Mostrando recursos 1 - 9 de 9

  1. Associação da derivação gastrojejunal em Y-de-Roux prévia à gestação com os desfechos perinatais, obstétricos e o desenvolvimento cognitivo da prole

    Blume, Carina Andriatta
    Resumo não disponível.

  2. Associação entre níveis séricos de vitamina D, estilo de vida e pressão arterial em pacientes com diabete melito tipo 2 e hipertensão arterial sistêmica

    Moreira, Juliano Soares Rabello
    Introdução e Objetivos: Valores séricos de vitamina D têm sido inversamente associados com índice de massa corporal (IMC) e pressão arterial (PA) na população em geral. Sendo a obesidade um fator de risco para hipovitaminose D e, considerando o fato de a maior parte dos pacientes com diabete melito (DM) tipo 2 serem obesos e hipertensos, o objetivo deste estudo foi avaliar a deficiência de vitamina D com parâmetros nutricionais, metabólicos e níveis de pressão arterial nessa população. Métodos: Neste estudo transversal, pacientes ambulatoriais hipertensos com DM tipo 2 realizaram avaliação clínica, nutricional e laboratorial. PA foi avaliada por medidas...

  3. Estilo de vida sedentário e sua associação com fatores de risco cardiovasculares em adolescentes brasileiros : resultados do ERICA

    Cureau, Felipe V.
    A presença de fatores de risco comportamentais relacionados ao estilo de vida, tais como inatividade física, comportamento sedentário, alimentação não saudável, consumo excessivo de álcool e tabagismo durante a adolescência pode estar associada a um pior perfil cardiometabólico em curto prazo e ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares na idade adulta. Na adolescência, a inatividade física pode ser destacada, uma vez que apresenta prevalência elevada, a qual tende a aumentar com a idade, e também é associada a um grande número de morbidades. O Estudo Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (ERICA) é um estudo multicêntrico de base escolar, de delineamento transversal e...

  4. Aplicabilidade da estimativa da hemoglobina glicada a partir da albumina glicada em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 e diferentes graus de comprometimento renal

    Aguiar, Ana Paula Costa de
    O diabetes mellitus (DM) é uma doença crônica com alto índice de morbidade e mortalidade, sendo considerado um dos maiores problemas de saúde pública do século 21, afetando aproximadamente 415 milhões de pessoas. As complicações em longo prazo do DM incluem a doença renal, a qual pode levar à falência renal, a retinopatia com perda potencial da visão e neuropatia, bem como o risco de amputações. A hemoglobina glicada (A1c) é considerada o parâmetro de referência na avaliação do controle glicêmico de pacientes com DM. No entanto, a mensuração da A1c pode não ser adequada para avaliar as variações em...

  5. Características ultrassonográficas e risco de câncer de tireoide : revisão sistemática e meta-análise de estudos observacionais

    Remonti, Luciana Loss Reck
    Introdução: nódulos de tireoide são uma anormalidade comum podendo ser encontrados em até 70% da população com o uso de ultrassonografia de alta resolução. As características ecográficas dos nódulos são tradicionalmente utilizadas como critérios de risco para malignidade, porém sua acurácia diagnóstica é bastante variável na literatura. Objetivo: avaliar a performance diagnóstica das características ultrassonográficas para carcinoma de tireoide em nódulos não selecionados e naqueles com citologia não diagnóstica na punção aspirativa com agulha fina. Desenho do estudo: revisão sistemática e meta-análise de estudos observacionais Bases de dados: bancos de dados eletrônicos (Medline, Embase) até Julho de 2012 além de...

  6. Associação da atividade física usual com níveis pressóricos aferidos por monitorização ambulatorial de pressão arterial de 24h em pacientes com diabetes melito tipo 2

    Zucatti, Alessandra Teixeira Netto
    Objetivo: Avaliar a associação entre a atividade física usual e o perfil de pressão arterial (PA) de 24-h em pacientes com diabetes tipo 2. Métodos: Foi realizado estudo transversal com 151 pacientes com diabetes tipo 2. A atividade física usual foi avaliada por contagem de passos (pedômetro) e pelo nível de atividade física auto-relatada (Questionário Internacional de Atividade Física, IPAQ versão longa). A PA foi medida no consultório e em 24-h pela monitorização ambulatorial de PA (MAPA). Resultados: A idade média foi de 61,1 ± 8,4 anos; 64% eram mulheres (n=97) e 77% eram brancos (n=116). A duração média do...

  7. Efeito da qualidade do carboidrato da dieta sobre o controle glicêmico e a saciedade em pacientes com Diabetes Melito tipo 2

    Silva, Flávia Moraes
    Resumo não disponível

  8. Metabolismo dos hormônios tireoidianos no carcinoma papilar de tireoide : implicações na tumorigênese e crescimento neoplásico

    Romitti, Mirian
    O câncer de tireoide constitui o tipo de câncer endócrino mais comum, representando aproximadamente 1-1,5% de todas as doenças malignas humanas. O carcinoma papilar de tireoide (CPT) compreende o subtipo mais comum (~80% dos casos) e é caracterizado por um curso indolente e do prognóstico favorável. No entanto, cerca de 20-30% dos pacientes podem apresentar um curso clínico mais agressivo, com elevadas taxas de recidiva. Mutações pontuais nos genes BRAF e RAS, bem como rearranjos RET/PTC e NTRK1 são identificados em mais de 70% dos casos e levam a ativação aberrante da via MAPK. Estudos sugerem que a presença a...

  9. Estudo da associação de polimorfismos no gene receptor do tipo toll 3 (tlr3) e o diabetes mellitus tipo 1

    Assmann, Taís Silveira
    Introdução: O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é uma doença autoimune crônica e progressiva caracterizada por descompensações metabólicas frequentemente acompanhadas por desidratação e cetoacidose. Os agentes virais parecem ter um papel importante no desencadeamento da destruição autoimune que leva ao desenvolvimento do DM1. Entre as cepas virais estudadas, a família dos enterovírus foi associada ao surgimento da doença em humanos. Um dos mediadores do dano viral é o RNA fita dupla (RNAfd) gerado durante a replicação e transcrição do RNA e DNA viral. O gene TLR3 codifica um receptor endoplasmático pertencente à família dos Pattern- Recognition Receptors (PRR), o qual...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.