Recursos de colección

Repositório do ISPA Instituto Superior de Psicologia Aplicada (11.353 recursos)

No Repositório do ISPA pode encontrar diversos tipos de documentos, em formato digital, resultantes da produção científica do ISPA designadamente: teses de doutoramento, teses de mestrado, artigos em publicações periódicas nacionais e internacionais, relatórios técnicos, artigos em actas de conferências nacionais e internacionais e capítulos de livros.

Dissertações de Mestrado

Mostrando recursos 1 - 20 de 139

  1. A liderança como fonte de eficácia coletiva

    Correia, Ana Margarida Antunes
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  2. Impactos da insegurança laboral no compromisso organizacional

    Matos, Ana Marta Branco De
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  3. Bem-estar subjetivo, bem-estar no trabalho e satisfação no trabalho

    Viegas, Rita Isabel Sampaio
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  4. A importância da formação profissional sobre o compromisso organizacional e a insegurança laboral

    Correia, Tânia Patrícia Fontoura
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  5. A união faz a força: Cooperação como resposta aos desafios organizacionais: Contrato psicológico e compromisso organizacional

    Gonçalves, Ana Filipa Santos
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  6. "Posso ir trabalhar?": Processo de tomada de decisão no consumo de medicamentos sem receita médica e bem-estar no trabalho

    Carneiro, Maria Leonor Castro Bernardes
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  7. Importância das práticas de gestão de recursos humanos sobre a empregabilidade e intenções de saída

    Vaz, Maria Nair Martins Guedes
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  8. O compromisso organizacional num contexto de insegurança laboral

    Palhinha, Inês Godinho Teles
    Este estudo pretende analisar a relação entre Insegurança Laboral e Compromisso Organizacional e verificar se as Práticas de Gestão de Recursos Humanos exercem um efeito moderador nesta relação. Participaram neste estudo 525 participantes, colaboradores de diferentes organizações de todo o território português. Os resultados revelaram um efeito negativo e significativo entre Insegurança Laboral e Compromisso Afetivo; um efeito negativo e significativo entre Insegurança Laboral e Compromisso Normativo e um efeito positivo mas não significativo entre Insegurança Laboral e Compromisso Calculativo. Não foi possível comprovar a existência de um efeito moderador das Práticas de Gestão de Recursos Humanos na relação entre...

  9. O efeito mediador do locus de controlo na relação entre as experiências de recuperação e o engagement no trabalho

    Mendes, Ana Filipa Marques Iria Nunes
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Scial e das Organizações, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  10. O impacto das práticas de gestão de recursos humanos no desempenho profissional: O efeito de mediação do engagement no trabalho

    Dias, Ana Rita Rodrigues
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Organizacional, apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  11. Potenciais implicações dos conflitos no bem-estar no trabalho, na satisfação profissional e no desempenho contextual

    Alves, Ana Filipa Marcelo
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  12. A força da proatividade na relação entre a satisfação na carreira e a empregabilidade

    Ribeiro, Francisca Calheiros de Albuquerque Henriques
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  13. Go with the flow: O impacto do flow em contexto de trabalho nas experiências de recuperação e no bem-estar laboral

    Filipe, Alexandra Margarida Lourenço
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  14. O compromisso afetivo como mediador na relação entre as práticas de gestão de recursos humanos e os comportamentos de cidadania organizacional

    Andrade, Carla Mónica Pinto de
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  15. A crise: Um novo paradigma no estudo da insegurança laboral? Estudo das relações entre insegurança laboral, intenções de saída e práticas de gestão de recursos humanos

    Costa, Hélio David Martins da
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  16. Fadiga ocupacional e processos de regulação emocional: Um estudo exploratório com tripulantes de cabine

    Zambujal, Ricardo Miguel Santinhos
    Dissertação de Mestrado em Psicologia Social e das Organizações apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  17. Automonitoragem: Processo baseado no comportamento prossocial

    Barreiros, João Miguel de Almeida
    Criado a partir de uma escala de comportamentos interpessoais, o constructo de automonitoragem tem sido alvo de discussão ao longo de décadas, podendo consensualmente ser definido por uma capacidade e motivação para ter comportamentos que respondem a pistas sociais. O presente estudo propõe que essas pistas são necessidades ou motivações do outro, percecionadas ou em que o sujeito acredita. Hipotetizou-se que os sujeitos classificados como automonitores elevados apresentassem médias de prossocialidade maiores do que os automonitores baixos. Esta hipótese foi testada com recurso à aplicação das adaptações portuguesas da versão revista de 18 itens da Self-Monitoring Scale, e da Prosocialness...

  18. Trabalhar para viver, ou viver para trabalhar? Um estudo das variáveis que influenciam o equilíbrio trabalho-vida

    Campelo, Marta Sofia Alves
    O presente trabalho propõe-se a estudar o efeito da experiência de recuperação, horas de trabalho e estabilidade no emprego no equilíbrio trabalho-vida. Adicionalmente explorou-se o efeito mediador da experiência de recuperação na relação entre horas de trabalho e equilíbrio trabalho-vida. Consideraram-se 174 participantes neste trabalho sendo que todos se encontravam a trabalhar no momento em que responderam ao questionário. A amostra recolhida foi bastante heterogenia, havendo uma predominância de participantes do sexo feminino (112 sujeitos), com idades compreendidas entre os 19 e os 65 anos, sendo na sua maioria licenciados (48,3%). Sendo o objetivo deste estudo testar o efeito mediador da experiência...

  19. A prossecução dos estudos: O papel da personalidade na tomada de decisão

    Palma, Maria Teresa Moriés Mendes
    O presente estudo tem como objetivo identificar o papel da personalidade Big Five na decisão dos sujeitos de prosseguir ou não os estudos após o ensino secundário. Foi constituída uma amostra de 98 sujeitos, 50% do sexo masculino e 50% do sexo feminino, que terminaram o ensino secundário entre 2004/05 e 2010/11. A idade dos participantes situa-se entre 18 e 41 anos, a idade média é 23,72 anos. Os sujeitos que prosseguiram estudos corresponderem a 68,4% dos participantes e os que não prosseguiram correspondem apenas a 31,6% da amostra. Foi aplicado um questionário de levantamento de decisões académicas e o BFI-44, versão original (BFI, John...

  20. A inteligência emocional o desempenho e a satisfação laboral em funções comerciais

    Aveleira, José João Cerveira Bento
    O objetivo central da presente investigação é a análise da relação entre a Inteligência Emocional o Desempenho no Trabalho e a Satisfação Laboral em funções comerciais. No presente estudo, utilizou-se uma amostra, não-probabilística por conveniência, de 60 participantes em funções comerciais. A avaliação da Inteligência emocional foi feita pelo EQ-I,- Emotional Quotient Inventory- (Bar-On, 1997). A Satisfação Laboral foi avaliada com recurso à versão reduzida do Satisfacción Laboral (S10/12) – (Meliá & Peiró (1998) e para avaliar o Desempenho no Trabalho recorreu-se a um critério de avaliação definido previamente pela organização onde foi conduzida a recolha de dados. Os resultados obtidos sugerem que existe...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.