Recursos de colección

Estudo Geral - Universidade de Coimbra (19.630 recursos)

ESTUDO GERAL é a designação do repositório digital da produção científica da Universidade de Coimbra, com o objectivo de divulgar conteúdos digitais de natureza científica de autores ligados à Universidade de Coimbra. A sua criação insere-se no movimento de Acesso Livre à Literatura científica (Open Access), ao qual o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas aderiu em 2006 e que a Universidade de Coimbra subscreveu. À semelhança de outras grandes universidades nacionais e internacionais, a UC tem o maior interesse em aumentar a sua presença na rede informática mundial, sendo cada vez mais - e também por essa via - um emissor de conhecimento e cultura.

FLUC Geografia - Artigos em Revistas Nacionais

Mostrando recursos 1 - 20 de 50

  1. Tecnologia, georreferenciação e novas territorialidades : o caso do geocaching

    Fernandes, João Luís
    Quando aplicada aos transportes, a inovação tecnológica tem levado ao encurtamento das distâncias geográficas. No entanto, o desenvolvimento de plataformas digitais de socialização levantou o risco da tecnologia se associar a quotidianos mais sedentários. Ainda assim, os dados empíricos não confirmam estas teses deterministas. O uso democratizado das tecnologias pode ser um factor de mobilidade espacial e rompimento com o (pouco terapêutico) sedentarismo, podendo incentivar a viagem e a abertura das populações ao contacto com o espaço geográfico, seja o de proximidade, seja o mais distanciado ou remoto. É neste sentido que o geocaching, enquanto prática turística e de lazer com recente expansão, sobretudo na Europa...

  2. Cidades inteligentes, inteligência territorial e criatividade em Portugal. A relação entre as dimensões real e virtual dos sistemas de conhecimento e aprendizagem

    Fernandes, Ricardo; Gama, Rui
    Vivemos um novo paradigma territorial baseado no conhecimento, na aprendizagem e nas novas tecnologias. As regiões portuguesas podem aparecer na actualidade como colectoras de conhecimento, com forte capacidade para a aprendizagem, a inovação e a criatividade. Independentemente das necessidades e dos agentes de desenvolvimento das regiões, os territórios têm lacunas identificadas ao nível da coordenação, da organização e da capacidade de fazerem a interpretação dos factores estratégicos de desenvolvimento regional.

  3. Indústria e inovação em Portugal: análise do Community Innovation Survey 2008

    Gama, Rui; Fernandes, Ricardo
    Num contexto marcado, quer por rápidas mudanças tecnológicas e sociais quer por uma crescente integração e interdependência das atividades económicas à escala global, a inovação é considerada como o principal motor do desenvolvimento socioeconómico. O Community Innovation Survey 2008 assume-se como uma fonte para que se possa avaliar as atividades e processos de inovação em Portugal, ao nível do produto, do processo e da inovação organizacional e de marketing, bem como dos seus condicionantes, resultados e fragilidades/potencialidades. Tendo por base a análise do contexto socioeconómico português, torna-se essencial perceber como é que a inovação tem sido incorporada neste início de século nas estratégias das empresas e...

  4. Empresas, infraestruturas de I&D e dinâmicas do conhecimento em Portugal

    Fernandes, Ricardo; Gama, Rui
    Nos dias de hoje, a construção de “novas geografias” associadas aos territórios do conhecimento e a fatores como o conhecimento, a aprendizagem e a criatividade, tem tido consequências na recomposição e redefinição das atividades económicas, ao mesmo tempo que tem revalorizado a dimensão territorial e os sistemas de conhecimento e inovação locais e regionais. Por outro lado, o papel das empresas e das instituições é essencial para a definição de novas políticas de conhecimento e inovação. Nesta perspetiva, pretende-se analisar a dinâmica empresarial considerando as infraestruturas e recursos humanos em I&D. Partindo da base de dados do Gabinete de Planeamento, Estratégia, Avaliação e Relações Internacionais (GPEARI -...

