Tuesday, September 2, 2014

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía
 

rss_1.0 Recursos de colección

RepositóriUM Universidade do Minho (40,058 recursos)
O RepositóriUM é o repositório institucional da Universidade do Minho, constituído com o objectivo de armazenar, preservar, divulgar e dar acesso à produção intelectual da Universidade do Minho em formato digital. O RepositóriUM pretende reunir, num único sítio, o conjunto das publicações científicas da UM contribuindo desse modo para o aumento da sua visibilidade e impacto e garantindo a preservação da memória intelectual da Universidade do Minho.

CMAT - Artigos em livros de actas, com abitragem, de encontros nacionais

Mostrando recursos 1 - 9 de 9

1. A finite volume scheme for the shallow-water system with the polynomial reconstruction - Clain, Stéphane; Figueiredo, Jorge Manuel; Ribeiro, Carolina Paula Baptista
We present a new very high-order finite volume scheme for the shallow-water system based on the local Polynomial Reconstruction Operator (PRO-scheme) and the MOOD technique to guaranty the solution stability. We detail the design of the scheme and provide two examples with regular solution of wave propagation to highlight the scheme capacity to preserve the waves.

2. A finite volume scheme for the convection-diffusion system using the polynomial reconstruction operator - Clain, Stéphane; Machado, Gaspar Q.; Pereira, Rui M. S.
We present a new very high-order finite volume scheme for the two-dimensional convection-diffusion problem system based on the local Polynomial Reconstruction Operator (PRO-Scheme). We detail the design of the schemes and provide an example with regular solution. The solution is presented for Patankar scheme and for PRO scheme. In this last case we present the solution using a polynomial reconstruction of degree 1 and 2.

3. A new very high-order finite volume method for the 2D convection diffusion problem on unstructured meshes - Clain, Stéphane; Machado, Gaspar Q.; Pereira, Rui M. S.
We present a new finite volume scheme based on the Polynomial Reconstruction Operator (PRO-scheme) for the linear convection diffusion problem with structured and unstructured meshes. We first design the numerical scheme for generic two-dimensional cells and introduce two kinds of polynomial reconstructions. Numerical experiences are carried out to prove the stability and the effectiveness of the method where a 6th-order convergence is reached.

4. Segurança de maciços terrosos com cargas quaisquer. Alguns novos desenvolvimentos para a sua avaliação - Araújo, Nuno Faria; Machado, Gaspar Q.; Martins, Júlio Barreiros
O presente trabalho descreve e discute os métodos de cálculo à rotura de maciços terrosos por métodos rígido-plásticos, métodos elasto-plásticos e métodos elásticos, apresentando-se novos programas de computador para o cálculo do coeficiente de segurança. Apresentam-se exemplos e fazem-se comparações entre resultados obtidos através de vários métodos.

5. Notas sobre a teoria das proporções, no Liber de Triplici Motu, de Álvaro Tomás - Estrada, Maria Fernanda

6. Distribuição estacionária e comportamento extremal de um processo RARMAXp - Ferreira, Marta Susana; Castro, Luisa Canto e
Em Ferreira e Canto e Castro \cite{lccmf2}, faz-se o estudo de certo tipo de processos markovianos max-autorregressivos, denominados ARMAX$_p$, onde cada observação é o máximo entre uma potência de expoente $c$ da observação anterior (com $c\in(0,1)$) e uma inovação, independente do processo até esse instante. Neste trabalho alargamos estes modelos, considerando que cada observação é o máximo entre uma contracção aleatória da potência de expoente $c$ da observação anterior e a inovação (modelos RARMAX$_p$). Tal como para os processos ARMAX$_p$, procede-se ao estudo da existência e unicidade de distribuição estacionária e à análise do comportamento extremal destes novos modelos, nomeadamente...

7. Comportamento extremal de um modelo max-autorregressivo e dos respectivos níveis que persistem durante um período de tempo fixo - Ferreira, Marta Susana
Diversas áreas das ciências aplicadas como a Hidrologia, a Geofísica ou as Finanças confrontam-se com fenómenos que exigem a modelação de valores muito elevados (baixos). A estes mesmos fenómenos é frequente associar-se sequências markovianas, para as quais se reclamam características "benévolas" no que respeita ao seu comportamento extremal. Tal é o exemplo dos modelos max-autorregressivos, amplamente estudados em Alpuim [1] e Canto e Castro [2] que os consideram em diversas versões. Neste trabalho, o coe ciente de dependência assintótica na cauda de Ledford and Tawn [8] motivou uma nova versão do modelo max-autorregressivo, envolvendo uma função potência - ARMAXp - com a particularidade de possuir um parâmetro c 2...

8. Contributos para o estudo da ocorrência prolongada no tempo de níveis extremos - Ferreira, Marta Susana; Castro, Luisa Canto e
Este trabalho foi motivado por um estudo apresentado em Draisma [2], no qual se analisava o comportamento extremal de uma sucessão {Xi} de observações de níveis máximos diários de marés. Na sua abordagem ao problema, Draisma [2] de ne uma nova sucessão, {Yi}, que corresponde ao mínimo de um número xo de níveis máximos diários consecutivos. Trata-se, por de nição, de uma sucessão dependente, pelo que, começamos por averiguar acerca da sua estrutura de dependência em diversos cenários de dependência ou independência da sucessão {Xi}. Estudamos o seu comportamento de cauda para o caso em que {Xi} é i.i.d., admitindo-se que a sua função de distribuição está no...

9. Um método de ajustamento do modelo pRARMAX - Ferreira, Marta Susana; Castro, Luisa Canto e
Em Ferreira e Canto e Castro (2008a), procedeu-se ao estudo do comportamento extremal e da estrutura de depend\^{e}ncia do processo markoviano max-autorregressivo, $p$RARMAX. Nestes processos, cada observa\c{c}\~{a}o obt\'{e}m-se, tomando o m\'{a}ximo entre uma contrac\c{c}\~{a}o aleat\'{o}ria de uma pot\^{e}ncia de expoente $c$ da observa\c{c}\~{a}o anterior (com $c\in(0,1)$) e uma inova\c{c}\~{a}o, independente do processo at\'{e} esse instante. Na sequ\^{e}ncia desse trabalho, apresenta-se agora um procedimento, baseado na minimiza\c{c}\~{a}o do risco de Bayes em teoria da classifica\c{c}\~{a}o, para ajustar um modelo $p$RARMAX a uma s\'{e}rie de dados observados. Segue-se uma an\'{a}lise deste m\'{e}todo atrav\'{e}s de um estudo de simula\c{c}\~{a}o.

 

Busque un recurso