Mostrando recursos 1 - 20 de 27

  1. Setor de informática no Brasil : análise do quadro concorrencial do mercado de microprocessadores

    Luna, Maria Carla
    O objetivo deste trabalho é analisar o quadro concorrencial do mercado de microprocessadores no setor de informática no Brasil. A regulamentação mercadológica no país apresenta barreiras à entrada e concentração de poder de mercado. Foi aplicado a teoria da concorrência perfeita para explicar a prática do setor e verificou-se que mesmo uma empresa a qual possui o monopólio, não conseguiu prever a mudança no hábito de compra dos consumidores de computadores. A companhia apostou que os seus clientes iriam realizar o refresh das suas máquinas antigas, no entanto devido a entrada de novos produtos como tablets e smartphones, os mesmos...

  2. Setor de informática no Brasil : análise do quadro concorrencial do mercado de microprocessadores

    Luna, Maria Carla
    O objetivo deste trabalho é analisar o quadro concorrencial do mercado de microprocessadores no setor de informática no Brasil. A regulamentação mercadológica no país apresenta barreiras à entrada e concentração de poder de mercado. Foi aplicado a teoria da concorrência perfeita para explicar a prática do setor e verificou-se que mesmo uma empresa a qual possui o monopólio, não conseguiu prever a mudança no hábito de compra dos consumidores de computadores. A companhia apostou que os seus clientes iriam realizar o refresh das suas máquinas antigas, no entanto devido a entrada de novos produtos como tablets e smartphones, os mesmos...

  3. Os incentivos para a indústria automobilística : uma análise comparativa entre o novo regime automotivo de 1996 e o Inovar-Auto 2012

    Santos, Rodrigo Silveira dos
    O objetivo desta dissertação, através de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, é comparar o impacto das políticas industriais automotivas introduzidas pelo governo federal através do Novo Regime Automotivo de 1996 e através do programa Inovar-Auto de 2012. A utilização deste tipo de política pública pelo governo federal pretende atrair e reter investimento estrangeiro no país, garantindo produção local de veículos e gerando postos de trabalho ao longo de toda a cadeia produtiva, objetivando, também, equiparar tecnologicamente a indústria automotiva local, capacitando-a a aumentar sua competitividade global, possibilitando, ainda, o aumento das exportações e ao mesmo tempo a redução dos índices...

  4. Os incentivos para a indústria automobilística : uma análise comparativa entre o novo regime automotivo de 1996 e o Inovar-Auto 2012

    Santos, Rodrigo Silveira dos
    O objetivo desta dissertação, através de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, é comparar o impacto das políticas industriais automotivas introduzidas pelo governo federal através do Novo Regime Automotivo de 1996 e através do programa Inovar-Auto de 2012. A utilização deste tipo de política pública pelo governo federal pretende atrair e reter investimento estrangeiro no país, garantindo produção local de veículos e gerando postos de trabalho ao longo de toda a cadeia produtiva, objetivando, também, equiparar tecnologicamente a indústria automotiva local, capacitando-a a aumentar sua competitividade global, possibilitando, ainda, o aumento das exportações e ao mesmo tempo a redução dos índices...

  5. Os incentivos para a indústria automobilística : uma análise comparativa entre o novo regime automotivo de 1996 e o Inovar-Auto 2012

    Santos, Rodrigo Silveira dos
    O objetivo desta dissertação, através de uma pesquisa quantitativa e qualitativa, é comparar o impacto das políticas industriais automotivas introduzidas pelo governo federal através do Novo Regime Automotivo de 1996 e através do programa Inovar-Auto de 2012. A utilização deste tipo de política pública pelo governo federal pretende atrair e reter investimento estrangeiro no país, garantindo produção local de veículos e gerando postos de trabalho ao longo de toda a cadeia produtiva, objetivando, também, equiparar tecnologicamente a indústria automotiva local, capacitando-a a aumentar sua competitividade global, possibilitando, ainda, o aumento das exportações e ao mesmo tempo a redução dos índices...

