Recursos de colección

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (3.510 recursos)

The Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E. (HFF) institutional repository collects, preserves and disseminates the intellectual output of its professionals in digital format. Its aims are to increase the HFF’s investigation visibility and citation impact, to foster scientific communication and to preserve the HFF’s intellectual memory.

OFT - Artigos

Mostrando recursos 1 - 19 de 19

  1. Orbitopatia tiroideia: diferentes formas de apresentação diferentes abordagens terapêuticas

    Pina, S; Azevedo, A; Pedrosa, C; Santos, C; Silva, F; Santos, MJ; Ferreira, M; Cabral, J
    Introdução: A orbitopatia tiroideia é uma patologia inflamatória orbitária, de carácter autoimune e que geralmente se associa a alterações endócrinas sistémicas por disfunção da glândula tiroideia. Esta patologia pode apresentar-se em diferentes estadios: numa fase activa ou inflamatória, ou numa fase inactiva ou fibrótica, condicionando manifestações clínicas que podem ser muito variáveis. Material e Métodos: Apresenta-se uma série de cinco casos clínicos que pretendem ilustrar diferentes formas possíveis de apresentação da doença e a respectiva abordagem terapêutica. Resultados: Nos casos apresentados assistiu-se a uma melhoria sintomática, estética e funcional. Conclusão: Na orbitopatia tiroideia o tratamento deverá ser orientado de acordo com a fase da...

  2. Proliferação Melanocítica Uveal Difusa Bilateral (BDUMP) como forma de apresentação de adenocarcinoma do pulmão

    Pina, S; Farinha, C; Gregório, T; Travassos, A; Myamoto, C; Veríssimo, J; Proença, R
    Objectivo: Descrever um caso da rara síndroma de proliferação melanocítica uveal difusa bilateral(BDUMP). Descrição do Caso Clínico: Doente, do sexo masculino, 64 anos, fumador, com história de Perda progressiva e grave da acuidade visual bilateral nos últimos 9 meses. A observação apresentava melhor acuidade visual corrigida (MAVC) de 20/50 no OD e de 20/70 no OE, catarata bilateral e tumor pigmentado da íris no OE. Para além destas alterações apresentava ainda bilateralmente vários tumores coroideus pigmentados e múltiplas pequenas lesões vermelho-acastanhadas ao nível do epitélio pigmentado da retina, com correspondente hiperfluorescência precoce na angiografia fluoresceínica e perda de autofluorescência. Com base nos dados...

  3. Blink mystery image: Conjunctival papilloma

    Santos, C; Pina, S; Oliveira, R

  4. Alterações da refracção e motilidade na população de prematuros do HFF rastreada para ROP

    Rodrigues, J; Vaz, F; Santos, MJ; Ribeiro, F; Teixeira, S
    A criança prematura apresenta maior risco de morbilidade ofltalmológica e de alterações do desenvolvimento neurológico, nomeadamente de estrabismo, erros refractivos (miopia), diminuição da acuidade visual, defeitos da visão cromática e dos campos visuais. Os autores realizaram uma análise retrospectiva sobre a distribuição de casos de estrabismo, nistagmo e erros refractivos (miopia eq. esférico >= -0.25 D; alta miopia eq. esférico >= -5.00 D; astigmatismo >= 1.00D) na população de prematuros rastreada para ROP e nascidos no HFF entre Outubro de 1997 e Outubro de 2001. Foram considerados como critérios de inclusão: idade gestacional <= 32 semanas ou muito baixo peso...

  5. Laser fototérmico e sua interacção com a retina humana

    Henriques, J; Nascimento, J; Rosa, P; Vaz, F; Amaro, M
    Há vários efeitos resultantes da interacção da luz laser com os tecidos biológicos que podemos classificar em 5 tipos: efeito fotoquímico, fototérmico, fotoablativo, fotoablação induzida por plasma e fotodisrupção. Estes efeitos biológicos são modelados pelas propriedades ópticas dos tecidos: reflexão, absorção e dispersão e pelas características do feixe laser, nomeadamente o seu comprimento de onda (cdo) que influência a absorção da energia pelos pigmentos biológicos, bem como pela energia do feixe e do tempo da interacção do laser com os tecidos. Na retina humana usamos principalmente o laser de efeito fototérmico na banda do verde-amarelo (532nm), amarelo (577nm) ou díodo (810nm),...

