Mostrando recursos 1 - 6 de 6

  1. Autolesão deliberada em crianças e adolescentes : prevalência, correlatos clínicos e psicopatologia materna

    Simioni, André Rafael
    Contexto: Pouco se sabe a respeito da prevalência e correlatos de autolesão deliberada em jovens de países em desenvolvimento. Além disso, existe uma escassez de estudos avaliando associações clínicas e com psicopatologia familiar ajustando-se para outras comorbidades, especialmente numa faixa etária mais jovem da população (dos 6 aos 14 anos). Objetivos: Nós investigamos a prevalência e as associações de autolesão deliberada em jo- vens desta faixa etária com fatores de risco demográficos (idade, gênero, status socioeconô- mico e etnicidade), clínico (diagnóstico psiquiátrico das crianças) e familiar (diagnóstico psiquiátrico materno) em um grande estudo comunitário no Brasil. Métodos: Participantes (n=2.508) e...

  2. Avaliação dos níveis séricos da Cocaine and Amphetamine Regulated Trascript (CART) em díades de puérperas e recém-nascidos com história de exposição ao crack intrauterino em comparação a díades sem exposição

    Parcianello, Rodrigo Ritter
    A presente dissertação abordou o nível sérico da Cocaine and Amphetamine Regulated Transcript (CART) em uma população altamente vulnerável – díades mães/bebês com história de exposição ao crack na gestação. A CART é um antioxidante endógeno presente desde o período embrionário e ativado por maiores níveis de dopamina. Foram avaliados 57 recém-nascidos expostos (RNE) e 99 não expostos (RNNE), e as suas mães. Utizou-se uma amostragem consecutiva, em um delineamento transversal. Foram considerados potenciais confundidores: dados maternos, como psicopatologia, QI, intensidade do uso de outras substâncias além de crack nos últimos três meses, doenças infecto-contagiosas e outros. Também foram considerados...

  3. Associação entre felicidade e espiritualidade em crianças e adolescentes saudáveis de escolas de Porto Alegre

    Valdivia, Lucianne Jobim
    Introdução: No contexto brasileiro, um levantamento nacional mostrou o alto nível de religiosidade da população brasileira, indicando que 83% dos brasileiros consideram religião como muito importante em suas vidas e mais de um terço frequenta um serviço religioso pelo menos uma vez por semana. Muitos estudos tem sido conduzidos no Brasil e no mundo investigando a relação espiritualidade e saúde, porém a imensa maioria em populações de adultos. O objetivo da atual dissertação é avaliar a associação entre as medidas das variáveis felicidade e espiritualidade em crianças e adolescentes saudáveis entre 9-15 anos estudantes de escolas de Porto Alegre, Brasil....

  4. Substâncias psicoativas no trânsito : estudo sobre fatores de risco e tecnologias de detecção in loco

    Scherer, Juliana Nichterwitz
    O impacto do uso do álcool na condução de veículos automotores foi primeiramente evidenciado concomitantemente ao surgimento dos primeiros automóveis. Desde então, diversos estudos foram realizados a fim de identificar a relação entre o uso de álcool e a capacidade psicomotora de motoristas. Atualmente, já está bem estabelecido que dirigir veículos sob o efeito de álcool aumenta o risco de colisões no trânsito. Por outro lado, dados sobre o impacto de outras substâncias psicoativas (SPAs) além do álcool ainda são escassos na literatura, mesmo com o crescente relato de motoristas envolvidos em colisões no trânsito que testaram positivo para SPAs....

  5. Frequência de doação de tecido cerebral para pesquisa após suicídio

    Longaray, Vanessa Kenne
    INTRODUÇÃO: A obtenção de órgãos para pesquisa é essencial para o estudo da neurobiologia da doença mental. Na comunidade científica internacional há uma demanda crescente para a disponibilização de tecido cerebral humano para estudos sobre a neurobiologia das doenças neuropsiquiátricas, com grande interesse no uso desses tecidos para a investigação dos processos biológicos básicos associados às doenças mentais. No cenário atual, entretanto, biobancos de tecido cerebral dedicados às doenças psiquiátricas são extremamente escassos. OBJETIVO: Descrever a frequência de doação de tecido cerebral para pesquisa por familiares de pessoas que cometeram suicídio MÉTODO: Foram incluídas solicitações para doação de encéfalo a...

  6. Aspectos genéticos no transtorno do pânico

    Dreher, Carolina Blaya
    A herdabilidade estimada do Transtorno do Pânico (TP) é de 28 a 43%, embora ainda permaneça como questão de pesquisa quais os genes envolvidos na sua etiologia. A busca dos genes candidatos para os estudos de associação geralmente é baseada em moléculas envolvidas no tratamento farmacológico, nos agentes que induzem ataques de pânico ou nos estudos de neuroimagem. Genes relacionados ao sistema serotoninérgico, noradrenérgico, eixo hipotálamohipófise- adrenal, entre outros, já foram investigados no TP. Os resultados são ainda pouco conclusivos. Para ampliar o conhecimento nessa área, foram realizados quatro estudos nessa tese. O polimorfismo no promotor do gene transportador da...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.