Recursos de colección

Infoteca. Informação Tecnológica em Agricultura (55.114 recursos)

O serviço Informação Tecnológica em Agricultura (Infoteca) reúne e permite acesso a informações sobre tecnologias produzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), as quais se relacionam às áreas de atuação de seus demais centros de pesquisa. Suas coleções são formadas por conteúdos editados na própria instituição (em forma de cartilhas, livros para transferência de tecnologia, programas de rádio e de televisão), com linguagem adaptada de modo que produtores rurais, extensionistas, técnicos agrícolas, estudantes e professores de escolas rurais, cooperativas e outros segmentos da produção agrícola possam assimilá-los com maior facilidade, e, assim, apropriarem-se de tecnologias geradas pela Embrapa.

Boletim de Pesquisa e Desenvolvimento (CNPM)

Mostrando recursos 1 - 20 de 31

  1. Distribuição espacial do fator topográfico da Rusle na Bacia do Alto Paraguai.

    GALDINO, S.
    A intensificação dos processos erosivos nas áreas de planalto, onde nascem os rios da Bacia do Alto Paraguai (BAP), constitui grave impacto ambiental e socioeconômico para o Pantanal brasileiro. Os fatores associados ao comprimento da encosta (L) e à declividade do terreno (S) são preponderantes no modelo de predição de perda de solo Revised Universal Soil Loss Equation (Rusle). O objetivo deste estudo foi avaliar a distribuição espaçotemporal dos fatores L e S da Rusle na BAP usando o software LS-Tool. Para fazer os mapeamentos foi usado o modelo digital de elevação (MDE) gerado pela missão Shuttle Radar Topography Mission...

  2. Distribuição espacial da erosividade da chuva no Estado de Goiás e no Distrito Federal.

    GALDINO, S.
    A erosividade da chuva é um índice numérico que expressa a capacidade da chuva de provocar erosão hídrica no solo. O mapeamento da erosividade da chuva é instrumento prático e indispensável para o planejamento do uso do solo, tanto na escala local quanto regional. O objetivo deste estudo foi avaliar a distribuição espacial do potencial erosivo anual da chuva para o Estado de Goiás (GO) e o Distrito Federal (DF) e fornecer informações básicas para o planejamento de uso e manejo sustentável do solo. Para isso, foram analisados dados de 88 estações pluviométricas localizadas em GO e DF e no...

  3. Modelagem da erosão aplicada ao planejamento conservacionista do solo em Pastagens de Pindamonhangaba (SP).

    GALDINO, S.; ARAUJO, L. S. de; SILVA, G. B. S. da; NOGUEIRA, S. F.; PEREIRA, K. C.
    A degradação das pastagens é um dos maiores problemas enfrentados pela pecuária brasileira, e constitui atualmente uma questão prioritária do governo federal. A partir da estimativa geoespacializada da perda de solo atual e para encontrar alternativas de uso das terras em áreas de pastagens localizadas no Município de Pindamonhangaba, SP, foi avaliado o efeito do manejo e de práticas conservacionistas do solo sobre a erosão hídrica. Para a obtenção da perda de solo, foram considerados: erosividade das chuvas, erodibilidade dos solos, efeito do comprimento e grau de declive das encostas, uso do solo e manejo da cobertura vegetal, e implementação...

  4. Uso de imagens de radar na estimativa do ar.

    VALLADARES, G. S.; MARIN, F. R.; OSHIRO, O. T.; GUIMARÃES, M.
    O objetivo deste boletim é apresentar uma metodologia para a geração de modelo numérico de terreno (MNT), com estimativa da temperatura do ar, a partir de dados do radar SRTM. O modelo digital de elevação, gerado pela missão SRTM, forneceu as coordenadas geográficas e as altitudes necessárias para estimar-se a temperatura média do ar, utilizando-se equações de regressão múltipla. A metodologia foi eficiente na geração do mapa de temperatura média do ar do Estado de São Paulo, produto que pode ser utilizado para os mais diversos fins, tais como zoneamentos agropecuários.

  5. Avaliação de técnicas de classificação de imagens Landsat na detecção de alterações no uso e cobertura das terras do município de Campinas-SP.

    WEEL, S.; VALLADARES, G. S.; QUARTAROLI, C. F.; HOTT, M. C.
    2006

  6. Avaliação do sistema radicular e de rizomas de um campo natural diferido em Bagé, RS.

    RODRIGUES, C. A. G.; GOMES, K. E.; CAMPONOGARA, T.; AROSEMENA, D. R.
    A utilização do Campo Sulino natural na pecuária de forma cada vez mais intensa e constante tem provocado a diminuição da sua condição produtiva. A excessiva remoção da parte aérea afeta o desenvolvimento das raízes. Um sistema radicular bem desenvolvido permite às plantas forrageiras explorar maior volume de solo, melhorando a absorção de água e nutrientes. As raízes também funcionam como órgão de reserva, assegurando rápida rebrota e produtividade das plantas forrageiras. O diferimento é uma prática de manejo de pastagens que pode ajudar a recuperar o campo por meio de descanso programado durante um tempo determinado. Este trabalho avaliou...

  7. Métodos para estimativa de áreas de preservação permanente nas margens dos cursos d'água em grandes bacias: avaliação para a bacia do Rio Ji-Paraná, RO.