  6. Atypical 'benign behaviour' of eyelid sebaceous carcinoma

    Alves, S; Silva, F; Ferreira, M; Cabral, J
    Eyelid sebaceous carcinoma is a rare tumour with slow growth and it is one of the most aggressive malignancies of the eyelid. Death rate can reach 6%. The diagnosis is often delayed because it is confused with other periocular lesions. The authors describe a case with atypical presentation, regarding rapid growth rate and exophytic aspect. Female, 78 years, presenting lower eyelid tumour with 4 months of evolution. Ophthalmological examination showed a tarsal exophytic tumour (22 mm), non-adherent to bulbar conjunctiva. She was medicated topically for 3 months, with the diagnosis of chalazio. Total excision was performed for histological diagnosis. After diagnosis of...

  7. Intravitreal bevacizumab in aggressive posterior retinopathy of prematurity

    Travassos, A; Teixeira, S; Ferreira, P; Regadas, I; Travassos, AS; Esperancinha, F; Prieto, I; Pires, G; van Velze, R; Valido, A; Machado, MC
    The anatomic response to intravitreal bevacizumab injection in three patients with aggressive, posterior retinopathy of prematurity is described. In all cases, the worse eye was treated with a single intravitreal injection of 0.75 mg of bevacizumab as monotherapy or complementary to laser therapy. In 24 hours, all injected eyes showed regression of the tunica vasculosa lentis and iris vessel engorgement and disappearance of iris rigidity. In addition, plus disease and retinal proliferation began to regress. None of the eyes required additional treatment. Follow-up of up to 10 months showed good anatomic outcomes and no evidence of local or systemic adverse events.

  8. Comparison of macular thickness and volume in amblyopic children using time domain optical coherence tomography

    Silva, F; Alves, S; Pina, S; Azevedo, A; Pêgo, P; Santos, MJ; João, R
    Purpose: Cortical and lateral geniculate changes are well documented in amblyopia but retinal involvement is controversial. Our aim was to compare macular volume and thickness between the sound and the amblyopic eye, in children with unilateral amblyopia due to anisometropia or strabismus, using optical coherence tomography. Materials and Methods: Amblyopic children up to the age of 18 were examined with Stratus OCT3, assessing macular volume and thickness. Statistical analysis was done using the Wilcoxon signed rank test and a level of significance of 5% was chosen. Results: 19 amblyopic patients were studied, 15 with strabismus and 4 with anisometropia. The foveal minimum thickness was...

  9. Congenital ocular motor apraxia

    Carrasquinho, S; Teixeira, S; Cadete, A; Bernardo, M; Pêgo, P; Prieto, I
    PURPOSE: Congenital ocular motor apraxia is a rare disease characterized by defective or absent voluntary and optically induced horizontal saccadic movements. Jerky head movements or thrusts on attempted lateral gaze are a compensatory sign. Most affected children have delayed motor and speech development. Cases associated with systemic diseases, neurologic maldevelopment, metabolic deficits, and chromosomal abnormalities have been described. METHODS: Case report and review of the scientific literature. RESULTS: The authors describe the ophthalmologic, pediatric, and neurologic evaluations and follow up of a child with impaired horizontal saccades, jerky head movements, and delayed motor and speech development. CONCLUSIONS: Congenital ocular motor apraxia is an...

