Recursos de colección

Repositorio da Universidade dos Açores (8.397 recursos)

O Repositório Institucional da Universidade dos Açores desenvolvido no âmbito do projecto RCAAP.

DCE - Parte ou Capítulo de um Livro / Part of Book or Chapter of Book

Mostrando recursos 1 - 20 de 31

  1. As TIC no Apoio à Disciplina de Educação Física

    Gaspar, João Paulo; Condessa, Isabel
    Este artigo resulta de um estudo experimental, realizado no âmbito de um Curso de Mestrado em Ciências da Educação, na vertente de Informática Educacional, no qual se desenvolveu uma investigação sobre a utilização da plataforma MOODLE na aula de Educação Física, como auxiliar na aprendizagem de uma habilidade gímnica. O princípio que orientou esta investigação foi o de que as aprendizagens motoras e o universo das actividades físicas desportivas podem estar sujeitos, como outra qualquer matéria de ensino, à integração tecnológica na escola, de modo a usufruir das largas soluções de trabalho, sobretudo aquelas acordadas em paradigmas construtivistas, em que...

  2. A Formação Contínua de Professores de Educação Física na RAA: análise de um período de formação

    Neves, José; Condessa, Isabel
    Este estudo de investigação visou fazer um balanço entre os discursos, a realidade e as necessidades da Formação Contínua (FC) de professores de Educação Física (EF) da Região Autónoma dos Açores (RAA), durante os oito primeiros anos do século XXI. Numa perspectiva de auto-realização, a pessoa humana, protagonista de si, deve ser orientada para a auto-eficácia, quer a nível pessoal, que a nível profissional. A Formação Contínua de professores assume, atualmente, uma relevância importante, pois é muito provável que as características e o papel dos professores se venham a alargar e a aprofundar no século XXI, face à diversidade e...

  3. A Formação Contínua de Professores de Educação Física na RAA : análise de um período de formação

    Neves, José; Condessa, Isabel
    Este estudo de investigação visou fazer um balanço entre os discursos, a realidade e as necessidades da Formação Contínua (FC) de professores de Educação Física (EF) da Região Autónoma dos Açores (RAA), durante os oito primeiros anos do século XXI. Numa perspectiva de auto-realização, a pessoa humana, protagonista de si, deve ser orientada para a auto-eficácia, quer a nível pessoal, que a nível profissional. A Formação Contínua de professores assume, atualmente, uma relevância importante, pois é muito provável que as características e o papel dos professores se venham a alargar e a aprofundar no século XXI, face à diversidade e...

  4. A Educação Física no Ensino Secundário: compreender atitudes para pensar a mudança

    Pacheco, Catarina; Condessa, Isabel
    O presente estudo, realizado numa Escola Secundária da Região Autónoma dos Açores (ES), pretende identificar as atitudes dos alunos do 12º ano de escolaridade face à Educação Física, aos currículos estabelecidos para a disciplina e à forma como são implementados na escola e confrontá-las com as percepções dos professores de Educação Física (EF) da escola. Partimos do pressuposto de que o conhecimento destes fatores permitirá aos profissionais desta área disciplinar “repensar” as suas práticas no futuro, através da implementação de um novo projecto que os conduza à optimização do seu desempenho, numa atividade profissional que se deseja cooperativa, reflexiva e...

  5. A Atividade Física para Idosos: apreciação de um projeto de intervenção

    Condessa, Isabel; Camarinha, Hélder
    A atual preocupação com o estudo da gerontologia tem repercussão mundial, assume um lugar de destaque e, por isso, ajuda a procurar o melhor perfil de envelhecimento através da implementação de estratégias eficazes de intervenção. No início de 2007 foi elaborado um “Projeto de Atividade Física para o Idoso”. O respetivo projeto teve como intuito proporcionar aos idosos do Concelho do Nordeste, mais especificamente aos idosos que frequentavam os diferentes Centros de Convívio e Lar da Santa Casa da Misericórdia do Nordeste da ilha de São Miguel (Açores) uma atividade física orientada, regular e vocacionada para a promoção da saúde...

  6. Marcas da Cultura Regional Açoriana no Currículo da EF no Ensino Básico

    Condessa, Isabel
    A Direção Regional de Educação e Formação (DREF) da Região Autónoma dos Açores (RAA) a partir de 2011, promove nas suas escolas um Currículo Regional para a Educação Básica. A Educação Física (EF) é uma das áreas que podem incluir atividades que permitem aos alunos, nos primeiros anos de escolaridade aplicar adequadamente conhecimentos históricos, culturais e naturais de todas as ilhas. A cultura corporal e física correspondente às práticas de atividade física inspirada na cultura regional açoriana, são por exemplo, os jogos tradicionais, as danças típicas da região e as marchas em percursos pedestres. Deste modo, crianças e jovens, ao dedicarem-se...