  5. NOVOS E VELHOS TERRITÓRIOS NOS LAZERES CONTEMPORÂNEOS. O MUNDO DO VINHO E A IMPORTÂNCIA DA VIAGEM

    Santos, Norberto
    Falar da Viagem envolve hoje circunstâncias, processos e modos tão diversificados que se torna difícil uma análise integradora. Todavia, falar de viagem é, na verdade, falar de tudo, mesmo de estar parado; quer dizer, entre movimentos. De facto, se nas sociedades que nos precederam o estar num lugar era claramente dominante perante o estar em movimento, na sociedade contemporânea os movimentos são crescentemente importantes no tempo das pessoas. Uma das características que este aumento de mobilidade incutiu ao quotidiano das pessoas foi a sua sedentarização. Controverso ou talvez não, a sociedade atual promove e diversifica os movimentos das pessoas precisamente...

  6. Susceptibilidade aos incêndios Florestais na Região Centro de Portugal. Utilização de ferramentas SIG e de um modelo de redes neuronais para ponderar os factores condicionantes

    Dimuccio, Luca; Figueiredo, Rui Ferreira; Cunha, Lúcio; Almeida, António Campar

  7. GEOMORPHOLOGY AND COASTAL DYNAMICS OF THE FIGUEIRA DA FOZ REGION

    Cunha, Pedro Proença; Almeida, António Campar; Ramos, Anabela; Cunha, Lúcio; Dinis, Jorge

  8. A vulnerabilidade social aos perigos naturais e tecnológicos em Portugal

    Mendes, José Manuel; Tavares, Alexandre; Cunha, Lúcio; Freiria, Susana
    Neste artigo apresenta‑se um novo modelo de análise da vulnerabilidade social aos perigos naturais e tecnológicos. O índice utilizado nesta análise permite a estruturação da avaliação da vulnerabilidade em duas dimensões: as vulnerabilidades das populações e comunidades (criticidade) e a vulnerabilidade territorial (capacidade de suporte), os quais reflectem a exposição ou a vulnerabilidade biofísica, a resiliência social e a capacidade de suporte infraestrutural. Este novo índice de vulnerabilidade social é aplicado ao sistema territorial de Portugal continental, tendo por base a escala municipal e submunicipal, apreendendo a resiliência social dos indivíduos, dos grupos e das comunidades face a acontecimentos extremos. Os...

  9. Morfologia dunar e movimentação de areias entre a lagoa da Ervedeira e o limite sul da Mata Nacional de Leiria

    André, José Nunes; Rebelo, Fernando; Cunha, Pedro Proença
    O estudo da morfologia dunar no seu conjunto e a análise pormenorizada de cortes em dunas permitiram concluir sobre a ocorrência de importantes movimentações de areias no litoral centro-oeste português entre a Lagoa da Ervedeira e o limite sul da Mata Nacional de Leiria, desde há séculos. A recolha de areias em postos experimentais permitiu estabelecer ligações com os ventos predominantes e verificar que as dunas ainda se movimentam acarretando dois tipos de riscos eólicos – avanço das areias sobre áreas ocupadas pelo homem e criação de corredores de deflação que facilitam galgamentos marinhos.

  10. Artes visuais, representações e marketing territorial

    Fernandes, João Luís Jesus
    Este artigo centra-se na dimensão espacial das artes visuais, como a fotografia. As imagens são instrumentos chave em questões como a consolidação política do território e o marketing territorial contemporâneo. Com efeito, as cidades, as regiões e os países procuram construir uma boa imagem global e as estratégias visuais são determinantes para se atingir, com qualidade e eficiência, esse objectivo. As técnicas de marketing são fundamentais para a captação e fidelização de agentes centrais no desenvolvimento dos lugares, tais como residentes de formação superior, investidores e turistas. Por outro lado, as representações visuais de espaços geográficos, fotográficas ou outras, são...

