Mostrando recursos 1 - 20 de 110

  1. Reflexões sobre a descrição de substantivos e adjetivos em livros didáticos

    Miz, Karina Elisa da Rocha
    Este artigo analisa a forma como substantivos e adjetivos são descritos em livros didáticos do Ensino Médio. O desenvolvimento desta proposta baseia-se nas descrições apresentadas por linguistas e gramáticos para a caracterização dessas duas classes gramaticais. Os gramáticos estudados são: Cunha e Cintra (2008), Rocha Lima (2002) e Bechara (2006); e os linguistas são: Câmara Jr. (1982), Perini (1996), Pinilla (2008) e Basílio (1987). O trabalho procura mostrar a necessidade de se delimitar os traços semânticos, morfológicos e sintáticos para uma definição adequada das classes de palavras.

  2. Integração fala/escrita :

    Bianchi, Letícia Corrêa Bitencourt
    O presente artigo discute o que teóricos dizem ser “trabalho sobre oralidade e escrita” em sala de aula, o que propõem os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs) a este respeito e como algumas atividades podem levar o professor a mostrar aos seus alunos as diversas possibilidades de expressão na sua língua e com eles interpretar e produzir textos. Para isso, apresentar-se-ão teorias sobre a integração fala/escrita para em seguida propor atividades que partirão da própria realidade do aluno. Tais atividades serão baseadas nos pressupostos teórico-metodológicos dos PCNs, para mostrar que o estudo da variação entre as modalidades oral e escrita cumpre...

  3. Constituição do sujeito leitor :

    Medeiros, Cristiana Quadros de
    O presente artigo tem por objetivo promover uma reflexão sobre a leitura presente na escola e a importância de um trabalho que vise o aluno leitor, considerando a situação precária das atividades leitoras no ensino aprendizagem de Língua Portuguesa. Questionam-se as práticas centradas na mera identificação e classificação de elementos presentes nos textos. Tais procedimentos não exploram a leitura como o processo complexo que ela realmente é. Preconizase neste artigo o pressuposto de que há uma relação complexa entre autor, leitor e texto, de forma que o leitor é parte fundamental do processo de leitura, pois é nele que os...

  4. Prova de seleção como gênero discursivo : aplicações pedagógicas

    Cambruzzi, Viviane
    Neste trabalho analisa-se uma prova de Língua Portuguesa, como gênero discursivo, a partir de modelo proposto por Jean-Paul Bronckart. A análise objetiva preparar alunos do Ensino Fundamental para ler, compreender e interpretar a prova de forma autônoma, evitando que a falta de interação com o gênero seja um empecilho à concretização do conhecimento. Nesse sentido, além de examinar o papel da leitura em sala de aula, primeira condição para a compreensão e para a interpretação dos enunciados, investiga-se a estrutura da prova em suas relações contextuais e cotextuais. O corpus se constitui da prova mais recente de seleção ao Ensino...

  5. O ensino de leitura através da organização tópico-comentário

    Moraes, Daiana Apollo de
    Neste artigo, proponho estratégias de leitura voltadas para a organização tópica dando ênfase ao tópico-comentário, evidenciado na análise do poema “O Pardalzinho” de Manuel Bandeira. Meu objetivo é apontar que, quando o aluno lê, ele desenvolve a habilidade de compreender a organização/estrutura do texto(de forma linear), compreendendo, que esta organização, que envolve uma sequência não tradicional de sujeito/predicado, abarca muitos aspectos linguísticos, tais como compreensão da organização sintática, da pontuação e do sentido envolvidos na constituição do texto.

  6. O reflexo da leitura na produção textual : análise dos resultados de uma sequência didática de texto argumentativo

    Paiva, Camilla Freitas
    O intuito do presente artigo é fazer uma análise do reflexo das leituras realizadas por alunos de 9º ano em suas produções textuais. Para tanto, utilizaremos um corpus formado por textos argumentativos produzidos pelos alunos durante a aplicação de um projeto que teve como eixo temático a gravidez na adolescência. Nosso objetivo é perceber de que forma a leitura de diversos gêneros, pertencentes ao mesmo eixo temático, atua nas escolhas lexicais e no sentido do texto dos alunos. Nesse sentido, faremos uma breve exposição das principais concepções de leitura existentes, além de analisarmos dois documentos (os Parâmetros Curriculares Nacionais de...

  7. Leitura e tecnologias da informação e comunicação : desafios da educação na era digital

    Martins, Caren Vanessa Capaverde
    O presente trabalho objetiva refletir sobre o papel da leitura em um mundo dominado por tecnologias digitais que influenciam diretamente a vida dos indivíduos. Para responder às questões que norteiam este estudo − quais sejam: como as tecnologias da informação, tão presentes no cotidiano dos alunos, podem interferir no processo de leitura? Como a leitura torna-se interessante diante de tantos recursos digitais? Qual o papel do professor e da escola na sociedade contemporânea? −, buscamos auxílio em autores renomados para saber sobre como ocorre o processo de leitura, bem como refletimos sobre a era digital no contexto escolar e as...

