Mostrando recursos 1 - 8 de 8

  1. Por um dicionário bilíngue pedagógico para a leitura em língua estrangeira

    Loguercio, Sandra Dias
    Este trabalho reflete sobre a natureza da informação lexicográfica dos dicionários bilíngues e seu uso para atividades de leitura-compreensão por um público não proficiente na língua de recepção, propondo, a partir daí, um dicionário bilíngue pedagógico para a leitura em língua estrangeira. Por se tratar de leitores cuja experiência de estudo dessa língua é bastante limitada, exigindo de sua parte uma autonomia precoce de aprendizagem, esse dicionário deve reunir as funções comunicativa, fornecendo a informação buscada na situação de leitura, e cognitiva, favorecendo a aprendizagem de saberes lexicais e gramaticais que incidam na competência leitora. Para isso, é proposta uma...

  2. A singular vida musical do compositor Joseph Berglinger

    Meneguzzo, Raquel Ribas; Korfmann, Michael
    Esta contribuição propõe uma tradução comentada do conto Das merkwürdige musikalische Leben des Tonkünstlers Joseph Berglinger, última parte da obra Herzensergießungen eines kunstliebenden Klosterbruders, uma coletânea de ensaios, poemas, cartas e narrativas escritos em 1796 por Wilhelm Heinrich Wackenroder e Ludwig Tieck. Trata-se de um conto essencial para entender as concepções e problemáticas dos românticos referentes ao valor da arte numa sociedade funcionalmente diferenciada. Em termos tradutórios, a musicalidade do texto apresenta um desafio a ser superado através de diferentes recursos linguísticos.

  3. O skaz na tradução literária do par linguístico russo-português

    Sales, Denise Regina de
    Na análise literária russa, a categoria skaz ganha relevância a partir dos estudos de Boris Eikhenbaum no começo do século XX. Em traduções brasileiras recentes, esse termo tem sido transliterado, destacado e anotado, enquanto em traduções precedentes havia sido traduzido de formas diversas, como, por exemplo, narração direta e narrativa direta. Na tradução literária, identificar e utilizar o recurso do skaz ajuda a preservar o tom coloquial, a identidade linguística do narrador e o ritmo da narrativa. Exemplos de traduções de contos de Mikhail Zóschenko e de versões de contos de Simões Lopes Neto reforçam essa questão.

  4. Fraseologias de gênero em resumos científicos de Linguística, Engenharia de Materiais e Ciências Econômicas

    Kilian, Cristiane Krause; Loguercio, Sandra Dias
    Neste trabalho, apresentamos um estudo sobre as fraseologias empregadas em resumos de artigos científicos em português nas áreas de Linguística, Engenharia de Materiais e Economia. Investigamos as fraseologias utilizadas que não estão vinculadas a uma temática específica, mas que são típicas do gênero científico, as quais denominamos fraseologias de gênero. Dois tipos de procedimentos são utilizados: uma análise das partes essenciais da macroestrutura, que são identificadas com funções; e o uso de processamento automático da linguagem. A partir das palavras metacientíficas mais frequentes nos corpora, buscamos as combinatórias recorrentes, estas são então agrupadas em torno da função informativa que desempenham...

  5. Apresentação

    Antunes, Carlos Leonardo Bonturim; Baracat Júnior, José Carlos; Brunhara, Rafael de Carvalho Matiello
    Resumo não disponível

  6. Leituras novo-mundistas

    Alexander, Ian
    o presente artigo apresenta um modelo estrutural para a classifica~ ao de culturas pas-coloniais, conforme 0 peso relativo de tres fatores culturais: povos indigenas, colonizadores e escravos ou prisioneiros. 0 modelo e testado na analise de uma serie de textos tearicos, buscando uma articula~ao entre a teoria pas-colonial anglafona e os estudos literarios no sui do Brasil. Conforme 0 modelo, a abordagem mais promissora e a do Segundo Mundo, conceito de Alan Lawson que abrange a Australia, a Nova Zelandia e 0 Canada e tambem se aplica ao sui do Brasil e aos paises platinos.

  7. Your country is of great subtlety : aspects of the Brazilian translation of Patrick White’s Voss

    Alexander, Ian; Stefani, Monica
    A number of the dialogues in Patrick White’s Voss (1957), especially those involving Laura Trevelyan, involve an implicit debate about what is meant by country and what it means to live in a country. Is the colony of New South Wales simply a province of the British Empire, a little piece of Britain transplanted on the other side of the world, or is it a place where British settlers will have to adapt their ways and gradually be transformed into something new? In these dialogues, each speaker makes use of words such as country, colony, property and land in order...

  8. Fazendo política linguística em sala de aula : ações didático-pedagógicas pela manutenção da língua minoritária hunsrückisch

    Pupp Spinassé, Karen
    Devido a um longo histórico de fomento do monolinguismo, ainda são recentes no Brasil as políticas linguísticas que levam em consideração as línguas minoritárias aqui presentes. Dentre elas, as chamadas línguas de imigração ainda sofrem muito preconceito, por não acharem seu espaço nesse cenário que não se reconhece como multilíngue – apesar de o sempre ter sido. Com isso, o processo de extinção dessas línguas pode estar sendo acelerado, e muito pouco se tem feito, por parte de políticas públicas, para reverter essa situação. Neste artigo, discutiremos a questão do multilinguismo brasileiro focando na questão das línguas minoritárias, tendo como...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.