  7. Como vai o Ensino da Ginástica na Educação Física? Um Estudo nos Açores

    Condessa, Isabel
    Este estudo pretende refletir o ensino da ginástica na Educação Física (EF) em diferentes escolas dos Açores, na última década. Pretendemos identificar a opinião de estudantes (ensino básico e secundário) sobre a ginástica, como área de currículo em EF (a ordem de preferência por relação a outras matérias, o nível de dificuldade e a frequência com que ocorre nas aulas) e a opinião de professores (ensino elementar, básico e secundário) sobre as dificuldades encontradas para o ensino da ginástica (materiais existentes, a sua formação em ginástica e a motivação dos alunos). Os dados foram recolhidos através de um inquérito por...

  8. (Re)viver as brincadeiras e jogos de infância: o contributo para uma aprendizagem ao longo da vida

    Condessa, Isabel
    Pretende-se perceber a relevância dada pelo idoso açoriano às brincadeiras da sua infância, partindo-se do pressuposto de que estas atividades lúdicas além de proporcionarem a preservação da cultura de uma região, acabam por ser um recurso essencial na educação de qualquer indivíduo em sociedade. A partir das recordações de infância, evocadas num vasto grupo de idosos (mais de meio milhar) pertencentes a todo o arquipélago dos Açores, traçaremos algumas das vivências e crenças relacionadas com as suas brincadeiras de infância. Esta análise será realizada partindo da suposição de que nas brincadeiras de infância, que incidem em atividades e saberes populares,...

  9. Operacionalização do CREB na Educação Pré-Escolar

    Silva, Isabel Lopes da; Santos, Ana Isabel; Freitas, Maria da Conceição
    A abordagem das competências-chave na educação pré-escolar desenvolve-se de acordo com os fundamentos em que assentam as Orientações Curriculares para a Educação Pré Escolar: (i) considerar o desenvolvimento e a aprendizagem como vertentes indissociáveis; (ii) partir do que a criança já sabe e é capaz, como base de novas aprendizagens; (iii) alicerçar-se num trabalho pedagógico diferenciado, centrado na cooperação e desenvolvido no grupo, de modo a dar resposta a todas as crianças e (iv) promover uma construção integrada do saber, em que as diferentes áreas contribuem de forma interligada para as várias competências-chave.

  10. Concepções e Práticas Pedagógicas de abordagem à linguagem escrita dos educadores de infância

    Santos, Ana Isabel; Martins, Margarida Alves
    A comunicação tem por objectivo apresentar os resultados de um estudo realizado com 18 educadoras de infância que desenvolvem o seu trabalho na rede pública da Ilha Terceira, Açores, que foram observadas e entrevistadas no sentido de apreender e compreender a forma como implementam práticas pedagógicas potencializadoras da emergência da literacia e como perspectivam a sua intervenção pedagógica neste domínio. Considerando elementos como a concepção do projecto pedagógico de intervenção, a organização e gestão de espaços e tempos, a implementação de estratégias de intervenção e, ainda, o tipo de competências que consideram dever privilegiar em prol de uma adequada transição...

  11. Cultura e experiência enquanto ferramentas concetuais no trabalho curricular

    Sousa, Francisco
    "Em resposta ao desafio de refletir sobre a relação entre currículo e culturas, coloco-me na perspetiva do trabalhador curricular, entendido como profissional dedicado a um trabalho prático, orientado para a tomada de decisão face a problemas de ensino, no pressuposto de que "nem os problemas nem as soluções são bem conhecidos com antecedência; emergem do ato de tentar compreender e melhorar a prática" (PARKER, 2004, p. 453, tradução nossa). Os professores dos ensinos básico e secundário são os principais trabalhadores curriculares no contexto desses subsistemas. Os académicos podem eventualmente participar nesse trabalho, inseridos em equipas que procuram resolver ou atenuar...

  12. Perspectives and Practices of Citizenship Education in the School Curriculum

    Fonseca, Josélia; Alonso, Luísa
    This paper aims to reflect the role of citizenship education in the Portuguese school curriculum, about the conceptions and teacher's practices in this area. We intend to present some result of a collaborative action research, which we developed in the realm of a PhD project about The Ethic of Responsibility in Citizenship Education. In the 21st century, citizenship education becomes an important pillar of the educative process. The goal of this process is educating the student for being active and responsible citizen. The active citizenship education cannot be limited to instruction on civics, but must be understand as a global...

