Recursos de colección

Repositorio da Universidade dos Açores (8.559 recursos)

O Repositório Institucional da Universidade dos Açores desenvolvido no âmbito do projecto RCAAP.

DHFCS - Comunicações a Conferências / ConferenceItem

Mostrando recursos 1 - 20 de 25

  1. A criação artística autêntica contra o estéril culto da palavra: uma luta anteriana

    Costa Carvalho, Magda
    A presente reflexão tem como principal objectivo indicar algumas pistas que permitam ajudar à focagem de um tema tão complexo quanto desafiante, como é a problemática da criatividade. Nesse sentido, assume como suas principais fontes alguns textos de Antero de Quental (textos maioritariamente de juventude) que, directa ou indirectamente, versam sobre a problemática da criação artística.

  2. Darwin e a Sociedade: apresentação

    Costa Carvalho, Magda
    Foi para a Universidade dos Açores uma honra e um privilégio receber, em Setembro de 2009, os mais eminentes e reconhecidos especialistas mundiais na obra de Charles Darwin. Os três intensos dias de trabalho do Simpósio Darwin's Mistake and what we are doing to correct it saldaram-se em aprendizagens de valor incalculável e permitiram-nos celebrar Darwin não apenas enquanto incontornável figura da história da ciência e da cultura ocidentais, mas sobretudo na sua qualidade de impulsionador e promotor de novos rumos para as actuais investigações em torno da biodiversidade.

  3. Idade e mercado de trabalho: O trabalho por um fio, o emprego por um canudo

    Tomás, Licínio Manuel Vicente
    Todas as épocas têm problemas específicos que, conjunturalmente, as singularizam e identificam no nexo do tempo histórico. Embora nenhuma época anterior tenha enaltecido o trabalho em demasia, somos herdeiros de uma tradição sociocultural em que se valorizava o "trabalhar" enquanto forma de reconhecimento dos indivíduos e meio de promoção profissional ao longo da vida. Facto frequentemente esquecido é que o trabalho começava em idades precoces, desempenhando um papel formativo do qual parece ter sido amputado, pelo menos nas idades abaixo dos 15/16 anos. Constatamos hoje que tanto o trabalho como a idade, independentemente das funções que cumprem, no plano social,...

  4. Les parcours de vie: de l'activité professionnelle à l'inactivité fonctionnelle

    Tomás, Licínio Manuel Vicente
    De nos jours, une mobilité nouvelle, plus complexe et hors du commun, dans le cours de l'histoire des sociétés industrialisées, parait s'installer. Même les baby-boomers en sont concernés. Or, il se trouve que les implications du remodelage des temps de travail ainsi que des relations à l'emploi impliquent des formes inévitables des différentes catégories de travailleurs, des parcours de vie et des chances de carrières des générations. Même le sens du changement demeure problématique.

  5. Para uma tentativa de Fundamentação da Imaginação

    Castro, Maria Gabriela
    A questão da tentativa de uma fundamentação da imaginação aparece como uma necessidade de quem estuda a imaginação em Paul Ricoeur. Com a recomendação de Jean Ladrière de que o que é necessário "é encontrar o fundamento", o estudo foi avançando e este texto nascendo. Pretendemos apenas uma tentativa de fundamentação da imaginação tendo assentado este trabalho em três pontos: 1º - quais os contributos de Ricoeur para uma possível fundamentação da imaginação?, 2º - O que é fundamentar? e 3º - O que poderia ser a fundamentação da imaginação?

  6. A Universidade dos Açores e a cooperação internacional

    Andrade, Luís Manuel Vieira de
    "O principal objectivo deste artigo tem a ver, por um lado, com a problemática da política externa e de cooperação portuguesa relativamente aos países lusófonos e, por outro, com o papel que as universidades portuguesas, e em particular a Universidade dos Açores, têm vindo a desenvolver nesse sentido, sem esquecer, como é óbvio, a nossa diáspora. Não iremos proceder a uma análise histórica dessas relações, mas tão-somente tecer algumas considerações, que nos parecem ser importantes, acerca da forma como Portugal tem vindo a gerir a sua política externa e de cooperação, designadamente no que diz respeito àqueles países. […]."