  8. Variação entre futuro do pretérito e pretérito imperfeito na expressão de hipótese

    Lemos, Fernando Pereira
    Este trabalho procura analisar a alternância entre o uso do pretérito imperfeito e do futuro do pretérito do indicativo nas formas sintética (estudava e estudaria) e perifrástica (ia estudar e iria estudar; devia estudar e deveria estudar; podia estudar e poderia estudar) em construções realizadas para expressar a ideia de hipótese (irrealis) em entrevistas. O objetivo é verificar se os fatores que outros estudos identificaram como condicionantes da variação em registros diversos também se manifestam num corpus que, acreditamos, reflete de modo mais uniforme o que seria a “fala culta nacional”. Foram utilizadas quatro entrevistas reproduzidas da revista Caros Amigos,...

  9. Uma abordagem gramatical das estruturas interrogativas diretas em contos de Machado de Assis e Rubem Fonseca

    Pereira, André da Luz
    A capacidade de elaborar perguntas e construir respostas é aspecto relevante no domínio da língua. O uso adequado destes recursos está relacionado à competência comunicativa (fala, escrita, interpretação e produção). Este artigo tem por objetivo fazer um levantamento introdutório dos estudos gramaticais referentes às estruturas interrogativas, identificando pontos que possam ser utilizados para estudo dos fenômenos relacionados ao tema, bem como levantar pontos que possam ser aprofundados em estudos posteriores, oferecendo subsídios para instrumentalizar o ensino de língua portuguesa. Para isso, busca refletir sobre as estruturas interrogativas nos estudos de uma gramática tradicional (GT) e de uma gramática descritiva do...

  10. Estudo de sujeito : uma proposta textual para o ensino médio

    Souza, Sônia de
    O presente artigo apresenta uma proposta de unidade de ensino de Língua Portuguesa para o Ensino Médio. Primeiramente, analisamos um capítulo de livro didático, que será adotado em uma escola da rede pública de Porto Alegre/RS, e constatamos que os conteúdos gramaticais tradicionais ainda são trabalhados de forma descontextualizada. A partir dessa análise, propomos uma visão diferenciada de ensino de língua por meio de atividades integradas entre texto e conteúdos gramaticais (tradicionais), procurando ainda explorar alguns de seus aspectos “funcionais” para o texto.

  11. A abordagem da voz passiva em livros didáticos de português para estrangeiros e inglês para brasileiros : uma análise preliminar sob a perspectiva da linguística funcional

    Mendonça, Simone Maciel
    Este trabalho tem por propósito verificar, sob a perspectiva da Linguística Sistêmico-Funcional, como livros didáticos de português para alunos estrangeiros e de inglês para alunos brasileiros abordam a voz passiva. Para tanto, foram analisados seis livros didáticos, três voltados ao ensino de português para estrangeiros e três destinados ao ensino de inglês para brasileiros. A tendência encontrada nessa amostra demonstra que o tratamento referente à voz passiva é limitado do ponto de vista funcional tanto nos materiais em português quanto nos em inglês. Dessa forma, a partir da análise dos dados coletados para este estudo, percebe-se a necessidade de que...

  12. Subirusdoistiozin : o rap como resistência no contexto escolar

    Susin, Camila
    O rap, vertente musical do movimento cultural hip-hop, apresenta-se como delator das injustiças sociais, mas também como difusor de marcas culturais de determinadas comunidades. Assim, com variações linguísticas e gírias, a canção “Subirusdoistiozin”, do rapper Criolo, retrata o falar da população do Grajaú e marcas de resistência sociocultural. Amparado pelas gramáticas nuclear e periférica, este trabalho visa uma análise linguística da canção para mostrar essas marcas e contribuir para que o rap faça parte do contexto escolar como um mecanismo de resistência. Desse modo, aproximando a cultura à sala de aula, espera-se que os alunos possam compreender a importância de...

  13. A origem e o uso da pontuação na gramática de língua portuguesa

    Perroni, Priscila Braga Costa
    O projeto desenvolvido tem por objetivo em fazer uma investigação sobre a história da ortografia, origem dos sinais de pontuação e realizar uma reflexão sobre o ensino dos sinais de pontuação nas escolas e como os alunos empregam esse conhecimento nas produções textuais. Para realizar a pesquisa foi necessário coletar produções textuais do ensino médio de uma escola estadual de Porto Alegre para observar os principais problemas dos alunos, em relação à pontuação, avaliação de livros didáticos, ensino fundamental e médio, e artigos acadêmicos. De um modo geral, os alunos apresentaram muitas dificuldades na utilização de sinais como: vírgula e...

