Sunday, November 23, 2014

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía
 

rss_1.0 Recursos de colección

SciELO Brasil - Scientific Electronic Library Online (76,895 recursos)
SciELO (Scientific Electronic Library Online) is an electronic library covering a selected collection of Brazilian scientific journals. The objective of the site is to implement an electronic virtual library, providing full access to a collection of serial titles, a collection of issues from individual serial titles, as well as to the full text of articles. The project envisages the development of a common methodology for the preparation, storage, dissemination and evaluation of scientific literature in electronic format.

Cadernos Pagu

Mostrando recursos 1 - 20 de 142

1. O psicólogo com o bisturi na mão: um estudo antropológico da cirurgia plástica - Feriani,Daniela

2. Um pequeno guia ao pensamento, aos conceitos e à obra de Judith Butler - Rocha,Cássio Bruno Araujo

3. Entre Judith Butler en disputa y Deshacer a Judith Butler - Cornejo,Giancarlo

4. Brincar de gênero, uma conversa com Berenice Bento - Dias,Diego Madi

5. A linguagem importa? Sobre performance, performatividade e peregrinações conceituais - Borba,Rodrigo
Os conceitos de performance e performatividade desenvolvidos por Judith Butler tornaram-se bastante populares em estudos brasileiros sobre identidades. No entanto, tais estudos, em grande parte, relegam ao segundo plano (quando não esquecem totalmente) um aspecto central da aposta butleriana: a linguagem. Neste artigo, desenho uma apreciação genealógica das peregrinações que tais conceitos efetuaram em diferentes disciplinas e argumento que atentar à vida linguística que indivíduos produzem, na qual estão imersos e pela qual são produzidos, é um vetor central na análise de performances identitárias.

6. Mulheres e leitoras: entre oralidade e escrita, espaços privados e públicos - Bortolanza,Ana Maria Esteves
Neste estudo abordamos as mulheres e suas práticas de leitura, historicamente construídas, nas relações oralidade e escrita, espaços privados e públicos, em três momentos históricos. Partimos do mito de Pandora descrito pelo poeta Hesíodo e das mulheres atenienses denominadas por Lessa de modelo de Mélissa. Em seguida, apresentamos leitoras da Idade Média por meio de pinturas em diferentes gêneros e estilos: renascentistas, barrocas, do maneirismo, avançando para imagens realistas, do século XV e do século XVIII. Finalmente apresentamos dados sobre as práticas de leitoras brasileiras entre 15 e 64 anos, publicados no livro Letramento no Brasil (2004). Esses três recortes...

7. Rachel de Queiroz e o romance de 30: ressonâncias do socialismo e do feminismo - Oliva,Osmar Pereira
Este trabalho pretende discutir, na perspectiva de gênero, os romances de Rachel de Queiroz publicados na década de 30, ressaltando as representações do feminino e as ressonâncias do socialismo e do feminismo. Em sua maioria, as personagens femininas criadas pela autora cearense lutam por igualdade social, reivindicam liberdade de pensamento e poder de decisão nas relações afetivas e procuram resistir à subordinação ao masculino.

8. Quem "se garante" no forró eletrônico? - produzindo diferenças em contextos de fronteira e ebulição social - Marques,Roberto
A partir de dados etnográficos e descrição das espacialidades das festas de forró eletrônico ao sul do Ceará, discutimos como, a despeito das informações excessivamente marcadas pela polarização entre masculino e feminino nas músicas e no palco das festas, a etnografia e a textualização a partir da presença contínua e dialógica com seu público podem lançar luzes sobre diferentes formas de agência, hierarquias não lineares, diferenciação e trânsitos espaciais complexos nesse ambiente "rural" de anonimato.

9. Quando a intimidade sobe e desce as escadas da zona boêmia de Belo Horizonte - Marina Veiga,França
Este artigo aborda permeabilidades entre diferentes tipos de relações que envolvem intimidade e troca econômica. Trata do papel dos afetos na prostituição na zona boêmia de Belo Horizonte e sua importância no atendimento de clientes em interações rápidas e, especialmente, em relações que envolvem trocas mais complexas entre prostitutas e clientes. Problematiza a demarcação entre interesses e sentimentos no comércio do sexo e também nas relações pessoais de prostitutas que, como outras pessoas, estabelecem diversas conexões entre vida econômica, afetiva e sexual.

10. Kátia Tapety: ora mulher, ora travesti? Gênero, sexualidade e identidades em trânsito no Brasil - Gontijo,Fabiano
Servindo-nos da trajetória de Kátia Tapety - a primeira travesti eleita a cargo político no Brasil - e baseando-nos nos estudos seminais de Peter Fry, esboçaremos algumas reflexões sobre as articulações transitivas dos sistemas de representações sobre a sexualidade no Brasil e as maneiras peculiares como sexualidade e gênero, enquanto poderosos marcadores sociais da diferença, se relacionam na base desses sistemas de representações.