  7. O tema da "saudade" em Gaspar Frutuoso

    Luz, José Luís Brandão da
    Colóquio Internacional "Camões e os seus Contemporâneos", Universidade dos Açores, Ponta Delgada, 18 a 20 de Abril de 2012.

  8. "Poiética" do Poder

    Castro, Maria Gabriela
    "Poética" do Poder é um título que encontra as suas raízes na Grécia Clássica pelo cruzamento da poiésis com a problemática do Poder próprio da Pólis. A poiésis, no sentido de construção ou de produção é um termo que, se por vezes se encontra relacionado com a arte e a estética, não deixa de se encontrar intimamente ligada de um modo muito especial ao Poder Político enquanto capacidade de criar as condições necessárias, nomoi, para a emergência da verdadeira humanidade. De modo a podermos apresentar a nossa reflexão dividiremos este nosso estudo em três partes: 1ª O que é a...

  9. A Dimensão Estética na Educação

    Castro, Maria Gabriela
    Maurice Merleau-Ponty na sua obra Elogio da filosofia afirma, citando Stendhal, “é uma felicidade ter como profissão a sua paixão” . Esta é uma realidade que partilho com todos aqueles que tiveram a sorte de poderem trabalhar naquilo para que estavam intrinsecamente motivados. Quando estamos convictos de que aquilo que fazemos é a nossa razão de ser profissional corremos o risco de perspectivar toda a nossa actividade pelo ponto de vista que nos apaixona. Conscientemente corro esse risco e encontro na dimensão filosófica da estética o nó górdio da inteligibilidade da própria humanidade do homem. A arte é a verdadeira...

  10. Phenomenology and Bio-art

    Castro, Maria Gabriela
    Congreso Europeo de Estética: Sociedades en crisis. Europa y el concepto de estética, Museo Nacional del Prado, Madrid, 10, 11 y 12 de noviembre de 2010.

  11. Crise da razão e declínio da religião

    Luz, José Luís Brandão da
    O declínio da influência do cristianismo no delineamento da conduta moral das pessoas e na estruturação da vida social das comunidades e das nações tem vindo a alterar as nossas concepções sobre a justiça social, o significado da história, a organização da educação e a conduta moral. O fenómeno tem origens bem remotas, que muitos analistas ligam ao processo de fragilização que a cultura e a filosofia europeias infligiram à razão humana. Começaremos por apresentar as origens deste processo no esforço do pensamento moderno para apoiar na razão todo o conhecimento verdadeiro. De seguida, centraremos a atenção nos desenvolvimentos que...

  12. La nature chez Bergson: le même et l'autre de l’homme

    Costa Carvalho, Magda
    Cette contribution a pour but de réfléchir sur les relations entre l’homme et la nature dans la pensée de Bergson, au sein de la problématique de l’identité et la différence. Pour l’auteur, l’homme occupe une place double face à la nature : il partage avec celle-ci une identité ontologique fondamentale, fondée d’abord sur le concept de l’élan vital, mais il garde aussi, face au monde naturel, ce qui lui permet d’être différent. L’homme est la raison d’être de l’Univers, lui seul est capable de transgresser la logique géométrique du monde physique et y réaliser son acte créateur. Pour comprendre la...

  13. Trajectoire de l'emploi, en carrousel, dans des contextes de pauvreté

    Diogo, Fernando
    "La mobilité et la profession chez les individus en situation de pauvreté est un des domaines d'étude, au carrefour de l'emploi et de la pauvreté, trop souvent ignoré dans la recherche sociologique récente. Une des questions abordées et étudiées porte sur la précarité de l'emploi et pas sur l'ensemble des trajectoires professionnelles. […]"

  14. Ativos altamente desqualificados e insucesso do sistema de ensino, os novos dados

    Diogo, Fernando
    Esta comunicação apresenta resultados que sugerem que o problema dos activos altamente desqualificados é um dos principais obstáculos ao desenvolvimento dos Açores. Mobilizam-se os dados de uma investigação em curso sobre os beneficiários do RSI que trabalham para melhor compreender a relação dos activos altamente desqualificados com o sistema de ensino e com a formação profissional (em sentido lato). Desta forma, pretendemos contribuir para perceber como é que, a nível macro, se construiu o processo de desqualificação na relação destes indivíduos com as diversas formas de aquisição de competências escolares e profissionais e as consequências em termos da sua inserção...