  10. Espessura central da córnea: estudo comparativo entre valores obtidos com paquimetria ultrassónica e pentacam HR

    Azevedo, A; Vaz, F; Gonçalves, A; Pina, S; Alves, S; Kaku, P; Esperancinha, F
    Introdução: A espessura central da córnea (ECC) é um dado biométrico importante na avaliação clínica de doentes com hipertensão ocular e glaucoma, na medida em que influencia a medição da pressão intra-ocular (PIO) pelo método de aplanação de Goldman e é um factor de risco independente para o desenvolvimento de glaucoma primário de ângulo aberto. Neste trabalho, os autores pretendem comparar o resultado da ECC medida pela Paquimetria Ultrassónica clássica (PU) e pelo Pentacam HR. Material e Métodos: Mediu-se a ECC em 33 doentes utilizando Pentacam HR (Oculus, Inc.) e Paquimetria Ultrassónica (Humphrey 850). Fizeram-se 3 medições consecutivas com Pentacam e com PU....

  11. Doença de Lyme – queratite resistente na infância

    Alves, S; Pina, S; Azevedo, R; Chang, N; Bernardo, M; Melo, A
    Introdução: A Doença de Lyme (D. Lyme) resulta da infecção pela espiroqueta Borrelia Burgdorferi, cujo vector é o artópode Ixodes que pode parasitar o ser humano. Esta doença multissistémica evolui em 3 estadios sendo que diferentes manifestações oculares podem ser encontradas em cada um deles. Material e Métodos: Descrição de um caso clínico. Criança do sexo feminino, 9 anos, com queixas de diminuição da acuidade visual (A.V. 6/10) e fotofobia com 2 meses de evolução. Ao exame oftalmológico apresentava queratite filamentosa bilateral, sem outros achados. Concomitantemente referia queixas álgicas nos joelhos e anca esquerda com 6 meses de evolução. Analiticamente apresentava Ac Anti Borrelia Burgdorferi (Ig G /...

  12. Neuropatia óptica isquemica secundária ao uso de interferão

    Gonçalves, A; Feijóo, B; Ferreira, M; Vaz, F; Melo, A
    A neuropatia óptica isquémica anterior é uma disfunção visual aguda que pode ser idiopática ou secundária. Os autores descrevem um caso de neuropatia óptica isquémica anterior não arterítica de provável causa iatrogénica devido ao uso de interferão. Descreve-se o modo de acção dos interferões, os seus efeitos secundários oftalmológicas mais frequentes e, através de revisão de literatura analisa-se a eventual necessidade de seguimento destes doentes.

  13. No rasto da drepanocitose

    Azevedo, A; Pina, S; Silva, F; Alves, S; Pires, G; Silva, F; Teixeira, S
    Introdução: A Drepanocitose é uma doença autossómica recessiva causada por uma mutação pontual na cadeia da beta-globina da hemoglobina, a qual favorece a falciformização dos eritrócitos em condições fisiológicas adversas. Está associada a fenómenos de oclusão capilar que também afectam a retina, podendo levar à perda de visão. Com este trabalho pretendeu-se caracterizar as alterações fundoscópicas em doentes com drepanocitose referenciados à consulta de Oftalmologia do nosso hospital. Material e Métodos: Seleccionaram-se doentes com idade superior a 9 anos e diagnóstico de Drepanocitose observados entre Dezembro de 2009 e Julho de 2010. A avaliação foi feita com recurso à biomicroscopia e observação do fundo ocular.Quando se justificou, foi...

  14. No rasto da drepanocitose

    Azevedo, A; Pina, S; Silva, F; Alves, S; Pires, G; Silva, F; Teixeira, S
    Introdução: A Drepanocitose é uma doença autossómica recessiva causada por uma mutação pontual na cadeia da beta-globina da hemoglobina, a qual favorece a falciformização dos eritrócitos em condições fisiológicas adversas. Está associada a fenómenos de oclusão capilar que também afectam a retina, podendo levar à perda de visão. Com este trabalho pretendeu-se caracterizar as alterações fundoscópicas em doentes com drepanocitose referenciados à consulta de Oftalmologia do nosso hospital. Material e Métodos: Seleccionaram-se doentes com idade superior a 9 anos e diagnóstico de Drepanocitose observados entre Dezembro de 2009 e Julho de 2010. A avaliação foi feita com recurso à biomicroscopia e observação do fundo ocular.Quando se justificou, foi...