  6. Concorrência, vantagens absolutas e desenvolvimento desigual : uma abordagem a partir de Marx

    Rodrigues, Lucas
    Essa dissertação tem como objetivo expor a teoria clássico-marxista das vantagens absolutas nas trocas internacionais. Como ponto de partida está o tratamento de Marx a respeito da concorrência entre capitais, dos monopólios, da formação dos preços e dos mecanismos de transferência de valor. A exposição da teoria aqui tratada será contraposta com algumas abordagens marxistas, que apresentam uma compreensão distinta a respeito do funcionamento das trocas de mercadorias e dos fluxos de capitais na esfera internacional. Outra questão central do presente trabalho é o entendimento dado pela teoria clássico-marxista das vantagens absolutas a respeito do processo de transferência de valor...

  7. Concorrência, vantagens absolutas e desenvolvimento desigual : uma abordagem a partir de Marx

    Rodrigues, Lucas
    Essa dissertação tem como objetivo expor a teoria clássico-marxista das vantagens absolutas nas trocas internacionais. Como ponto de partida está o tratamento de Marx a respeito da concorrência entre capitais, dos monopólios, da formação dos preços e dos mecanismos de transferência de valor. A exposição da teoria aqui tratada será contraposta com algumas abordagens marxistas, que apresentam uma compreensão distinta a respeito do funcionamento das trocas de mercadorias e dos fluxos de capitais na esfera internacional. Outra questão central do presente trabalho é o entendimento dado pela teoria clássico-marxista das vantagens absolutas a respeito do processo de transferência de valor...

  8. A competitividade da agricultura brasileira : o Brasil é competitivo no comércio de grãos?

    Luz, Antônio Newton Corrêa da
    O presente trabalho elenca um rol de argumentos que apresentam a agricultura brasileira como um setor dinâmico e pujante da economia brasileira, mostrando que, muito mais do que gerar alimentos, este setor é um dos eixos de crescimento e desenvolvimento econômico, podendo contribuir muito mais para o crescimento de longo prazo da economia brasileira se ativado para este propósito. No entanto, para que se tenha um horizonte de longo prazo é necessário discutir-se a competitividade desse setor, o que é feito a partir da apresentação dos resultados de uma pesquisa de levantamento e comparação de custos de produção de Milho,...

  9. A competitividade da agricultura brasileira : o Brasil é competitivo no comércio de grãos?

    Luz, Antônio Newton Corrêa da
    O presente trabalho elenca um rol de argumentos que apresentam a agricultura brasileira como um setor dinâmico e pujante da economia brasileira, mostrando que, muito mais do que gerar alimentos, este setor é um dos eixos de crescimento e desenvolvimento econômico, podendo contribuir muito mais para o crescimento de longo prazo da economia brasileira se ativado para este propósito. No entanto, para que se tenha um horizonte de longo prazo é necessário discutir-se a competitividade desse setor, o que é feito a partir da apresentação dos resultados de uma pesquisa de levantamento e comparação de custos de produção de Milho,...

  10. A defesa da concorrência no mercado varejista de combustíveis líquidos : teoria, evidências e o uso de filtros para detectar cartéis

    Freitas, Tiarajú Alves de
    Esta tese buscou como tema de pesquisa a defesa da concorrência no mercado varejista de combustível líquido, cujo enfoque principal foi o desenvolvimento de um filtro georreferenciado, como ferramenta de auxílio na detecção de indícios de cartel, aplicado ao combustível gasolina comum. O problema de práticas anticoncorrencias em mercados que operem sob livre concorrência tem sido discutido ao longo do tempo tanto pela literatura quanto pelos operadores de política antitruste. No Brasil, a defesa da concorrência, no âmbito administrativo, está sob a responsabilidade do Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência – SBDC, o qual utiliza um filtro nas investigações sobre...

