Recursos de colección

Repository ESEPF Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti (2.257 recursos)

The Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Institutional Repository is an on-line platform for collecting, preserving, and disseminating the intellectual output of this institution in digital form.

Mestrado em Animação da Leitura

Mostrando recursos 1 - 20 de 21

  1. Redes sociais na biblioteca escolar : uma oportunidade para promover a leitura

    Ferreira, José Amadeu Gonçalves
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

  2. Magia dos sentidos. Poesia e criatividade: um contributo para o desenvolvimento da expressão oral em crianças do pré-escolar

    Ribeiro, Maria Angelina Teixeira
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

  3. Atividades promotoras de consciência linguística em crianças em idade Pré-Escolar: um despertar para a leitura

    Marques, Filipa Alexandra Dias Leite de Barros
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

  4. Livros para que vos quero: promoção da leitura

    Sousa, Maria da Graça Costa da Silva Prima de
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura

  5. Práticas pedagógicas promotoras da literacia da informação: um estudo com alunos do 1º ciclo do ensino básico

    Leão, Teresa de Jesus Peixoto
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

  6. A consciência fonológica ao serviço da competência leitora: os sons das palavras

    Maciel, Helena Maria Arruda Mesquita
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

  7. A compreensão leitora em textos predominantemente informativos: Ler para aprender

    Cardoso, Carla Maria da Silva Garcez do Lago Pinto
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

  8. Realidade e ficcionalidade no conto "Celestino, o rato da biblioteca" de José Vaz: estratégias de animação da leitura para a promoção do conhecimento da história local

    Martins, Inês Duarte Faria
    Dissertação de Mestrado em Ciências da Educação - Especialização em Animação da Leitura, apresentada à Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti

  9. Leituras iluminadas: a promoção da leitura através da ilustração

    Santos, Cláudia Sofia de Azevedo
    O projeto “Leituras Iluminadas: a promoção da leitura através da ilustração” visa a promoção da leitura através da exploração (do texto e da imagem) consciencializando conhecimentos, em diversas áreas do saber, através da criação de produções plásticas. Considerando que uma boa leitura depende da compreensão do leitor, torna-se necessário construir um caminho que leve a criança à exploração e interpretação da informação contida nas suas leituras. Deste modo, a ilustração conquistou um vasto território, na atualidade, sendo fundamental que se percecione esta nova forma de ilustrar, para que as leituras sejam mais ricas e proporcionem um maior conhecimento nos leitores. Com a...

  10. Biblioterapia na educação pré-escolar: a gestão do medo e da agressividade

    SILVA, Marisa Pedrosa Tavares da
    As emoções, de forma constante, fazem parte integral do nosso entendimento do mundo e dos outros. Assim sendo, no âmbito da Educação tem-lhes sido conferida crescente relevância na formação integral da pessoa. A biblioterapia apresenta-se-nos como uma terapia das emoções, tendo o livro como ponto de partida. Na leitura, dramatização e diálogo de obras de literatura infantil de cariz narrativo ficcional, o biblioterapeuta cria um espaço de comunicação onde o leitor se reencontra nas emoções emergentes, e as suas múltiplas interpretações são trazidas para o seu lado consciente, de forma a promover mudanças conceptuais e comportamentais. No caso da biblioterapia de desenvolvimento,...

  11. A compreensão leitora em textos narrativos: diversificar estratégias

    Teixeira, Maria Julieta
    Neste projecto de investigação-acção, denominado “A compreensão leitora em textos narrativos – diversificar estratégias”, apresentamos a razão de ser, os objectivos que nos propusemos, bem como a intervenção levada a cabo junto de uma turma do 3º ano de escolaridade do 1º Ciclo do Ensino Básico e a avaliação e considerações finais sobre o percurso realizado. Considerando as investigações internacionais e nacionais e as necessidades dos professores relativamente a formação específica e a recursos diversificados no âmbito do desenvolvimento da compreensão leitora, este estudo procura oferecer pistas sobre o modo como podemos intervir nas práticas de leitura, formando leitores competentes. As...

  12. Animar a hora do conto na sala de aula e na biblioteca: o professor e a promoção da leitura

    ALBUQUERQUE, Cláudia Maria Azevedo Maio Ribeiro Barbas de
    O tema surgiu pela necessidade de saber mais sobre o trabalho do professor bibliotecário, função bastante recente, e compreender aquilo que poderá ser o seu desempenho enquanto animador de leitura. Por outro lado, quisemos verificar se, o espaço da biblioteca escolar estava se constitui num espaço onde se desenvolve adequadamente e consolida hábitos de leitura, não só através do professor bibliotecário mas da parceria deste com outros professores, para que haja interacção necessária no sentido de melhor desenvolver a aprendizagem dos alunos, durante o processo educativo das crianças. Sendo estas algumas das nossas maiores preocupações, um dos aspectos que quisemos conhecer foram as estratégias de dinamização da Hora do Conto desenvolvidas...

  13. A importância do imaginário na intertextualidade leitora

    SANTOS, Cristina Maria da Silva
    Esta investigação pretende promover a competência leitora em crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico, através da aplicação de uma pedagogia do imaginário, visando potenciar e enriquecer a intertextualidade dos participantes. Por outras palavras, partindo de diferentes textos literários infantis, tendo em conta as idades das crianças, é nossa intenção desenvolver competências de compreensão que implicam a activação de conhecimentos prévios, a antecipação de sentidos, bem como estabelecer relações entre leituras efectuadas. Os textos seleccionados tiveram em conta diferentes pressupostos que estão em consonância com a investigação que aqui se apresenta, pois revelam riqueza semântica, apelam à cooperação interpretativa dos seus leitores, potenciam a curiosidade dos seus leitores, despertam a capacidade...

