Recursos de colección

Repositório do ISPA Instituto Superior de Psicologia Aplicada (10.261 recursos)

No Repositório do ISPA pode encontrar diversos tipos de documentos, em formato digital, resultantes da produção científica do ISPA designadamente: teses de doutoramento, teses de mestrado, artigos em publicações periódicas nacionais e internacionais, relatórios técnicos, artigos em actas de conferências nacionais e internacionais e capítulos de livros.

PCOM - Dissertações de Mestrado

Mostrando recursos 1 - 20 de 28

  1. Estudo exploratório de factores potenciadores de stress e de suporte social percepcionados por famílias homoparentais adoptantes

    Fernandes, Inês Oliveira Monteiro
    Este estudo teve como objectivo identificar possíveis factores potenciadores de stress e de suporte social percepcionados por famílias homoparentais que recorreram à adopção individual. Participaram no estudo dois casais, um de homens gays e outro de mulheres lésbicas. Na recolha de dados foi utilizada a entrevista semi-estruturada, tendo emergido da Análise Temática sete grandes temas: Contexto Familiar, Adopção, Amigos, Comunidade Educativa, Meio Profissional, Comunidade Lésbica, Gay, Bissexual e Transgénero (LGBT) e Quadro Legal. Os principais resultados evidenciam que os factores de stress situam-se, fundamentalmente, ao nível do preconceito e discriminação em relação à homossexualidade, em diferentes contextos relacionais (particularmente Familiar...

  2. Contributos da Psicologia Comunitária para a criação de repostas educativas integradas dirigidas às comunidades ciganas

    Rêgo, Sara
    A presente investigação incide sobre as oportunidades e desafios existentes no trabalho de intervenção comunitária junto de um grupo de jovens mulheres ciganas, levado a cabo pelo Centro de Desenvolvimento Comunitário da Ameixoeira (CDCA), no contexto de um bairro de habitação social de Lisboa. São discutidas tanto as motivações como os desafios encontrados pelas jovens participantes num projecto educativo e de formação (PIEF) a partir de entrevistas semi-estruturadas e conversas informais com técnicos e com a comunidade alvo das intervenções. A intenção deste estudo é a de reflectir sobre estratégias de trabalho conjunto e participativo, eficazes para um desenvolvimento comunitário e territorial sustentável. A...

  3. Uma perspectiva qualitativa das experiências de transição de pessoas sem-abrigo para uma habitação independente e permanente

    Zilhão, Maria Teresa
    A presente investigação analisa as principais mudanças na vida de pessoas com experiência de sem-abrigo, decorrentes da obtenção de uma habitação, através da participação num programa de habitação apoiada e independente: o Programa Casas Primeiro. Procurámos, assim, compreender as experiências vividas por quatro participantes do Programa Casas Primeiro a nível de recursos, relações sociais e individual, durante o período em situação de sem-abrigo, e no período posterior à integração numa habitação. Este estudo utiliza uma metodologia qualitativa, tendo sido realizadas entrevistas aos participantes em dois momentos distintos. O primeiro, na sequência da obtenção de uma habitação estável, mas ainda próximo da experiência de sem-abrigo,...

  4. Participação cívica e sentimento de comunidade de jovens imigrantes dos palop a residir em Portugal: Um estudo descritivo

    Jesus, Daniela Filipa Ribeiro Severino de
    O objectivo desta dissertação é descrever os processos de participação cívica de jovens imigrantes dos PALOP e a relação com o sentimento de comunidade local e sentimento de comunidade nacional. Utilizámos uma abordagem multimétodo. Na componente quantitativa foi aplicada a Escala Breve de Sentimento de Comunidade (EBSC) (Peterson, Speer & McMillan, 2008) a uma amostra de 60 participantes. Relativamente à componente qualitativa, conduzimos um grupo de discussão focalizada e quatro entrevistas individuais. Os factores de inclusão de participantes no estudo foram: nascimento num país dos PALOP e ter entre 18 e 24 anos no momento de recolha de dados. Os dados quantitativos...

