Mostrando recursos 1 - 20 de 330

  1. Por um dicionário bilíngue pedagógico para a leitura em língua estrangeira

    Loguercio, Sandra Dias
    Este trabalho reflete sobre a natureza da informação lexicográfica dos dicionários bilíngues e seu uso para atividades de leitura-compreensão por um público não proficiente na língua de recepção, propondo, a partir daí, um dicionário bilíngue pedagógico para a leitura em língua estrangeira. Por se tratar de leitores cuja experiência de estudo dessa língua é bastante limitada, exigindo de sua parte uma autonomia precoce de aprendizagem, esse dicionário deve reunir as funções comunicativa, fornecendo a informação buscada na situação de leitura, e cognitiva, favorecendo a aprendizagem de saberes lexicais e gramaticais que incidam na competência leitora. Para isso, é proposta uma...

  2. A singular vida musical do compositor Joseph Berglinger

    Meneguzzo, Raquel Ribas; Korfmann, Michael
    Esta contribuição propõe uma tradução comentada do conto Das merkwürdige musikalische Leben des Tonkünstlers Joseph Berglinger, última parte da obra Herzensergießungen eines kunstliebenden Klosterbruders, uma coletânea de ensaios, poemas, cartas e narrativas escritos em 1796 por Wilhelm Heinrich Wackenroder e Ludwig Tieck. Trata-se de um conto essencial para entender as concepções e problemáticas dos românticos referentes ao valor da arte numa sociedade funcionalmente diferenciada. Em termos tradutórios, a musicalidade do texto apresenta um desafio a ser superado através de diferentes recursos linguísticos.

  3. O skaz na tradução literária do par linguístico russo-português

    Sales, Denise Regina de
    Na análise literária russa, a categoria skaz ganha relevância a partir dos estudos de Boris Eikhenbaum no começo do século XX. Em traduções brasileiras recentes, esse termo tem sido transliterado, destacado e anotado, enquanto em traduções precedentes havia sido traduzido de formas diversas, como, por exemplo, narração direta e narrativa direta. Na tradução literária, identificar e utilizar o recurso do skaz ajuda a preservar o tom coloquial, a identidade linguística do narrador e o ritmo da narrativa. Exemplos de traduções de contos de Mikhail Zóschenko e de versões de contos de Simões Lopes Neto reforçam essa questão.

  4. Fraseologias de gênero em resumos científicos de Linguística, Engenharia de Materiais e Ciências Econômicas

    Kilian, Cristiane Krause; Loguercio, Sandra Dias
    Neste trabalho, apresentamos um estudo sobre as fraseologias empregadas em resumos de artigos científicos em português nas áreas de Linguística, Engenharia de Materiais e Economia. Investigamos as fraseologias utilizadas que não estão vinculadas a uma temática específica, mas que são típicas do gênero científico, as quais denominamos fraseologias de gênero. Dois tipos de procedimentos são utilizados: uma análise das partes essenciais da macroestrutura, que são identificadas com funções; e o uso de processamento automático da linguagem. A partir das palavras metacientíficas mais frequentes nos corpora, buscamos as combinatórias recorrentes, estas são então agrupadas em torno da função informativa que desempenham...

  5. Apresentação

    Antunes, Carlos Leonardo Bonturim; Baracat Júnior, José Carlos; Brunhara, Rafael de Carvalho Matiello
    Resumo não disponível

  6. Leituras novo-mundistas

    Alexander, Ian
    o presente artigo apresenta um modelo estrutural para a classifica~ ao de culturas pas-coloniais, conforme 0 peso relativo de tres fatores culturais: povos indigenas, colonizadores e escravos ou prisioneiros. 0 modelo e testado na analise de uma serie de textos tearicos, buscando uma articula~ao entre a teoria pas-colonial anglafona e os estudos literarios no sui do Brasil. Conforme 0 modelo, a abordagem mais promissora e a do Segundo Mundo, conceito de Alan Lawson que abrange a Australia, a Nova Zelandia e 0 Canada e tambem se aplica ao sui do Brasil e aos paises platinos.

