Mostrando recursos 1 - 3 de 3

  1. Motivações e restrições de naturezas tecnológica e organizacional para o desenvolvimento de agroindústrias de alimentos orgânicos no RS

    Paiva, Ana Raisa Nunes
    No Rio Grande do Sul, grande parte da produção de alimentos orgânicos é realizada por famílias de agricultores ecologistas. Para estes produtores, a agroindustrialização familiar baseada em princípios agroecológicos, além de gerar renda promove a melhoria da qualidade de vida e a recuperação e preservação dos hábitos culturais e do meio ambiente, tendo forte papel no panorama produtivo gaúcho. Apesar da tendência de crescimento do setor ser evidenciada em vários estudos nestes últimos anos, alguns fatores limitantes ao seu desenvolvimento se apresentam, com poucos dados literários contemplando as restrições de natureza tecnológica e de gestão desses sistemas produtivos no RS....
    (application/pdf) - 14-abr-2017

  2. Estratégias de comunicação e desenvolvimento de produtos lácteos funcionais : estudos de caso em pequenas e médias agroindústrias na região sul do Brasil

    Lima, Mateus Silva de
    Esta pesquisa buscou compreender, de forma sistêmica, como as Pequenas e Médias Empresas (PME´s) desenvolvem novos produtos e implementam as estratégias de comunicação, no que se refere aos alimentos lácteos funcionais. Complementarmente, foram analisadas as possíveis restrições e os estímulos gerados pela legislação, nas inovações dessas empresas. Focou-se em unidades da Região Sul do Brasil, devido à representatividade local da cadeia do leite, à recente inserção de grandes empresas e ao perfil diferenciado dos consumidores nessa região. O método de pesquisa foi o de estudos multicaso, triangulando informações obtidas dos colaboradores das organizações, de especialistas externos, de agentes de regulação...
    (application/pdf) - 17-feb-2017

  3. Governança na cadeia do café : o caso do consórcio agrícola de fazendas especializadas no sul de Minas Gerais

    Ferreira, Gabriel Murad Velloso
    A grande magnitude mercadológica do agronegócio do café é caracterizada por um conjunto de atividades complexas e dinâmicas que têm passado por expressivas mudanças. Dentre elas se destaca o nível crescente de exigência dos consumidores, que valorizam cada vez mais os cafés que apresentam características físicas e organolépticas distintas, bem como aspectos sociais, culturais e ecológicos que configuram certo grau de particularidade aos grãos. Essas mudanças têm favorecido o crescimento do mercado de produtos especiais, impondo aos países produtores o desafio de uma constante reflexão sobre os elementos que podem afetar a conquista dessa nova fatia de mercado. Apesar de...
    (application/pdf) - 14-abr-2017

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.