  15. O crescimento da pobreza: limites das fontes estatísticas em Portugal e resultados possíveis

    Diogo, Fernando
    A rapidez e a profundidade das transformações sociais por que está a passar a sociedade portuguesa colocam desafios e agudizam tensões no desenvolvimento das políticas públicas, especialmente nas que têm como objetivo a redução da pobreza ou a minimização dos seus efeitos. Coloca-se a questão da fiabilidade dos instrumentos de informação estatística disponíveis para conceber e monitorizar essas políticas, face à rapidez e profundidade do agravamento dos indicadores indiretos de pobreza e de degradação da situação social em geral. A partir da recente publicação dos dados do IDEF 2010/2011, explora-se as limitações das fontes estatísticas para medir a pobreza em...

  16. "Arquitectura Regional": debates e propostas em torno da casa açoriana na I República

    Soares de Albergaria, Isabel
    O tema da habitação popular, como parte do estudo da cultura material, ganha especial relevo durante o tempo da I República, progressivamente vista como signo da identidade nacional ou regional. Luís Bernardo Leite Ataíde e Ernesto Canto da Maia fazem eco, nos Açores, do programa da "Casa Portuguesa" vulgarizado por Raul Lino, embora dele tirem conclusões opostas.

  17. Precariedade laboral em situação de pobreza: contributos para uma tipologia

    Diogo, Fernando
    Os dados estatísticos disponíveis permitem perceber que a precariedade no emprego afecta um número crescente de indivíduos. Concomitantemente, os discursos políticos e mediáticos sobre este processo social são omnipresentes. Contudo, os estudos sistemáticos sobre a temática não abundam, quer a nível nacional, quer a nível internacional, pelo que discursos e decisões políticas sobre o assunto não têm por base informações factuais aprofundadas. Nesta comunicação, propomo-nos contribuir para a caracterização sistemática deste processo social, recorrendo a um inquérito por questionário aos beneficiários do Rendimento Social de Inserção que trabalham, e à reflexão enquadradora de Beck e Castels relativamente às transformações do...

  18. Desigualdades persistentes: trabalhadores pobres, entre o sistema de ensino e o mercado de trabalho

    Diogo, Fernando
    Esta comunicação parte de resultados onde se mostra que a relação com a escolaridade dos activos pobres se caracteriza, em grande parte, por um persistente afastamento da escola, mau grado mais de 30 anos de investimento estatal neste sector. Mobilizam-se dados de uma investigação em curso sobre os beneficiários do RSI que trabalham para analisar a relação dos activos pobres com o sistema de ensino e com a formação profissional (em sentido lato). Desta forma, procura-se perceber como é que, a nível macro, se construiu o processo de desqualificação na relação destes indivíduos com as diversas formas de aquisição de...

  19. A ideia de natureza em Descartes

    Luz, José Luís Brandão da
    A informação sensível transmite-nos uma visão do mundo que obscurece a verdadeira natureza das coisas. Pelo contrário, o seu valor representativo não está na semelhança com os objectos, mas no poder de nos transmitir a sua figuração geométrica. O novo mundo da física cartesiana responde assim a exigências do espírito, que requer um esforço para o tornar verosímil. Por isso Descartes recorre a exemplos da experiência corrente e a uma argumentação convincente que parece responder à necessidade de ganhar adeptos para as virtualidades do modelo operatório da nova ciência mecanicista. Assiste-se, desta forma, na imaginação, a um esforço operativo, em...

  20. Africanos nos Açores : informes sobre uma presença quinhentista

    Gregório, Rute Dias
    Compondo minorias étnicas, maioritariamente de estatuto escravo, africanos ditos mouriscos ou pretos detectam-se nas fontes açorianas do século XVI. Ora presentes nos inventários de bens, antes do valioso gado, ora constantes dos testamentos que os alforriam, dotam ou condenam, ora presentes nos registos sacramentais, numa integração religiosa e social que seriam obrigados a aceitar, diferentes imagens parecem emergir destes povoadores forçados das ilhas açorianas.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.