  7. Your country is of great subtlety : aspects of the Brazilian translation of Patrick White’s Voss

    Alexander, Ian; Stefani, Monica
    A number of the dialogues in Patrick White’s Voss (1957), especially those involving Laura Trevelyan, involve an implicit debate about what is meant by country and what it means to live in a country. Is the colony of New South Wales simply a province of the British Empire, a little piece of Britain transplanted on the other side of the world, or is it a place where British settlers will have to adapt their ways and gradually be transformed into something new? In these dialogues, each speaker makes use of words such as country, colony, property and land in order...

  8. Sobre Breve história da Inglaterra, de Elvio Funck

    Maggio, Sandra Sirangelo; Indrusiak, Elaine Barros
    Trata-se de um comentário sobre a obra Breve história da Inglaterra, escrita por Elvio Funck e publicada pela Editora Movimento em 2012, com uma segunda edição revisada lançada em 2014. Em menos de um ano a primeira edição esgotou-se, sendo a edição lançada com o dobro de exemplares da tiragem inicial. Seguem aqui algumas observações sobre o livro, comparando sua proposta às de três clássicos do assunto, escritos respectivamente por Winston Churchill, André Maurois e Anthony Burgess. São também feitas ponderações sobre os possíveis motivos pelos quais o público tem-se mostrado tão receptivo a essa publicação.

  9. Evil, soliloquies and the dilacerated individual in Hamlet

    Oliven, Rafael Campos; Maggio, Sandra Sirangelo
    This article aims to analyze the question of Evil and the construction and symbolism of soliloquies in Hamlet by examining the plot and disposition of the characters in this play. It deals with soliloquies through an analysis of language, as well as a philosophical and psychoanalytical approach of the play. A connection is traced between soliloquies, the spontaneous use of language and the natural process of dreaming, bearing in mind authors such as Freud, Hegel and Foucault.

  10. Prefácio : VARSUL e suas origens, uma história sumariada

    Bisol, Leda; Monaretto, Valeria Neto de Oliveira
    Este texto refere-se ao projeto VARSUL, um banco de dados que representa a fala de três estados do sul do Brasil. Descrevem-se as origens, a organização das equipes, a fase de coleta e transcrição dos dados e a produção na área de fonologia, embora outras áreas, como sintaxe e morfossintaxe, também tenham expressiva produção.

  11. Brasilien als Ziel der deutschen Auswanderung

    Arendt, João Claudio; Neumann, Gerson Roberto
    Resumo não disponível

  12. Funções pragmáticas de enunciados de dupla negação : análise de dados de Curitiba (PR)

    Goldnadel, Marcos
    Ao lado da negação canônica, com um operador de negação pré-verbal, o português brasileiro ostenta duas formas alternativas e semanticamente equivalentes de negação sentencial: a dupla negação, com o operador de negação repetido em fim de frase, e a negação pós-verbal, com apenas um operador de negação em fim de frase. Sendo assim, caracteriza-se como uma língua passível de ser considerada no debate sobre as possíveis causas do surgimento de formas alternativas de negação sentencial e, portanto, do início do processo de mudança do padrão sintático de sentenças negativas conhecido como Ciclo de Jespersen. Este estudo analisa enunciados com dupla...

  13. Apresentação : encontro comemorativo do projeto VARSUL : VARSUL 30 anos

    Brescancini, Cláudia; Monaretto, Valeria Neto de Oliveira
    Resumo não disponível

  14. Alternância do uso de -ção e -mento em nominalizações no portugês do sul do Brasil

    Silveira, Luciana Morales da; Schwindt, Luiz Carlos da Silva
    Partindo-se da hipótese de grande proximidade semântica (para muitos, sinonímia) entre os sufixos -ção e -mento em português, neste trabalho investigamos que fatores linguísticos estão envolvidos na competição entre tais formas. Essa alternância raramente se configura como variável na língua (por ex. atucanação ~ atucanamento); trata-se, por outro lado, de uma competição entre morfemas cuja seleção, embora não seja determinada por fatores cem por cento excludentes, o que não lhes garante status alomórfico, caracteriza-se pela predominância de determinados contextos linguísticos. Nosso objetivo foi, então, o de mapear os fatores responsáveis por garantir a preferência, por exemplo, por –ção, num vocábulo...