  11. Território, Cultura e Diversidade da Oferta Turística na Europa

    Fernandes, João Luís Jesus
    O turismo é, na actualidade, uma das principais actividades económicas. Apesar da sensibilidade dos fluxos turísticos às conjunturas e das recentes mudanças verificadas na economia mundial, a Europa continua como forte centralidade quer em termos de procura, quer na óptica da oferta. Nesta última, essa importância deve-se à diversidade de opções turísticas no continente europeu, desde o turismo balnear ao turismo cultural de fruição do património e de interpretação da História. A cultura, em sentido lato, desde os elementos identitários locais a eventos variados, como festivais de cinema e música, mas também eventos desportivos, tem na Europa uma importância elevada...

  12. Cityscapes – Símbolos, dinâmicas e apropriações da Paisagem Cultural Urbana

    Fernandes, João Luís Jesus
    As paisagens urbanas resultam de um sucessão de inscrições materiais e imateriais que, ao longo do tempo, foram modelando o espaço geográfico. A dinâmica destas cityscapes respondeu a necessidades funcionais mas resulta também da representação espacial de valores e concepções culturais. Assim se agregam elementos locais e extra-locais e se conjugam dimensões multivariadas, que vão do visual ao sonoro, das quais resulta uma rede global de cidades e paisagens urbanas muito diversificadas. O presente texto, ao ritmo de um road movie, focará os principais elementos que, nessa multidimensionalidade, marcam as paisagens culturais de cidades portuguesas e não portuguesas: territórios de...

  13. Novos e velhos territórios nos lazeres contemporâneos

    Pinto dos Santos, Norberto
    Colóquio

  14. AIDS/HIV mortality in Portugal in the 90s

    Santana, Paula; Nogueira, Helena
    The main objective of this paper is to identify factors which influence AIDS/HIV mortality in Portugal from 1995 to 1999, and to reveal some limitations in the social and health policies, which may explain its first place in the western European countries ranking. We used national mortality data for the period 1995-1999 and social and economic variables. SMR (standardized mortality rates) for acquired immunodeficiency diseases (AIDS) and pulmonary tuberculosis (TB) for the period 1995-1999, factor analysis and cluster analysis were used. The influence of social and economic factors, urbanization and migration were examined in twenty-eight sub-regions in Portugal mainland. The results suggest four main issues: (1) geographical distribution of HIV/AIDS varies with gender. For...

  15. O Papel do Ambiente Físico e Social na Construção de Comunidades Saudáveis. Ensaio Metodológico Aplicado à Amadora

    Santana, Paula; Nogueira, Helena; Santos, Rita
    O reconhecimento do papel do ambiente na determinação da qualidade de vida e da saúde atribuiu ao lugar a capacidade de explicar os padrões de vida, saúde, doença e morte dos indivíduos. Nesta perspectiva, vários estudos concluem que as situações de vulnerabilidade formam clusters, sugerindo uma amplificação do risco identificada pela simultaneidade de vários factores, sobressaindo lugares onde residem pessoas envelhecidas, pouco instruídas, doentes, com alojamentos precários e escassez de oportunidades locais capazes de proporcionar vidas mais saudáveis e até de transportes públicos que permitiriam a deslocação e obtenção de serviços e bens noutros locais. Este texto procura avaliar áreas de risco para a saúde na Amadora utilizando...

  16. A Geografia de Coimbra e a Coimbra 2003, Capital Nacional da Cultura

    Almeida, A. Campar de; Jacinto, Rui Missa

  17. O Alentejo no contexto dos periferismos geoeconómicos do território nacional - a percepção de uma identidade

    Fernandes, João Luís

  18. Notas para uma geografia dos desportos radicais em Portugal

    Cunha, Lúcio; Cravidão, Fernanda Delgado

  19. O Relevo de Portugal : uma introdução

    Rebelo, Fernando

  20. Considerações sobre os Novos Programas

    Godinho, Maria Isabel Matos; Gouveia, Lucília Dora Andrade de

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.