  5. Estudo piloto da escala de percepção da adequabilidade do bairro para caminhar: Análise factorial exploratória

    Bispo, Sofia Kuan
    O presente estudo tem a finalidade de realizar a adaptação portuguesa da versão da Escala de Percepção da Adequabilidade do Bairro para Caminhar, analisar a sua validade factorial e a sua associação com o género, a idade, o nível de escolaridade rendimento, prática de actividade física, minutos de actividade física, índice de massa corporal, hipertensão e horas a ver televisão. Método: 79 participantes com idade igual ou superior a 65 anos foram recolhidos pelo método de bola de neve. Resultados: A análise factorial exploratória identificou quatro dimensões e os dados demonstraram uma validade factorial aceitável. A correlação entre o teste e o re-teste para um intervalo de duas...

  6. Mulheres sobreviventes de violação

    Maria, Susana Gabriela da Silva
    Dissertação de Mestrado em Estudos sobre as Mulheres

  7. Migração e saúde comunitária: Acesso a serviços de saúde, conhecimentos e comportamentos em relação ao VIH / SIDA

    Sousa, Patrícia Maria Bocarro de
    O acesso aos serviços de saúde é um direito humano fundamental, indispensável para garantir o desenvolvimento, o bem-estar e a dignidade do Ser Humano. A presente investigação pretende estudar na área do acesso aos serviços de saúde, os obstáculos que possam existir e, conhecimentos e comportamentos em relação ao VIH/SIDA em pessoas migrantes. A recolha de dados foi realizada com a população de migrantes que recorre à Unidade Móvel dos Médicos do Mundo, que respondeu a um questionário. Este instrumento de investigação é composto por um questionário desenvolvido pelo Observatório Europeu do Acesso aos Cuidados de Saúde dos Médicos do...

  8. Parcerias comunitárias, em busca da eficácia: Uma revisão de literatura

    Silva, Tiago Miguel de Seixas Fonseca da
    O presente trabalho de investigação é uma revisão de literatura e um state-of-the-art das parcerias comunitárias. Teve como objectivo a demonstração das fundamentações teóricas assentes na construção implementação e manutenção das parcerias comunitárias e a procurados processos teóricos que melhor explicam e permitem avaliar a sua eficácia. Tentámos construir uma linha teórica que pudesse explicar a importância das parcerias comunitárias como veículo privilegiado de mudança de sistemas e de capacitação comunitária, através de um contínuo teórico assente nas ideias inovadoras da psicologia comunitária e nas melhores práticas do desenvolvimento comunitário. Pretendeu-se a partir daqui explicar alguns constructos teóricos existentes fazendo a ponte...

  9. Cape Verdean associative leaders: Influence as path for social change

    Silva, Rita Isabel do Nascimento
    Este estudo aborda os líderes associativos Cabo-Verdianos na Área Metropolitana de Lisboa e pretende explorar como é que os processos de empowerment e participação contribuem para o desenvolvimento da sua capacidade relacional de modo a tornarem-se agentes de influência no que diz respeito ao entendimento e acção nas estruturas de poder na comunidade, vista como um todo. Nós organizamos este estudo em três capítulos: As aberturas dos líderes e o bem-estar do grupo; Envolvimentos dos líderes: Objectivos e liderança do grupo e Líderes como visionários do sistema: Construção de interdependências Foram definidas duas questões de investigação: Como é que os líderes, enquanto...

  10. Capital social e participação dos jovens como factores preponderantes na construção de comunidades saudáveis

    Silveira, Carina Simões da
    Este estudo pretendeu analisar o capital social comunitário dos jovens de 12° Ano da cidade de Lisboa, no momento anterior ao da entrada na idade adulta, utilizando o Questionário de Capital Social Comunitário, nas suas oito dimensões — confiança; pró-actividade; participação; ligações com a família e amigos; valor da vida; tolerância para com a diversidade; ligações com a vizinhança; ligações com a escola. Muitos dos estudos sobre o capital social dos jovens são uni-dimensionais, apresentando sérias limitações na compreensão e na análise (Bassani, 2007). Este estudo, debruça-se sobre o capital social juvenil numa perspectiva multi-dimensional e comunitária, abordando vários grupos...