  11. A defesa da concorrência no mercado varejista de combustíveis líquidos : teoria, evidências e o uso de filtros para detectar cartéis

    Freitas, Tiarajú Alves de
    Esta tese buscou como tema de pesquisa a defesa da concorrência no mercado varejista de combustível líquido, cujo enfoque principal foi o desenvolvimento de um filtro georreferenciado, como ferramenta de auxílio na detecção de indícios de cartel, aplicado ao combustível gasolina comum. O problema de práticas anticoncorrencias em mercados que operem sob livre concorrência tem sido discutido ao longo do tempo tanto pela literatura quanto pelos operadores de política antitruste. No Brasil, a defesa da concorrência, no âmbito administrativo, está sob a responsabilidade do Sistema Brasileiro de Defesa da Concorrência – SBDC, o qual utiliza um filtro nas investigações sobre...

  12. O impacto das tecnologias de informação e comunicação, implantadas a partir de 2003, sobre a estrutura de custos no governo do Rio Grande do Sul

    Silveira, Stefano José Caetano da
    O conceito de governo eletrônico (e-Gov) surgiu do somatório de ações e benefícios proporcionados pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). O produto final deste trabalho é a proposição de um estudo que identifique os custos de produção e os custos de transação, bem como seus respectivos componentes nos projetos do Governo do Rio Grande do Sul analisados antes e depois das modernas soluções de TICs implantadas a partir de 2003, tanto sob a ótica do Estado como do cidadão. Nessa proposta, foi adotado o referencial teórico da Nova Economia Institucional (NEI), focando custos de produção e de transação positivos,...

  13. O impacto das tecnologias de informação e comunicação, implantadas a partir de 2003, sobre a estrutura de custos no governo do Rio Grande do Sul

    Silveira, Stefano José Caetano da
    O conceito de governo eletrônico (e-Gov) surgiu do somatório de ações e benefícios proporcionados pelas Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs). O produto final deste trabalho é a proposição de um estudo que identifique os custos de produção e os custos de transação, bem como seus respectivos componentes nos projetos do Governo do Rio Grande do Sul analisados antes e depois das modernas soluções de TICs implantadas a partir de 2003, tanto sob a ótica do Estado como do cidadão. Nessa proposta, foi adotado o referencial teórico da Nova Economia Institucional (NEI), focando custos de produção e de transação positivos,...

  14. Modelagem e previsão de volatilidade para o setor siderúrgico brasileiro : volatilidade estocástica versus determinística

    Ribeiro, Bruno Passos Spínola
    A busca da correta modelagem e previsão de volatilidade em séries financeiras é o que motiva grande parte dos analistas e gestores de carteiras. Esta dissertação buscou, portanto comparar dois tipos de modelos de volatilidade - determinística e estocástica - para as três principais séries de retornos de ações do setor siderúrgico brasileiro, quais sejam: Gerdau PN (GGBR4), Usiminas PN (USIM5) e CSN ON (CSNA3). Os três ativos apresentaram estruturas semelhantes para suas volatilidades. Para as três séries foram encontradas especificações determinísticas do tipo AR (1) - EGARCH (1,1) e AR (1) - TGARCH (0,1), ambas com volatilidades estimadas muito...

  15. Modelagem e previsão de volatilidade para o setor siderúrgico brasileiro : volatilidade estocástica versus determinística

    Ribeiro, Bruno Passos Spínola
    A busca da correta modelagem e previsão de volatilidade em séries financeiras é o que motiva grande parte dos analistas e gestores de carteiras. Esta dissertação buscou, portanto comparar dois tipos de modelos de volatilidade - determinística e estocástica - para as três principais séries de retornos de ações do setor siderúrgico brasileiro, quais sejam: Gerdau PN (GGBR4), Usiminas PN (USIM5) e CSN ON (CSNA3). Os três ativos apresentaram estruturas semelhantes para suas volatilidades. Para as três séries foram encontradas especificações determinísticas do tipo AR (1) - EGARCH (1,1) e AR (1) - TGARCH (0,1), ambas com volatilidades estimadas muito...

