, a integridade e o bem estar psicológico dos atletas. Postula também que o ambiente de treino desempenha papel relevante na autodeterminação dos atletas. Para apresentar o Modelo Motivacional Teórico-Explicativo acima referido, o presente estudo procurou num primeiro momento caracterizar o ambiente de treino da GR, verificando se o mesmo atendia às...

  3. A motivação na ginástica rítmica : um estudo descritivo correlacional entre dimensões motivacionais e autodeterminação em atletas de 13 a 16 anos

    Bernardi, Patrícia Silveira Fontana
    O objetivo geral deste estudo é testar e discutir as correlações (intensidade, sinal, e significância) intra e interdimensões de dois inventários: Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas e Esportivas (IMPRAFE-126) e o Inventário de Autodeterminação para Praticantes Regulares de Atividades Físicas e Esportivas (IAPAFE-25). O IMPRAFE-126 avalia seis dimensões motivacionais à prática regular de atividade física e esportiva (Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer); enquanto que o IAPAFE-25 avalia cinco níveis de autodeterminação propostos pela Teoria da Autodeterminação: Motivação Intrínseca, Regulação Identificada, Regulação Introjetada, Regulação Externa, e Amotivação. Tais correlações permitirão detectar em que...

  4. A motivação na ginástica rítmica : um estudo descritivo correlacional entre dimensões motivacionais e autodeterminação em atletas de 13 a 16 anos

    Bernardi, Patrícia Silveira Fontana
    O objetivo geral deste estudo é testar e discutir as correlações (intensidade, sinal, e significância) intra e interdimensões de dois inventários: Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividades Físicas e Esportivas (IMPRAFE-126) e o Inventário de Autodeterminação para Praticantes Regulares de Atividades Físicas e Esportivas (IAPAFE-25). O IMPRAFE-126 avalia seis dimensões motivacionais à prática regular de atividade física e esportiva (Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer); enquanto que o IAPAFE-25 avalia cinco níveis de autodeterminação propostos pela Teoria da Autodeterminação: Motivação Intrínseca, Regulação Identificada, Regulação Introjetada, Regulação Externa, e Amotivação. Tais correlações permitirão detectar em que...

  5. O trabalho docente dos professores de Educação Física na rede municipal de ensino de Porto Alegre : um estudo nas escolas do Morro da Cruz

    Wittizorecki, Elisandro Schultz
    Este estudo tematiza o trabalho docente dos professores de Educação Física no âmbito da escola pública. Trata-se de uma pesquisa realizada em quatro escolas da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, onde procurei compreender como estes professores constróem seu trabalho docente e como articulam suas ações frente às singularidades do projeto político-administrativo-pedagógico desta rede. Constituiu-se em um estudo com orientação predominantemente etnográfica, onde, amparado nos referenciais bibliográficos e nos significados que os professores colaboradores atribuem ao fenômeno em que estão inseridos, busquei tecer algumas interpretações e contribuições acerca da construção do trabalho docente e de como se constróem professores...

  6. O trabalho docente dos professores de Educação Física na rede municipal de ensino de Porto Alegre : um estudo nas escolas do Morro da Cruz

    Wittizorecki, Elisandro Schultz
    Este estudo tematiza o trabalho docente dos professores de Educação Física no âmbito da escola pública. Trata-se de uma pesquisa realizada em quatro escolas da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, onde procurei compreender como estes professores constróem seu trabalho docente e como articulam suas ações frente às singularidades do projeto político-administrativo-pedagógico desta rede. Constituiu-se em um estudo com orientação predominantemente etnográfica, onde, amparado nos referenciais bibliográficos e nos significados que os professores colaboradores atribuem ao fenômeno em que estão inseridos, busquei tecer algumas interpretações e contribuições acerca da construção do trabalho docente e de como se constróem professores...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.