  11. Qualidade de vida no idoso e envolvimento comunitário

    Rodrigues, Liliana Cristina da Silva
    O envelhecimento demográfico, num contexto individual, familiar e social vêm determinando novas necessidades, para as quais é urgente organizar respostas mais adequadas. É imprescindível admitir o desafio, que implica enfrentar uma mudança de atitudes e comportamentos face ao envelhecimento e à saúde mental. Para que as pessoas mais idosas possam manter uma qualidade de vida aceitável e possam continuar a assegurar os seus contributos na sociedade, é essencial uma boa saúde, uma vez que as pessoas idosas activas e saudáveis, para além de se manterem autónomas, constituem um importante recurso para a sociedade. Neste contexto está implícito o conceito de...

  12. Capital social comunitário e a auto-percepção de saúde: Um estudo com utilizadores de internet em Portugal

    Paraíso, Tiago
    Este estudo aborda a temática do Capital Social por uma perspectiva comunitária, entendendo o capital social como uma qualidade dos grupos, das redes sociais, das instituições, das comunidades e das sociedades. Esta perspectiva enfatiza a natureza colectiva do fenómeno (Perkins, 2002). Para quantificar o Capital Social Comunitário, recorremos ao questionário mais utilizado de capital social comunitário (Ferguson, 2006), desenvolvido por Onyx & Bullen, em 2000. e medido através das dimensões: confiança; pro-actividade; participação; ligações com a família e amigos; valor da vida; tolerância para com a diversidade; ligações na vizinhança e ligações no trabalho. Este questionário foi aplicado a utilizadores de...

  13. Flores para flores: Um estudo de caso - descrição de um projecto de intervenção e reflexão sobre o sentimento de comunidade em uma comunidade rural brasileira

    Oliveira, Maria Corrêa Fontes Chagas de
    Este trabalho aborda as actividades e os resultados de um programa de intervenção em uma comunidade rural brasileira. Com a proposta metodológica de investigação acção participativa no trabalho descrevemos a localização, a implantação e o projecto para o desenvolvimento sustentável da comunidade rural do Assentamento Gameleira, localizado na região central do Brasil. Foi realizada uma trajectória de construção de relações baseadas no diálogo, com o intuito de promover a participação e a confiança. Após o levantamento das necessidades das famílias participantes, agentes internos e externos foram instrumentalizados por meio de oficinas e cursos com temáticas relacionadas ao desenvolvimento sustentável. Durante...

  14. Prevalência de sem-abrigo ao longo da vida e atitudes face aos sem abrigo em Portugal

    Miguel, Marta Cristina Trindade
    O presente estudo resulta da colaboração do Núcleo de Psicologia Comunitária do Instituto Superior de Psicologia Aplicada com o Research Group on Homelessness and Poverty (Wayne State University, Detroit, E.U.A.) numa investigação transnacional sobre a opinião pública acerca dos sem-abrigo e a prevalência da situação de sem-abrigo ao longo da vida. Pretende aceder à opinião pública portuguesa, isto é, às atitudes e conhecimentos, da população portuguesa sobre as pessoas sem-abrigo; estimar a prevalência de população que já esteve em situação de sem-abrigo em algum momento da sua vida; confirmar o modelo de atitudes identificado nos estudos de opinião pública realizados nos...

  15. A mulher na comunidade Quilombola do Curiaú no Amapá: Participação, empowerment e liderança

    Mendonça, Marcos António Távora de
    O presente trabalho tem como objectivos gerais compreender as relações de poder na comunidade e contribuir para a reflexão acerca da participação, do empowerment e da liderança das mulheres na Comunidade Quilombola do Curiaú no Amapá. A referida comunidade localiza-se no extremo norte do Brasil, no Estado do Amapá, fazendo parte da vasta região Amazónica. Para concretização destes objectivos foi realizada uma investigação colaborativa, utilizando-se procedimentos de carácter qualitativo, criando-se uma relação de colaboração na investigação comunitária. Este estudo qualitativo propõe-se a identificar quais as formas de participação que são vivenciadas pelas mulheres e os domínios sociais em que elas...

