Recursos de colección

Lume, repositório digital da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) (153.101 recursos)

Portal de acesso livre a teses, dissertações, artigos de periódicos, livros, capítulos de livros, trabalhos de conclusão, trabalhos apresentados em eventos, fotos, patentes, entre outras coleções digitais produzidas na Universidade.

Psicologia Social e Institucional

Mostrando recursos 1 - 7 de 7

  1. Para além das ausências no campos psicológico : investigação dos saberes e das práticas emergentes a partir de um acontecimento crítico em Santa Maria/RS/Brasil

    Gonçalves, Camila dos Santos
    O tema desta tese nasceu da desacomodação gerada por uma experiência intensa, a partir do trabalho voluntário enquanto psicóloga nas ações psicossociais ofertadas pós-incêndio em uma boate em Santa Maria/RS/Brasil, no dia 27 de janeiro de 2013. Esse acontecimento crítico mobilizou psicólogos/as de todo o país, o/as quais iniciaram uma atuação ativa junto a outras organizações para o planejamento e atendimento a famílias, sobreviventes, profissionais e população em geral. Esse acontecimento crítico desencadeou um exercício de desacomodação dos saberes vigentes e dominantes no campo da Psicologia, os quais, historicamente, vem contribuindo para a psicologização e patologização da vida ao criar...

  2. Para além das ausências no campos psicológico : investigação dos saberes e das práticas emergentes a partir de um acontecimento crítico em Santa Maria/RS/Brasil

    Gonçalves, Camila dos Santos
    O tema desta tese nasceu da desacomodação gerada por uma experiência intensa, a partir do trabalho voluntário enquanto psicóloga nas ações psicossociais ofertadas pós-incêndio em uma boate em Santa Maria/RS/Brasil, no dia 27 de janeiro de 2013. Esse acontecimento crítico mobilizou psicólogos/as de todo o país, o/as quais iniciaram uma atuação ativa junto a outras organizações para o planejamento e atendimento a famílias, sobreviventes, profissionais e população em geral. Esse acontecimento crítico desencadeou um exercício de desacomodação dos saberes vigentes e dominantes no campo da Psicologia, os quais, historicamente, vem contribuindo para a psicologização e patologização da vida ao criar...

  3. Uma palavra para dizer o murmurar dos ventos : a urgência como constituinte da subjetivação contemporânea

    Bottoni, Francine Delavald
    Esta pesquisa toma a ficção como um método que nos permite complexificar as tramas sensíveis-conceituais com o mundo. Partindo de narrativas da personagem Helena, cartografam-se as linhas que configuram a questão da urgência entre uma lógica disciplinar e uma lógica do controle. De uma urgência concebida como acontecimento extraordinário, a ser isolado em um espaço e disciplinado por protocolos biomédicos, para uma urgência intensiva, constituinte do nosso cotidiano e de seus processos de subjetivação. Pelas narrativas de Helena, apreendemos as diversas operações de ambas as modulações da urgência, bem como entrevemos brechas para desviar das mesmas em fugas: a literatura...

  4. Uma palavra para dizer o murmurar dos ventos : a urgência como constituinte da subjetivação contemporânea

    Bottoni, Francine Delavald
    Esta pesquisa toma a ficção como um método que nos permite complexificar as tramas sensíveis-conceituais com o mundo. Partindo de narrativas da personagem Helena, cartografam-se as linhas que configuram a questão da urgência entre uma lógica disciplinar e uma lógica do controle. De uma urgência concebida como acontecimento extraordinário, a ser isolado em um espaço e disciplinado por protocolos biomédicos, para uma urgência intensiva, constituinte do nosso cotidiano e de seus processos de subjetivação. Pelas narrativas de Helena, apreendemos as diversas operações de ambas as modulações da urgência, bem como entrevemos brechas para desviar das mesmas em fugas: a literatura...

  5. A ficha de comunicação de aluno infrequente como tecnologia de gestão

    Roos, Renata Amélia
    A presente tese tem como tema a Ficha de Comunicação de Aluno Infrequente (FICAI). O objetivo é indicar como ela age enquanto tecnologia, as articulações e condições necessárias para seu surgimento e as controvérsias presentes no momento da sua implementação, bem como problematizar a questão da judicialização. Para tanto, utilizaram-se múltiplas fontes de dados e diferentes procedimentos metodológicos. Foram realizadas entrevistas com representantes da Secretaria de Educação de Porto Alegre, do Ministério Público e do Conselho Municipal de Educação de Porto Alegre, que também disponibilizaram esclarecimentos e forneceram materiais para estudo. Além das entrevistas e da consulta a documentos oficiais,...

  6. A ficha de comunicação de aluno infrequente como tecnologia de gestão

    Roos, Renata Amélia
    A presente tese tem como tema a Ficha de Comunicação de Aluno Infrequente (FICAI). O objetivo é indicar como ela age enquanto tecnologia, as articulações e condições necessárias para seu surgimento e as controvérsias presentes no momento da sua implementação, bem como problematizar a questão da judicialização. Para tanto, utilizaram-se múltiplas fontes de dados e diferentes procedimentos metodológicos. Foram realizadas entrevistas com representantes da Secretaria de Educação de Porto Alegre, do Ministério Público e do Conselho Municipal de Educação de Porto Alegre, que também disponibilizaram esclarecimentos e forneceram materiais para estudo. Além das entrevistas e da consulta a documentos oficiais,...

  7. Livre para fracassar : um encontro com a trilogia erótica de Hilda Hilst - oscilações da gravidade

    Duarte, Andrea Fricke
    A tese propõe um encontro da trilogia pornográfica da escritora brasileira Hilda Hilst com o pesquisador, e decidiu-se pela forma do ensaio. A trilogia, composta pelos livros O Caderno Rosa de Lori Lamby (1990), Cartas de um Sedutor (1991) e Contos d’escárnio/Textos Grotescos (1992) apresentam uma mudança na trajetória da escritora, que anuncia na passagem para a escrita pornográfica, uma desistência da “literatura séria” e, por fim, entre os anos 1998 - 2004, a escritora assume um novo discurso: a desistência da literatura, quando declara publicamente: “não tenho mais nada a dizer”. Para investigar esses períodos, foi feita uma imersão...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.