  14. Detectives de palavras: uma abordagem ao desenvolvimento da criatividade através da escrita

    CARDOSO, Daniela Margarida Ferreirinha
    O projecto de intervenção pedagógica “Detectives de Palavras: uma abordagem ao desenvolvimento da criatividade através da escrita” remete-nos para uma análise acerca da importância da criatividade no mundo actual, como capacidade pessoal e social. Partindo da ideia de que a criatividade é o produto da interacção entre o domínio, o campo e a pessoa (Csikszentmihalyi, 1988) e de que a imaginação, a originalidade e a expressão são características essenciais do processo criativo (Bellón, 1998) desenvolveu-se um projecto direccionado para crianças em idade escolar com o intuito de desenvolver o pensamento criativo assim como despertar a motivação para a escrita e para a leitura. No presente projecto, são trabalhadas com os...

  15. Literatura para a infância e educação emocional: a hora do conto e a partilha de afectos

    SILVA, Teresa Alexandra Dantas da
    A investigação que se apresenta procura demonstrar uma, das muitas capacidades, que entendemos que possui a Literatura para Crianças sendo que o nosso enfoque centra-se sobre as suas potencialidades no campo da Educação Emocional, visto que a arte se constitui num belo e rico espaço para a emergência de afectos, sentimentos e emoções. Este projecto apresenta resultados do trabalho desenvolvido com um grupo de três Educadoras e com os respectivos grupos de trabalho, perfazendo um total de quarenta e duas crianças com idades compreendidas entre os quatro e cinco anos, numa Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS). A metodologia adoptada foi a...

  16. A biblioteca escolar e a promoção da literacia : práticas pedagógicas no serviço da formação de utilizadores de bibliotecas

    Maia, Elisabete Barros da Silva
    A Biblioteca Escolar é um espaço fundamental dentro da Escola. O uso adequado dos seus serviços deve ser fomentado, despertando interesse pela leitura e pelo conhecimento através da utilização dos diferentes recursos que disponibiliza. Como prestadores de um serviço, os bibliotecários, intermediários entre a informação e o utilizador, deverão proporcionar meios de formação que ajudem os utilizadores a localizar, identificar e seleccionar a informação de que necessitam. Para isso é necessário que desenvolvam estratégias que promovam competências no âmbito da literacia da informação. O presente projecto de investigação-acção visa reflectir sobre a importância da formação de utilizadores de Bibliotecas Escolares, promovendo um...

  17. A biblioteca escolar : dinamizar, motivar para a leitura

    Bastos, Carla Isabel Santa Marta
    Ninguém nasce leitor, no entanto desde cedo podemos contribuir para que uma criança se forme como leitor. O contacto entre a criança e o livro deve ser proporcionado desde cedo, para que esta apreenda um conjunto de características relacionadas com o acto de ler. À medida que a criança aumenta as suas leituras, mais desenvolve as suas capacidades intertextuais e mais se forma como leitor. Formar leitores é uma responsabilidade partilhada entre a família, a escola e a Biblioteca Escolar. A família é a responsável por promover o contacto entre a criança e o livro, por lhes permitir o acesso a este e por criar situações frequentes de partilha...

  18. Leitura partilhada entre o jardim de infância e a família : um projecto de intervenção

    Santos, Maria Manuela de Matos Alves de Sá dos
    Vivemos numa sociedade em que, diariamente, somos confrontados com o código escrito, num apelo constante à leitura e à decifração; paralelamente, as tecnologias assumiram um papel preponderante, desafiando-nos constantemente e levando-nos a desenvolver novas competências e literacias. O desinteresse dos jovens pela leitura, associado aos fracos resultados dos alunos portugueses em testes de literacia, remetem-nos para uma reflexão profunda pois, se pretendemos formar jovens autónomos, responsáveis e interventivos, capazes de construir conhecimento através da interacção e partilha, devemos ajudá-los a desenvolver meios de aceder à informação e transformá-la em conhecimento, e isto passa obrigatoriamente pela leitura. Assim, atendendo a que a criança...

  19. Leitura e educação intercultural : janelas para o outro

    Alves, Maria de Fátima de Sousa
    Este trabalho surgiu da necessidade de reflectir e compreender as atitudes das crianças em idade escolar (pertencentes à faixa etária dos seis/sete anos e inseridas num meio socioeconómico favorecido) face à diferença e também do desejo de promover mudanças mediante a capacidade de favorecer a valorização do Outro. As salas de aula actuais são o espelho da diversidade cultural da nossa sociedade e as crianças são também o reflexo dos estereótipos e preconceitos veiculados pela maioria dos indivíduos com os quais convivem nos seus contextos familiares, sociais e culturais. Existem ainda muitas atitudes preconceituosas em relação a certas crianças consideradas diferentes por não corresponderem ao padrão supostamente hegemónico, sobretudo se essa...

  20. Leituras Itinerantes - Anne Frank, uma vida

    Meneses, Margarida Isabel de Sousa
    Actualmente, a leitura e as questões a ela associadas situam-se no centro das preocupações de todos os agentes educativos, na medida em que aquela é uma ferramenta essencial à vida e é condicionante do sucesso, a curto e a longo prazo, dos indivíduos. No entanto, nos últimos anos, numerosos estudos nacionais e internacionais têm demonstrado baixos desempenhos dos estudantes na leitura e na escrita, mostrando igualmente que, nas escolas, as práticas de leitura não têm conseguido consolidar hábitos de leitura e fidelizar leitores, sobretudo na adolescência. Deste modo, podemos afirmar que a nossa problemática se insere na área da promoção...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.