  16. Fatores determinantes dos preços das ações em mercados ineficientes : um estudo do mercado acionário brasileiro no período de 1995 a 2003

    Fritzen, Marcos
    Este trabalho traz interessantes descobertas acerca do comportamento dos preços das ações no mercado acionário brasileiro. Utilizando a metodologia de Haugen e Baker (1996) e seu Modelo de Fator de Retorno Esperado, o estudo mostra que são cinco os fatores determinantes dos preços das ações no mercado brasileiro, considerando o período de janeiro de 1995 a julho de 2003. Dentre os fatores, dois foram obtidos a partir do comportamento dos preços passados das ações, o que evidencia que o mercado não é eficiente nem em sua forma fraca, conforme os conceitos apresentados por Fama (1970). Além disso, fatores como o...

  17. Fatores determinantes dos preços das ações em mercados ineficientes : um estudo do mercado acionário brasileiro no período de 1995 a 2003

    Fritzen, Marcos
    Este trabalho traz interessantes descobertas acerca do comportamento dos preços das ações no mercado acionário brasileiro. Utilizando a metodologia de Haugen e Baker (1996) e seu Modelo de Fator de Retorno Esperado, o estudo mostra que são cinco os fatores determinantes dos preços das ações no mercado brasileiro, considerando o período de janeiro de 1995 a julho de 2003. Dentre os fatores, dois foram obtidos a partir do comportamento dos preços passados das ações, o que evidencia que o mercado não é eficiente nem em sua forma fraca, conforme os conceitos apresentados por Fama (1970). Além disso, fatores como o...

  18. Desenvolvimento de um sistema de custeio baseado em atividades - ABC, como instrumento eficaz para gerenciar custos : estudo de caso desenvolvido em uma empresa do setor de embalagens plásticas

    Luiz, Diógenes Gomes
    O segmento industrial de fabricação de embalagens plásticas, como a maioria dos demais protagonistas da economia nacional, vem se deparando com significativas transformações no mundo dos negócios. As empresas vêm atuando em mercados cada vez mais globalizados e competitivos, com preços de insumos cotados em moeda internacional e, a partir da segunda metade da década de 90, quando de fato se consolidou a estabilidade econômica com o Plano Real, estão sendo levadas a buscar informações sobre métodos de custeio adequados ao contexto da realidade que se apresenta, em razão da inversão da representatividade dos recursos que são consumidos dentro da...

  19. Desenvolvimento de um sistema de custeio baseado em atividades - ABC, como instrumento eficaz para gerenciar custos : estudo de caso desenvolvido em uma empresa do setor de embalagens plásticas

    Luiz, Diógenes Gomes
    O segmento industrial de fabricação de embalagens plásticas, como a maioria dos demais protagonistas da economia nacional, vem se deparando com significativas transformações no mundo dos negócios. As empresas vêm atuando em mercados cada vez mais globalizados e competitivos, com preços de insumos cotados em moeda internacional e, a partir da segunda metade da década de 90, quando de fato se consolidou a estabilidade econômica com o Plano Real, estão sendo levadas a buscar informações sobre métodos de custeio adequados ao contexto da realidade que se apresenta, em razão da inversão da representatividade dos recursos que são consumidos dentro da...

  20. Testando o "dividend discountend model" com ações brasileiras

    Mayrinck, Fabio Henrique Cazeiro de
    Este trabalho avalia a hipótese do Dividend Discounted Model ou Present Value Model, este modelo estabelece que o preço das ações é dado pelos dividendos futuros esperados antecipados por uma taxa apropriada de desconto. Utilizando dados de preços e dividendos de ações brasileiras, para os bancos Bradesco e Itaú, e a metodologia de vetores auto-regressivos, VAR, testamos se este modelo é respaldado empiricamente pelo comportamento dessas ações isoladamente. Como resultado geral temos uma aceitação de alguns aspectos não muito cruciais do modelo e uma forte rejeição da hipótese de que os dividendos sejam o fundamento do preço dessas ações, o...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.