Mostrando recursos 1 - 6 de 6

  1. Caracterização da frente subtropical de plataforma e seu impacto na atmosfera utilizando o modelo regional acoplado Coawst

    Mendonça, Luís Felipe Ferreira de
    A Plataforma Continental Sul Brasileira (PCSB) é considerada uma importante região do litoral do Brasil, suas massas d’água e os processos dinâmicos apresentam um comportamento sazonal que imprime fortes efeitos no ecossistema costeiro. Com objetivo de caracterizar a Frente Subtropical de Plataforma (FSTP) e seu impacto na atmosfera, o presente trabalho utilizou o modelo acoplado oceano-atmosfera COAWST (Coupled Ocean-Atmosphere-Wave-Sediment Transport) para estudar, na região da PCSB, a distribuição das massas d’água e a variabilidade oceânica durante o ano de 2012. Assim como, o acoplamento oceano-atmosfera durante 10 dias do mês de junho de 2012, coincidentes com a realização do cruzeiro...

  2. Variabilidade Temporal Da Desembocadura Do Arroio Chuí pela fixação através de molhes

    Sfredo, Giuliana Andréia
    O Balneário Chuí é uma estreita feição costeira de traçado irregular, assimétrico, adjacente a uma feição de falésias erosivas, que são produtos da Barreira III, desgastada pela ação dos agentes mesológicos atuantes. O Arroio Chuí, por sua vez, é um sistema de drenagem, localizado exclusivamente na zona costeira, que nasce a partir do banhado Canelões, ao sul do banhado do Taim, e segue quase paralelo à costa no sentido sul até o Balneário Barra do Chuí, onde deságua no Oceano Atlântico. A construção dos molhes para a fixação da desembocadura se fez necessária já que, anteriormente à construção dos molhes,...

  3. Identificação da influencia do El Niño : oscilação sul e oscilação decenal do pacífico sobre as geleiras andinas tropicais usando sensoriamento remoto e parâmetros climáticos

    Veettil, Bijeesh Kozhikkodan
    Nas últimas décadas, particularmente desde a década de 1970, testemunhou-se um rápido recuo das geleiras em várias partes dos Andes tropicais. Uma tendência de aquecimento foi observada na região durante o mesmo período, com um hiato recente desde no início de 2010. No entanto, este hiato pode não ser o principal fator a influenciar as observações de aquecimento e recuo das geleiras em altitudes elevadas nos Andes tropicais. Com o surgimento de imagens de alta resolução espacial e espectral, e de modelos digitais de elevação (MDE) de alta resolução, agora é possível compreender as mudanças multitemporais das geleiras, o que...

  4. Mapeamento e análise das áreas suscetíveis a inundações no município de Lages-SC

    Makrakis, Mábila Correa
    Devido às facilidades que a proximidade de leitos de rios oferece à população, muitas cidades concentram-se em torno de encostas. Por vezes, essa ocupação ocorre de forma irresponsável, alterando a cobertura original do solo, se estabelecendo em áreas cada vez mais próximas de margens de rios e sem realizar os devidos estudos sobre possíveis mudanças no volume da bacia hidrográfica devido ao aumento da precipitação média. Como conseqüência, ocasionalmente a profundidade da água supera as margens e atinge áreas ocupadas pelas construções e vias de acesso, causando prejuízos financeiros e riscos para o bem-estar da população. Para mitigar os danos,...

  5. Avaliação dos riscos potenciais à qualidade das águas superficiais da bacia do Arroio Sapucaia utilizando técnicas integradas de SIG e sensoriamento remoto

    Couto, Maristela dos Santos
    Este trabalho propõe avaliar os riscos potenciais à qualidade das águas superficiais da bacia hidrográfica do arroio Sapucaia, considerando os aspectos físicos, o uso do solo, o desenvolvimento humano e os problemas sanitários. A bacia possui uma área de 131 km2, suas nascentes localizam-se na zona rural dos municípios de Gravataí e Novo Hamburgo e sua foz junto rio dos Sinos. O arroio Sapucaia percorre, em seu baixo curso, uma área densamente urbanizada junto aos municípios de Canoas, Esteio e Sapucaia do Sul onde encontra-se a maior parte da população da bacia. Os materiais utilizados foram as cartas 1:50.000 da...

  6. Desenvolvimento de uma metodologia para planejamento urbano, utilizando técnicas de sensoriamento remoto, modelagem numérica do terreno (MNT) e sistemas de informações geográficas (SIG)

    Valente, Antonio Luis Schifino
    o monitoramento da expansão das áreas urbanas e a análise da sua interação com o meio físico têm sido um grande desafio para os técnicos de planejamento urbano. No Brasil, em especial, dada a velocidade com que o fenômeno se processa e graças a um crescimento desordenado das cidades nas últimas décadas, esses estudos, que envolvem um elevado número de informações, tem exigido decisões e diagnósticos urbanos cada vez mais rápidos. Esta dissertação propõe uma metodologia para o planejamento racional do uso do solo urbano através do emprego integrado de tecnologias recentes como Sistema de Informações Geográficas (SIG), Modelagem Numérica...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.