Mostrando recursos 1 - 4 de 4

  1. A proteína 1 relacionada a uteroglobulina está associada a gravidade da injúria inalatória

    Henrich, Sabrina Frighetto
    INTRODUÇÃO: A mortalidade das vítimas de queimaduras tem diminuído nos últimos anos e a lesão inalatória tornou-se a principal causa de morte. As consequências da inalação por fumaça resultam de uma resposta inflamatória que envolve vários mediadores. A proteína 1 relacionada a uteroglobulina (UGRP1) é uma secretoglobulina antinflamatória específica do pulmão que pode desempenhar um papel na inflamação pulmonar. OBJETIVO: Investigar se a expressão precoce da UGRP1 na inalação de fumaça está relacionada com a severidade da injúria inalatória. MÉTODOS: Nós estudamos 16 pacientes críticos vítimas de queimaduras. Todos os pacientes foram mecanicamente ventilados por Síndrome da Angústia Respiratória do...
    (application/pdf) - 25-mar-2017

  2. Escore de cálcio coronariano, índice tornozelobraquial e proteína C reativa em tabagistas pesados com doença pulmonar obstrutiva crônica e com espirometria normal

    Ferreira, Maria Angelica Pires
    INTRODUÇÃO. Estudos de qualidade variável mostram maior prevalência de doença cardiovascular e de marcadores de aterosclerose em tabagistas com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) em relação a tabagistas sem a doença. OBJETIVOS. Verificar se escore de cálcio coronariano (ECC) elevado e anormalidade do índice tornozelo-braquial (ITB) são mais prevalentes em tabagistas pesados com DPOC do que sem DPOC, e se proteína C reativa sérica (PCR) e volume expiratório forçado no primeiro segundo em relação ao previsto (VEF1%) se correlacionam com ECC e ITB em tabagistas com e sem DPOC. POPULAÇÃO E MÉTODOS. Foram incluídos indivíduos consecutivos com carga tabágica @...
    (application/pdf) - 23-feb-2017

  3. Escore de cálcio coronariano, índice tornozelobraquial e proteína C reativa em tabagistas pesados com doença pulmonar obstrutiva crônica e com espirometria normal

    Ferreira, Maria Angelica Pires
    INTRODUÇÃO. Estudos de qualidade variável mostram maior prevalência de doença cardiovascular e de marcadores de aterosclerose em tabagistas com doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) em relação a tabagistas sem a doença. OBJETIVOS. Verificar se escore de cálcio coronariano (ECC) elevado e anormalidade do índice tornozelo-braquial (ITB) são mais prevalentes em tabagistas pesados com DPOC do que sem DPOC, e se proteína C reativa sérica (PCR) e volume expiratório forçado no primeiro segundo em relação ao previsto (VEF1%) se correlacionam com ECC e ITB em tabagistas com e sem DPOC. POPULAÇÃO E MÉTODOS. Foram incluídos indivíduos consecutivos com carga tabágica @...
    (application/pdf) - 24-feb-2017

  4. Avaliação do estado de saúde bucal de pacientes com fibrose cística

    Chapper, Ana
    Esse estudo transversal avaliou a saúde bucal de 36 pacientes com fibrose cística (FC). Um questionário foi aplicado para obter informações sobre autocuidados e outros aspectos que pudessem influenciar os resultados. Os exames, realizados por examinadora treinada e calibrada, foram placa visível (IPV), sangramento gengival (ISG), profundidade de sondagem (PS), perda de inserção (PI), exsudato à sondagem (SS), presença de sítios com cálculo dental, experiência de cárie (ceo/CPO-D + MBA) e número de dentes com sinais de anomalias no esmalte. Os resultados das variáveis clínicas foram comparados (P<0,05), segundo dois extratos de idade e segundo a experiência de cárie positiva...
    (application/pdf) - 20-mar-2017

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.