  14. Leitura literária refletida : sugestão de trabalho com literatura nos anos finais do ensino fundamental

    Reis, Ânia Dóris dos Santos
    Este trabalho procura incentivar o trabalho de literatura nos anos finais do Ensino Fundamental, levando em consideração toda a contribuição que as obras literárias podem oferecer ao amadurecimento do sujeito e à sua humanização. Para tanto, é proposta uma atividade que relaciona a leitura literária à reflexão feita de si e do mundo que o cerca, numa tentativa de significar e ressignificar paradigmas. Para tanto, é proposta a atividade de leitura literária refletida, com intuito de o aluno vivenciar o ser diferente, por meio da leitura do livro Aventuras de Alice no País das Maravilhas, de Lewis Carroll. Essa atividade...

  15. Reflexões sobre as contribuições de Fernão de Oliveira para descrições linguísticas atuais

    Soares, Karine de Vargas
    Trata-se, neste artigo, de buscar na contemporaneidade reflexos do pensamento linguístico de Fernão de Oliveira. Para tanto, é apresentado o contexto histórico no qual sua gramática emerge e a síntese de suas principais contribuições. Os estudos desenvolvem-se por meio da análise de escritos e compara a Gramática da linguagem portuguesa, de Fernão de Oliveira (1536) e A nova gramática do português contemporâneo, de Celso Cunha e Lindley Cintra (2007). Em especial, o entendimento de Fernão sobre alguns conceitos linguísticos será aqui observado, procurando-se, assim, verificar a influência de Fernão de Oliveira nos achados linguísticos da atualidade.

  16. Referenciação no texto : o que há no livro didático

    Silva, Susana Miranda da
    Este trabalho tem por objetivo analisar livros didáticos de língua portuguesa, voltados ao Ensino Fundamental, a fim de verificar como é abordada a questão da coesão nominal no texto. Para tanto, analisamos no corpus, especificamente, as atividades que envolvem o conteúdo pronominal. O trabalho foi desenvolvido da seguinte forma: primeiramente, apresentamos algumas considerações relevantes sobre texto e textualidade, bem como sobre os mecanismos de coesão e referenciação por anáforas. Num segundo momento, apresentamos os dados obtidos na análise e discutimos as atividades desenvolvidas pelos materiais didáticos. Para finalizar, apresentamos propostas de atividades para abordagem do tema a partir de uma...

  17. O modo verbal subjuntivo : uma proposta de ensino

    Reis, Roberta Pacheco dos
    O estudo do modo verbal subjuntivo em ambiente escolar nem sempre é satisfatório, pois o material didático disponível, muitas vezes, não contribui para um entendimento eficaz desse conteúdo. Por esta razão, o presente artigo trata, inicialmente, da análise de seis gramáticas da língua portuguesa, focando o estudo para uso em sala de aula. Em seguida, expõe-se o resultado de dois exercícios aplicados em duas turmas do terceiro ano do Ensino Médio, da rede pública estadual e, por fim, sugere-se atividades mais reflexivas, que se acredita que contribuam de uma forma mais eficaz ao aprendizado, sobre este conteúdo para uso do...

  18. A perspectivas para o trabalho de conceitos gramaticais em língua portuguesa

    Martini, Louise Fernanda dos Santos
    Este artigo propõe esclarecer e apresentar quais as contribuições do Método Montessoriano para o ensino de Língua Portuguesa das séries iniciais às finais do Ensino Fundamental. Trata-se de um método que, há mais de um século, já propunha uma educação na qual se valorizava muito mais a liberdade da criança do que os métodos ditos tradicionais, constituindo-se como uma educação libertadora, visando à formação de um indivíduo pensante e capaz de desenvolver sozinho sua aprendizagem e, assim, desempenhar sua autonomia. Esse método, cuja base filosófica é o positivismo, se constitui em uma metodologia que pode atender melhor ao desenvolvimento infantil,...

  19. Uma análise dos valores sintático-semânticos da forma verbo-nominal gerúndio

    Castro, Christian Fagner Pizzolatto de
    Este estudo busca investigar os usos atribuídos à forma verbo-nominal gerúndio discutindo a sintaxe e a semântica dessa estrutura em uma amostra de corpus textual do português brasileiro. Com efeito, elaborou-se uma breve descrição dos valores sintáticos e semânticos do gerúndio contidos na literatura gramatical de cunho mais normativo a fim de compará-los aos usos comumente observados em textos escritos de caráter escolar. Para tanto, foram extraídos excertos de redações do Banco de Redações do site UOL e analisadas construções em que o uso do gerúndio extrapola o comportamento previsto nas Gramáticas Normativas. Verificou-se que há usos bastante diversos –...

  20. Funções sintáticas dos sintagmas

    Lerner, Ana Lúcia
    O presente trabalho tem por objetivo a análise dos sintagmas preposicionais em português, com o intuito de compreender o motivo pelo qual há discrepância em sua classificação. Esta pesquisa também pretende auxiliar os professores de Português e, consequentemente, facilitar o entendimento do tema por parte dos alunos.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.