  15. Encenação autoral, textual e sua tradução : O aventuroso Simplicissimus (1668/9) de Hans Jacob Christoffel von Grimmelshausen

    Korfmann, Michael; Meneguzzo, Raquel Ribas
    O presente artigo aborda, primeiro, o romance de Grimmelshausen sob o aspecto da encenação autoral e textual. Ele parte da multiperspectividadedo autor, escondida através de diversos anagramas de seu nome, para depois analisar o caráter textual como tecido polifônico complexo de transposições literais, alusões indiretas e rupturas irônicas com padrões de gêneros tradicionais. O estudo concebe a obra em questão como compêndio dos discursos de seu tempo que não os segue de maneira cega, mas toma a liberdade de uma orquestração própria de vozes. Assim, resulta em uma encenação ambígua, uma refl exão satírica a partir de citação, inserção ou...

  16. A filosofia do suspense : diálogos estruturais entre Edgar Allan Poe e Alfred Hitchcock

    Indrusiak, Elaine Barros
    Este artigo investiga a relação estrutural entre contos góticos de Edgar Allan Poe e filmes de suspense de Alfred Hitchcock à luz das “Teses sobre o conto”, de Ricardo Piglia. As obras ficcionais e críticas de Poe definiram as bases do conto como gênero, mas sua influência pode ser percebida também em outras narrativas, particularmente no cinema de Hitchcock. A fim de obter unidade de efeito e manipular o leitor, Poe constroi uma dupla estrutura narrativa que gera e intensifica tensão. Essa mesma estrutura pode ser verifi cada em alguns dos mais célebres filmes de suspense hitchcockianos, e a análise...

  17. Poeta animado pela filosofia dialogando com Whitman e Nietzsche

    Duarte, Carina Marques
    O objetivo deste trabalho é analisar o diálogo estabelecido por Álvaro de Campos, heterônimo de Fernando Pessoa, no poema “Saudação a Walt Whitman”, com a poesia do bardo norte-americano e com a filosofia de Friedrich Nietzsche. Os resultados apontam que os infl uxos whitmanianos e nietzschianos são uma forma de investir o texto de um ímpeto que, embora passageiro, permite ao heterônimo criticar a mediocridade da época e afi rmar tanto a sua independência de espírito quanto o seu fazer poético.

  18. Mudança fônica em progresso no português de contato : palatização de /t/ e /d/ e vocalização de /l/ numa comunidade ítalo-brasileira

    Battisti, Elisa; Dornelles Filho, Adalberto Ayjara
    Resultados de análises de regra variável em tempo real, estudo de tendência (Labov 1994) da palatalização de /t/ e /d/ e da vocalização de /l/ em coda no português de contato falado em Flores da Cunha (RS) (Battisti e Dornelles Filho 2015, Battisti e Moras 2016) com dados do VARSUL e do BDSer são complementados com análise de regressão logística das proporções de aplicação da palatalização e da vocalização em função da idade de estabilização do sistema fonológico dos informantes. A análise estatística sugere que os processos, em progressão na comunidade, correlacionam-se, exibindo padrões diferenciado para sexo/gênero. Verifica-se que mudança...

  19. Editorial

    Ferreira, Maria Cristina Leandro
    Resumo não disponível

  20. Apresentação

    Becker, Elizamari Rodrigues; Borba, Maria Salete; Bittencourt, Rita Lenira de Freitas
    Resumo não disponível

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.