Mostrando recursos 1 - 6 de 6

  1. Estrutura da comunidade de aves florestais em gradiente altitudinal na porção sul da floresta atlântica brasileira : apoio a planos de manejo/ação em unidades de conservação

    Franco, Danielle
    Embora reduzida e fragmentada relativamente à sua distribuição original, o bioma Mata Atlântica apresenta um dos maiores graus de riqueza e de endemismo faunísticos do mundo, abrigando cerca de 900 espécies de aves. No sul do Brasil, observamos o limite sul deste bioma que se estende ao longo da costa atlântica e sobre as escarpas leste da Serra Geral. Devido à destruição de habitats florestais no extremo sul do estado de Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, diversas de espécies de aves características do bioma sofreram decréscimos significativos nas suas populações. Nesta região, espera-se que as aves respondam...

  2. Lontra longicaudis (OLFERS, 1818) : revisão do conhecimento existente e análise da influência da qualidade da água sobre a sua ocorrência na Bacia do Rio dos Sinos, Rio Grande do Sul, Brasil

    Almeida, Lana Resende de
    A sobre-exploração humana tem causado uma degradação generalizada e perturbação dos ecossistemas de água doce, os mais ameaçados do mundo. A bacia hidrográfica do Rio dos Sinos, no estado do Rio Grande do Sul, é considerada umas mais poluídas do Brasil. Seus cursos d’água estão sob diferentes graus de influência antrópica, bem como seus organismos dependentes. A lontra Neotropical é um mustelídeo semiaquático ameaçado por toda a sua área de distribuição continental onde há conhecimento. Embora a lontra seja um importante organismo para avaliar a qualidade ambiental por apresentar alguma tolerância a ambientes antropizados, pouco se sabe sobre seu status...

  3. Sistemática filogenética e taxonomia de Xenodon dorbignyi (BIBRON) e espécies relacionadas de serpentes Xenodon Boie (Squamata: Dipsadidae)

    Kunz, Tobias Saraiva
    Entre as serpentes do gênero neotropical Xenodon, um grupo que inclui seis espécies atualmente válidas (X. dorbignyi, X. histricus, X. nattereri, X. matogrossensis, X. pulcher e X. semicinctus) se diferencia pela escama rostral elevada, em forma de “pá”, quilhada e projetada posteriormente, separando as internasais. Este grupo de serpentes comumente chamadas “narigudas”, de morfologia especializada, compunha até recentemente o gênero Lystrophis, sinonimizado com Xenodon com base em evidências moleculares. A maioria destas espécies esteve envolvida em alguma confusão taxonômica devido a descrições insuficientes e ausência de revisões abrangentes da variação morfológica. Xenodon matogrossensis, X. pulcher e X. semicinctus apresentam padrão...

  4. Biologia de microlepidópteros (LEPIDOPTERA: GRACILLARIDAE) associados à passifloraceae no Rio Grande do Sul

    Brito, Rosangela
    Os maracujás (Passiflora L.; Passifloraceae) encontram-se amplamente distribuídos na região sul do Brasil e são geralmente associados como hospedeiras de algumas linhagens de Lepidoptera. Dentre elas, destaca-se, de forma inédita neste estudo, uma família de microlepidópteros conhecidas como Gracillariidae, a qual apresenta o hábito de construir minas na epiderme das folhas. Objetivou-se descrever duas novas espécies de gracilarídeos associados a quatro espécies de passifloráceas, ambas ocorrentes no estado do Rio Grande do Sul (RS), abordando aspectos referentes à morfologia e história de vida. Para isso, realizaram-se coletas nos municípios de Porto Alegre e São Francisco de Paula, RS. Os espécimes...

  5. Consequências da alimentação em espécies de Solanum (SOLANACEAE) para o tamanho, a forma e a performance de dois cassidíneos (COLEOPTERA, CHRYSOMELIDAE)

    Boligon, Danessa Schardong
    A variedade de plantas hospedeiras e suas características, bem como a digestão e assimilação dos seus nutrientes por parte dos insetos herbívoros compreendem mecanismos pré- e pós-ingestivos centrais para a interpretação de fenômenos da história de vida dos insetos. Metriona elatior (Klug, 1829) e Gratiana spadicea (Klug, 1829) (Coleoptera, Chrysomelidae, Cassidinae) têm diferente comportamento alimentar; a primeira é considerada oligófaga e ocorre sobre algumas espécies de Solanum e, a segunda, monófaga, tendo sua ocorrência limitada a Solanum sisymbriifolium Lamarck. Neste trabalho, detectamos diferenças comportamentais, através da quantificação do tempo empregado em diferentes atividades (repouso, caminhada, remoção de tricomas, alimentação e...

  6. Análise filogenética e revisão de Sphaerocysta (HEMIPTERA, HETEROPTERA, TINGIDAE)

    Soares, Marcus Rodrigo Guidoti
    O gênero de percevejo de renda Sphaerocysta (Heteroptera, Tingidae), é composto por 12 espécies com distribuição exclusiva para a América do Sul, sendo que apenas S. nosella não é registrada para o Brasil. Ele pode ser caracterizado por: capuz esférico; presença de carenas pronotais (uma ou três); cisto na projeção posterior do pronoto (com exceção de S. egregia); área discoidal com a parte posterior elevada. Somente duas espécies possuem informações sobre imaturos, S. angulata e S. inflata, e somente o quinto ínstar destes táxons foram descritos. O histórico taxonômico do gênero não possui muitos atos nomenclaturais, contando com apenas 4...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.