  16. Recovery e medicação: Perspectivas e percepções de indivíduos com experiência de doença mental

    Mendes, Carla Sofia Almeida e
    Sendo notória a pertinência das questões relacionadas com a saúde mental dada a sua elevada incidência à escala mundial, surgem novos debates em torno do conceito emergente de recovery. A relação entre a medicação psiquiátrica e o recovery é um tema complexo e controverso, estando a área da saúde mental repleta de relatos que salientam o valor dos medicamentos no recovery e, em simultâneo, de opiniões que testemunham uma posição contrária à medicação, realçando os seus efeitos secundários severos e debilitantes. Abandonando uma focalização excessiva na doença e nos seus sintomas, o objectivo deste trabalho é compreender quais as percepções...

  17. Narrativas de homens feministas portugueses

    Matias, Daniel Filipe Mendes
    A eclosão dos estudos sobre masculinidades tem vindo a proporcionar várias reflexões sobre as possibilidades de actuação por parte dos homens na construção de uma sociedade não opressiva, não sendo contudo uma área desenvolvida em Portugal. Neste sentido, o presente estudo teve como objectivo a recolha de narrativas biográficas parciais de dez homens portugueses que se afirmavam como feministas. Vários temas foram abordados, entre os quais as motivações subjacentes à adesão ao projecto feminista, a relação entre género e sexualidade e a mudança social. Através das suas narrativas, foi possível constatar o carácter múltiplo das suas experiências e posicionamentos, tendo...

  18. Atitudes, crenças, conhecimentos e competências de pais, professores e crianças do 1º ciclo: Após aplicação de programa de prevenção dos abusos sexuais de crianças

    Henriques, Paula Cristina Abrantes
    Este trabalho tem como objectivo perceber quais as Atitudes, Crenças, Conhecimentos e Competências que os Pais, Professores e Crianças do 1o Ciclo possuem acerca da Prevenção do Abuso Sexual de Crianças em Idade Pré-Escolar após a comparência de um programa de Prevenção. Trata-se assim de um estudo exploratório de carácter preventivo. Os instrumentos para Pais e Professores que foram utilizados para a realização deste trabalho (Ver Anexo A) procederam do estudo: Sexual Abuse Prevention for Preschoolers: A Survey of Parents's Behaviors, Altitudes, and Beliefs (Wuntele, Kvatemick & Franklin, 1992), publicado no Journal of Child Sexual Abuse. Com o intuito de complementar os...

  19. A influência do clima e da estrutura na percepção de eficácia dos membros de parcerias

    Henriques, Mónica Raquel de Carvalho
    As Comissões de Protecção de Crianças e Jovens em Perigo - CPCJ e restantes parcerias fazem parte do panorama da intervenção social quando se pretende intervir em problemas complexos como o bem-estar das crianças, a violência, o abuso de substâncias, a pobreza, entre outros. As parcerias envolvem actores-chave da comunidade, indivíduos e/ou entidades de vários sectores comunitários que se reúnem para responder aos problemas de forma colaborativa e têm vindo a aumentar um pouco por todo o país. No entanto, pouco se sabe, mesmo a nível mundial, sobre a sua eficácia no alcance dos objectivos para os quais são criadas. Deste...

  20. Prevenção e controlo da infecção VIH / SIDA em populações migrantes: Desafios à psicologia comunitária

    Gama, Ana Filipa de Mendonça da
    Tem sido reconhecido que as populações migrantes se encontram especialmente vulneráveis à infecção pelo VIH/SIDA, por diversos factores associados ao processo migratório. Essa vulnerabilidade pode ainda ser potenciada por barreiras no acesso e sub-utilização dos serviços de saúde na procura de informação, cuidados e diagnóstico. No sentido de conhecer o tipo de utilização dos serviços de saúde por parte de populações imigrantes foi aplicado um questionário a 522 imigrantes africanos residentes em Portugal, no CNAI (ACIDI) em Lisboa. Foi analisado o tipo de serviços que utilizariam no contexto do VIH/SIDA, a fonte de informação privilegiada sobre a infecção, a procura efectiva dessa informação no SNS e a realização do diagnóstico. Os...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.