  15. Nevus atípico ou melanoma da íris?

    Alves, S; Pina, S; Azevedo, R; Bernardo, M; Cabral, J; Prieto, I
    Objectivo: Relato das dificuldades diagnósticas e de decisão terapêutica, bem como da abordagem cirúrgica de um caso clínico de um tumor atípico da íris. Material e Métodos: Caso clínico de indivíduo do sexo masculino, 35 anos, apresenta no olho direito tumor pigmentado da íris inferior, sem sintomas ou sinais, e melhor acuidade visual corrigida (MAVC) de 20/20. A situação clínica foi documentada cronologicamente com reavaliações seriadas, fotografias de segmento anterior e biomicroscopia ultra-sónica (UBM). Após confirmação do crescimento tumoral a excisão cirúrgica foi proposta, mas recusada pelo paciente. Durante dois anos abandonou a consulta. Após dois anos observou-se expansão progressiva tumoral até ao ângulo e...

  16. Pais diferentes megalocorneas iguais: caso clínico

    Gonçalves, A; Cavalheiro, D; Alves, S; Silva, F; Pêgo, P; Vaz, F
    Introdução: No Recém-nascido, a presença de córneas de tamanho aumentado deve levantar a suspeita de se estar perante um caso de glaucoma congénito.No entanto, outras patologias não glaucomatosas podem também originar córneas de tamanho aumentado, com ou sem malformações oculares e/ou sistémicas associadas. Método: Descrição restrospectiva de caso clínico. Caso Clinico: Os autores descrevem o caso de uma família na qual os membros do sexo masculino do ramo familiar materno de diferentes gerações, possuíam Megalocorneas. Conclusão: Apesar de pouco frequente, verifica-se a presença de megalocornea com provável transmissão ligada ao cromossoma X.

  17. Luxação espontânea do complexo lio-saco como complicação tardia da cirurgia da catarata

    Pêgo, P; Feijóo, B; Gonçalves, A; Cavalheiro, D; Teixeira, S; Prieto, I

  18. Posterior reversible encephalopathy syndrome and anti-angiogenic agents: a case report

    Silva, F; Pêgo, P; Vendrell, MC; Farias, MJ; Timóteo, A; Costa, MC; Cravo, I; Gomes, F
    Posterior reversible encephalopathy syndrome is an increasingly recognised clinico-radiological entity, associated with several medical conditions (such as systemic arterial hypertension) and characterised by seizures, altered mental status, headaches, and visual symptoms. Magnetic resonance imaging is a key component in this diagnosis, with hyperintense foci in T2-weighted images, corresponding to vasogenic oedema. The pathophysiology is not fully understood but probably involves loss of auto-regulation of cerebral vasculature or endothelial dysfunction or both. A 56-year-old male, suffering from a gastro-intestinal stromal tumour with hepatic metastasis resistant to imatinib, on therapy with sunitinib, came to the Emergency Department because of headaches, hallucinations, and loss of vision....

  19. Luxação espontânea do complexo lio-saco como complicação tardia da cirurgia de catarata

    Pêgo, P; Feijóo, B; Gonçalves, A; Cavalheiro, D; Teixeira, S; Prieto, I
    Introdução: A luxação espontânea e tardia do complexo LIO-saco é uma complicação rara mas importante da cirurgia de catarata, cuja incidência tem vindo a aumentar. A maioria dos casos descritos estão associados ao Síndrome Pseudo - exfoliativo, no entanto, outras causas podem ser implicadas, nomeadamente as patologias que predispõem a um aumento da fragilidade zonular. Temos de ter ainda em consideração a existência de outros factores relacionados com o acto cirúrgico (nomeadamente o tipo de LIO) que podem aumentar o risco de ocorrência desta complicação. Porém, em alguns casos, fica por determinar a causa da luxação. Material e Métodos: Apresentação da...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.