11. Espaço, profissão e gênero: mobilidade e carreira entre juízes e juízas no Estado de São Paulo - Marques Jr,Gessé
Por meio de pesquisa realizada com juízes e juízas no estado de São Paulo, este artigo revela que, apesar de um discurso interno e de diretivas institucionais igualitárias, a carreira desses profissionais é marcada por diferenças e desigualdades de gênero. Este trabalho faz uma interconexão entre gênero, profissão e espaço, e mostra como a construção das carreiras dos juízes(as) analisados está relacionada com a capacidade individual de mobilidade e deslocamento espacial no estado.

12. Um tipo diferente de diferença na elite política: perfis políticos e inserções culturais de parlamentares brasileiras - Reis,Eliana Tavares dos
O artigo analisa perfis e inserções de oito parlamentares brasileiras que se notabilizaram tanto na ocupação de posições políticas (administrativas e eletivas) como em meios culturais (universidades, institutos, meios midiáticos, entre outros). A questão mais geral que se coloca é quem são essas mulheres, quais os recursos mobilizam e em que condições conseguem se alocar num espaço no qual são tão raras? Triplamente raras, porque se distinguem da maioria das mulheres ao entrar na competição política; dos outros políticos por serem mulheres; e da maioria dos políticos, homens e mulheres, por ocuparem o topo da hierarquia política e se destacarem,...

13. O gênero na política: a construção do "feminino" nas eleições presidenciais de 2010 - Mota,Fernanda Ferreira; Biroli,Flávia
Este artigo discute as relações entre mídia, gênero e eleições por meio da análise da cobertura jornalística do Jornal Nacional da Rede Globo e do Horário Gratuito de Propaganda Eleitoral durante a campanha de 2010, com foco na cobertura e nas inserções das/os principais candidatas/os à Presidência da República, Dilma Rousseff, José Serra e Marina Silva. Não se propõe uma análise ampla da cobertura ou das estratégias eleitorais, mas um estudo sobre as marcas de gênero nesse material. Analisamos em que medida e de que forma o gênero marca a imagem de candidatas e candidato, no discurso jornalístico e no...

14. Mulheres, direitos políticos, gênero e feminismo - Prá,Jussara Reis
Este artigo examina os direitos políticos das mulheres na história recente da América Latina, focalizando os quatro países da região que elegeram mulheres presidentes a partir de meados dos anos 2000 - Argentina, Brasil, Chile e Costa Rica. O estudo reflete sobre os avanços e os desafios na esfera da participação e da representação política feminina, com base em estudos e pesquisas feministas sobre gênero e política e nas recomendações do Comitê de monitoramento da Convenção sobre a Eliminação de todas as Formas de Discriminação contra a Mulher aos países examinados.

15. Entre eleitoras e elegíveis: as mulheres e a formação do eleitorado na democracia brasileira - quem vota? quem se candidata? - Álvares,Maria Luzia Miranda
Este artigo examina a formação do eleitorado brasileiro nas constituições, nas leis eleitorais e numa literatura histórica específica, observando o tratamento dado aos/às cidadãos/ãs brasileiros/as como eleitores e elegíveis e a formação estatutária do filiado partidário. Nessa abordagem afloram as formas de exclusão e inclusão a que foram submetidas as mulheres brasileiras, quais estratégias elas usaram para transpor a discriminação contida nas leis e suas conquistas de cidadania política, abrindo espaço pela exigência à educação formal, pela diversidade da carreira profissional e pela revisão do Código Civil. Gradualmente, os obstáculos à participação política das brasileiras foram cassados, com as denúncias...

16. Desafios à despatriarcalização do Estado brasileiro - Matos,Marlise
Este artigo debate o tema da despatriarcalização do Estado brasileiro, especialmente, a partir da dinâmica de participação/representação nos âmbitos dos poderes Executivo e Legislativo. Esse é um processo em curso no Brasil (e também em outros países latino-americanos). O artigo trás uma contribuição ao debate sobre as agendas de descolonização das nossas sociedades e também do Estado, numa perspectiva em que o marcador de gênero não seja tratado perifericamente, mas como elemento estratégico para a descolonização/despatriarcalização do Estado, um dos eixos centrais de análise das opressões de origem patriarcal. Mas para chegar a esse ponto foi necessário um percurso longo...

17. Para além da sociedade civil: reflexões sobre o campo feminista - Alvarez,Sonia E.
Este artigo propõe uma linguagem conceitual, um aparelho interpretativo e uma nova unidade de análise para repensarmos as dinâmicas e mudanças dos feminismos no Brasil e América Latina. Enquadrando os feminismos como campos discursivos de ação, elabora uma revisão narrativa de três momentos na trajetória dos feminismos contemporâneos à luz dessa abordagem analítica: 1) o "centramento" e a configuração do feminismo no singular; 2) o descentramento e pluralização dos feminismos e o "mainstreaming" (fluxos verticais) do gênero; e 3) o momento atual de "sidestreaming" (fluxos horizontais) dos feminismos plurais e a multiplicação de campos feministas.

18. Apresentação - Araújo,Angela Maria Carneiro; Prá,Jussara Reis

19. Corpo, envelhecimento e felicidade - Castro,Talita

20. Migração, trabalho doméstico e afeto - Bernardino-Costa,Joaze

Página de resultados:
 

Busque un recurso