  13. A investigação-ação como instrumento de desenvolvimento profissional

    Mira Leal, Susana; Fonseca, Josélia
    A realidade educativa dos finais do século XX e inícios do século XXI recriou o sentido da escola e o seu papel social, confrontando-a, e aos professores em particular, com novas exigências. Mais do que uma organização que promove a aprendizagem, quer-se hoje que a escola seja ela própria uma organização que aprende, isto é, uma organização que é capaz de refletir sobre a sua missão e as suas práticas com vista à promoção de aprendizagens contextualizadas e significativas para os alunos. Neste sentido, espera-se que as escolas sinalizem as suas próprias necessidades formativas e estimulem processos de auto-formação nos...

  14. A investigação-ação como abordagem ao currículo: Questões metodológicas e éticas

    Fonseca, Josélia
    Os novos desafios colocados pela sociedade do século XXI à escola, e ao processo educativo desenvolvido por estas, exigem aos professores uma atitude crítica e reflexiva face ao currículo, no sentido de promover um projeto educativo global e significativo, que vá ao encontro das reais necessidades dos alunos. O professor do século XXI deve ser um investigador reflexivo que constrói o conhecimento, estruturando-o na reflexão na e sobre a sua praxis educativa. Neste texto, refletimos sobre a problemática do currículo como projeto de inovação educacional, enfatizando a necessidade e a importância do professor se consciencializar deste facto e de se...

  15. Que lugar para a Teoria e Desenvolvimento Curricular na Formação Pedagógica de Formadores em Portugal?

    Sousa, Francisco
    Nesta comunicação, discutirei o espaço ocupado pela Teoria e Desenvolvimento Curricular no mapeamento epistemológico dos conteúdos programáticos dos cursos de formação pedagógica inicial de formadores. A partir de uma análise ao referencial que orienta os referidos cursos, espero evidenciar orientações teóricas implícitas na política de formação a que o referencial de subordina e discutir algumas implicações práticas dessas orientações para a formação de formadores. Da análise conclui-se que a Teoria e Desenvolvimento Curricular é a área científica que mais alimenta a formação inicial de formadores em Portugal. Conclui-se também que o referencial analisado veicula uma perspectiva predominantemente técnica do currículo.

  16. A emergência de uma política curricular nos Açores: Sentidos e interrogações

    Alonso, Luísa; Sousa, Francisco
    XIX Colóquio da Secção Portuguesa da AFIRSE. Lisboa, 2 a 4 de Fevereiro de 2012.

  17. CTD-0: Developing an online course on curriculum theory and studying how to do it

    Sousa, Francisco
    Curriculum Design Research (CDR) is a branch of educational design research whereby the development of a curriculum or part of it is systematically studied, with a strong focus on the evaluation of successive prototypes of the product being developed. This paper discusses how CDR has been used to study the development of CTD-O, which is a course on Curriculum Theory and Development that started to be taught totally online in 2011/12 in an institution where the full virtualization of a course is still a rare phenomenon. I will describe and discuss the evaluation of prototype 1 (2011/12) and prototype 2...

  18. A diferenciação como princípio de organização curricular

    Sousa, Francisco
    “A diferenciação curricular inclui-se entre os princípios de organização curricular oficialmente assumidos no sistema educativo português, quer para o ensino básico quer para o ensino secundário. É possível diferenciar o currículo seguindo uma orientação inclusiva, comprometida com a promoção da equidade, ou seguindo uma orientação estratificadora. Associada à distribuição dos alunos por vias alternativas de estudo que diferem entre si quanto à complexidade do currículo e quanto ao prestígio social que lhes está associado. Por isso, importa que a discussão do referido princípio tenha em conta a tensão entre essas duas concepções de diferenciação curricular. Neste sentido, farei um breve...

  19. "As crianças ainda são imaturas" - Perspetivas dos educadores de infância sobre a abordagem de temáticas ambientais nos jardins de infância dos Açores

    Pacheco, Cidália; Sousa, Francisco; Gabriel, Rosalina

  20. Formação ambiental de educadores de infância: um desafio universitário para a promoção de culturas de aprendizagem

    Godinho, Ana Isabel; Rodrigues, António Félix Flores; Sousa, Francisco
    A literacia ambiental dos educadores de infância poderá favorecer a mudança de consciências e a promoção de comportamentos pré-ambientais, funcionando como catalisadora de transformações socio-ambientais. O presente estudo - predominantemente qualitativo, com algumas características da metodologia ex post facto - foca-se, essencialmente, na realização de aprendizagens sobre o ambiente por parte de estudantes de Educação de Infância, através do currículo formal e do currículo oculto, Assim, no âmbito de uma tese de mestrado em Educação Ambiental (Godinho, 2007), foram inquiridos candidatos a educadores de infância que estudaram na Universidade dos Açores entre 2002 e 2006 e analisados os programas das...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.