Recursos de colección

Biblioteca Digital do IPB (53.442 recursos)

A Biblioteca Digital do IPB, tem por objectivo divulgar e permitir o livre acesso à produção científica produzida pela comunidade académica, promovendo a integração, partilha e a visibilidade da informação científica e garantindo a preservação da memória intelectual do Instituto Politécnico de Bragança.

DEG - Teses e Dissertações

Mostrando recursos 1 - 9 de 9

  1. Sobre a avaliação de empresas não cotadas na bolsa pelo método CVA aplicação às PME’S do sector do azeite em Trás-os-Montes

    Fernandes, António B.
    A avaliação de empresas não cotadas na bolsa tem sido uma preocupação constante dos gestores, detentores do capital e demais “stakeholders”, podendo satisfazer vários objectivos. No presente trabalho, e como ponto de partida, começamos por aplicar o método do CVA – “Cash Value Added”, por julgarmos ser, após uma cuidada revisão da literatura, particularmente adequado à avaliação do tipo de Empresas objecto do presente trabalho. Procedemos, posteriormente, a uma análise de sensibilidade e de simulação, ao método de avaliação em causa, a fim de estimar o risco associado à determinação do respectivo valor obtido. Esta é, a nosso ver, uma outra...

  2. O estado da arte em projectos de investimento - a importância da análise não financeira na prática das empresas portuguesas

    Moutinho, Nuno
    Dadas as limitações da análise de âmbito financeiro na avaliação de projectos – resultantes da não incorporação de aspectos de natureza qualitativa, intangíveis e subjectivos – é de esperar que outros factores, de índole não financeira, possam afectar a implementação de projectos de investimento. As técnicas de avaliação não financeira fornecem informação sobre factores menos tangíveis e espera-se que consigam identificar vantagens competitivas de um projecto de investimento, que as técnicas financeiras não conseguem captar. Alguns estudos empíricos verificam existirem outros aspectos, para além dos financeiros, na avaliação de projectos. No contexto português, por exemplo, Rodrigues (1999) evidencia que, em...

  3. Determinantes da estrutura de capitais das empresas Cotadas Portuguesas: evidência empírica usando modelos de dados em painel

    Rogão, Márcia
    O artigo de Modigliani e Miller (1958) referente à irrelevância da estrutura de capitais sobre o valor da empresa originou o surgimento de diversos modelos teóricos e empíricos, nomeadamente a teoria do Trade-off, da Pecking Order e do Market Timing. Assim, o presente estudo tem como objectivo identificar as teorias predominantes nas decisões da estrutura de capitais das empresas cotadas portuguesas, utilizando como metodologia de investigação os modelos estáticos de painel e os estimadores dinâmicos, recorrendo a uma amostra de 41 empresas não financeiras, durante um período de análise entre 1991 e 2004. Na análise dos factores determinantes da estrutura de...

  4. Bens de domínio público: classificação, avaliação e contabilização em Portugal

    Alves, Jorge
    O propósito e preocupação da elaboração de um inventário, onde constem todos os bens do Estado, quer do domínio privado, quer público, existe há muito tempo. Tal desígnio deve-se ao facto de, através do inventário actualizado, ser possível comparar o valor de todos os bens e direitos do Estado com o valor da dívida pública, calcular de forma correcta o valor do Produto Interno Bruto e elaborar um Balanço do Estado. Apesar de algumas tentativas falhadas ao longo de algumas décadas, vivemos hoje uma profunda Reforma da Administração Financeira do Estado, em que um dos passos fundamentais se iniciou com...

  5. Bens de domínio público: classificação, avaliação e contabilização em Portugal

    Alves, Jorge
    O propósito e preocupação da elaboração de um inventário, onde constem todos os bens do Estado, quer do domínio privado, quer público, existe há muito tempo. Tal desígnio deve-se ao facto de, através do inventário actualizado, ser possível comparar o valor de todos os bens e direitos do Estado com o valor da dívida pública, calcular de forma correcta o valor do Produto Interno Bruto e elaborar um Balanço do Estado. Apesar de algumas tentativas falhadas ao longo de algumas décadas, vivemos hoje uma profunda Reforma da Administração Financeira do Estado, em que um dos passos fundamentais se iniciou com...

  6. O Balanced Scorecard e a sua aplicação às instituições de ensino superior público

    Ribeiro, Nuno A.
    A gestão de uma organização, na actualidade, é por si só um grande desafio. Os sistemas tradicionais de informação para a gestão não permitem responder a esse desafio, dado que apresentam várias debilidades e insuficiências. O Balanced Scorecard poderá então ser um instrumento de gestão estratégica imprescindível. A formulação dos objectivos, das iniciativas estratégicas, das metas e dos indicadores, pelas quatro perspectivas e considerando as relações causa-efeito entre elas, permite uma gestão mais consentânea com a nova realidade. A utilização do Balanced Scorecard é já uma realidade em várias organizações da administração pública de todo o mundo. Algumas, consideram que este instrumento permite melhorar o planeamento estratégico e consequentemente...

  7. O valor a partir da informação financeira. Um caso particular da “imagem fiel”: o sector do Vinho do Porto

    Pires, Amélia M.M.
    Este trabalho foi desenvolvido com o objectivo de se proceder a uma avaliação crítica de todos os factores que concorrem para a formação do valor na empresa e, neste particular, identificar as insuficiências que o modelo contabilístico actualmente em vigor em Portugal apresenta. Assim, e em linhas muito gerais, propomo-nos questionar a não observância de alguns princípios e dos seus efeitos, designadamente em relação aos princípios de verdade, justiça e equidade, enquanto fundamentos básicos da estrutura conceptual da contabilidade. Muito se tem discutido acerca da capacidade da contabilidade para cumprir com aqueles que julgamos serem os seus objectivos elementares, nomeadamente...

  8. Sobre os descontos-prémios dos fundos de investimento fechados no contexto da teoria do sentimento do investidor

    Monte, Ana Paula
    A persistência e existência dos descontos/prémios relativos aos fundos de investimento fechados tem intrigado a comunidade financeira, quer académicos quer práticos, pois parece desafiar a eficiência dos mercados e teoria sobre avaliação de activos. Pelo facto das acções dos fundos de investimento fechados serem transaccionadas nas Bolsas de Valores, assim como os activos que compõem a sua carteira, seria de esperar que não houvesse discrepâncias, persistentes, entre o valor de mercado do fundo e o seu valor patrimonial líquido, pois o mercado encarregar-se-ia de ajustar e corrigir os preços, tanto mais que a informação é amplamente divulgada para ambos. Neste contexto,...

  9. Sobre a persistência dos descontos nos fundos de investimento fechados

    Monte, Ana Paula
    Desde há vários anos que a existência e persistência dos descontos/prémios dos fundos de investimento fechados tem suscitado perplexidade aos estudiosos dos mercados de capitais. Aqueles parecem desafiar a racionalidade e a eficiência dos mercados e, em consequência, as teorias sobre avaliação de activos baseadas em pressupostos de racionalidade. De facto, os descontos tem sido detectados com frequência, já desde a crise de 1929, salvo em alguns períodos nos quais se observou a existência de prémios. Vários têm sido os estudos que procuram justificar este puzzle, tendo sido propostas algumas teorias e factores explicativos, umas baseadas em factores ditos racionais,...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.