    VICTORIA, D. de C.; MELLO, J. S. de
    O Código Florestal brasileiro, juntamente com a resolução Conama no 303/2002, definiu áreas do território nacional classificadas como de preservação permanente (APP). Essas áreas englobam margens dos cursos e corpos d'água, terrenos com declividade acentuada, bordas de chapadas, topos de morro, entre outras feições. No entanto, a escassez de dados cartográficos em escala adequada e de abrangência nacional dificultam ou até impossibilitam as estimativas do alcance territorial da legislação ambiental brasileira. Um exemplo é a delimitação das APPs nas margens dos rios, que, para identificação correta, requer, além da localização, informações sobre a largura dos cursos d'água na época de...

  8. Conceitos de fertilidade do solo e manejo adequado para as regiões tropicais.

    RONQUIM, C. C.
    A Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO, 2009) alertou para a necessidade de ampliar a produção mundial de alimentos em 70% até 2050 por conta do crescimento da população. No ano em questão, haverá 2,3 bilhões de pessoas a mais do que hoje para se alimentar. A FAO estima que mais de 120 milhões de hectares de terra serão necessários para suprir as necessidades, mas acredita que boa parte da produção de alimentos deverá ser por meio do aumento da produtividade das áreas já cultivadas, principalmente das regiões tropicais. Solos cultivados são limitantes para a produção de...

  9. Mapeamento da aptidão agrícola das terras do Estado do Maranhão.

    VALLADARES, G. S.; QUARTAROLI, C. F.; HOTT, M. C.; MIRANDA, E. E. de; NUNES, R. da S.; KLEPKER, D.; LIMA, G. P.
    2007

  10. Proposta para classificação de organossolos em níveis inferiores com base nas frações húmicas.

    VALLADARES, G. S.; BENITE, V. de M.; PEREIRA, M. G.; ANJOS, L. H. C. dos; EBELING, A. G.
    Este estudo foi desenvolvido com base em 19 perfis de Organossolos e solos afins descritos e coletados em diferentes regiões do Brasil. As amostras foram caracterizadas para fins de classificação e tiveram sua matéria orgânica fracionada nas frações ácidos fúlvicos, ácidos húmicos e humina. A partir desses valores foram calculados os índices FAH/FAF e EA/HUM. As variaáveis obtidas pelo fracionamento das substâncias húmicas apresentarm correlação significativa com diferentes atibutos dos Organossolos. Com base nos teores absolutos das frações ácidos fúlvicos, ácidos húmicos e na relação EA/HUM, foram propostos índices para separação dos Organossolos. Com base nos teores absolutos das frações...

  11. Uso das terras de Holambra-SP: levantamento com auxílio de imagens de satélite Ikonos II.

    MANGABEIRA, J. A. de C.; LAMPARELLI, R. A. C.; AZEVEDO, E. C. de.
    A dinâmica do uso das terras no Brasil determina que os censos agrícolas, realizados somente a cada 10 anos, estejam desatualizados quando são publicados. Além disso, existe uma carência metodológica no que se refere à geração de informações atuais sobre o uso da terra de forma mais ágil. Como nos demais municípios, em Holambra no estado de São Paulo, há falta de informações atuais sobre a área rural. Assim, o objetivo deste trabalho foi construir a tipologia dos usos das terras em Holambra-SP, por intermédio de imagem de satélite de alta resolução espacial, o que possibilita geração de informações mais...

  12. Análise geoespacial da ocorrência de espécies vegetais em propriedades rurais no Submédio São Francisco.

    ALVAREZ, I. A.; GREGO, C. R.; KIILL, L. H. P.; PEREIRA, L. A.
    O trabalho teve como objetivo identificar correlações de espacialidade entre as espécies levantadas em um trecho de margem do Rio São Francisco no Bioma Caatinga. O estudo foi realizado em sete municípios ao longo de uma faixa de rio de 380 km no Submédio São Francisco, em 408 parcelas distribuídas em até 100 m de distância das margens do rio. Utilizou-se a geoestatística para verificar as relações espaciais entre as principais espécies vegetais levantadas e os ambientes ripários. Os diferentes ambientes não influenciam a presença de espécies, contudo, há dependência espacial quando se considera todo o trecho estudado.

  13. Metodologia de classificação digital aplicada a imagem de alta resolução espacial.

    ANDRADE, R. G.; SILVA, G. B. S. da; OLIVEIRA, B. P. de; VICENTE, L. E.; LEIVAS, J. F.
    Dados de sensoriamento remoto vêm contribuindo durante décadas para identificar, no espaço e no tempo, o uso e a cobertura da terra. Para tal finalidade, a aplicação de metodologias de classificação digital de imagens é fundamental, por implementar regras de decisão que auxiliam na interpretação dos alvos observados. Este estudo objetivou aplicar metodologia baseada na combinação de técnicas de geoprocessamento para classificar imagem de alta resolução espacial. Foi utilizada uma imagem do satélite GeoEye-1 do dia 9 de outubro de 2011 para uma área experimental do projeto GeoRastro. Os resultados revelaram dificuldades para separar projeção de sombra das árvores no...

  14. Uso e cobertura das terras em área rural de Guararapes, SP: 1972, 1990 e 2009.

    RODRIGUES, C. A. G.; GREGO, C. R.; ALMEIDA, C. G. F. DE; FURTADO, A. L. dos S.; TORRESAN, F. E.
    Os produtos de sensoriamento remoto constituem ferramentas importantes para mapeamentos e monitoramento do uso e da cobertura das terras. O mapeamento do uso e da cobertura das terras em área rural do Município de Guararapes, SP, nos anos de 1972, 1990 e 2009 foi realizado por meio de interpretação visual de fotografias aéreas (1972), interpretação de imagens do sensor HRV do satélite SPOT 2 (1990) e de imagens do sensor AVNIR do satélite ALOS (2009). As alterações verificadas entre esses três anos foram caracterizadas e quantificadas como subsídio para estudos da dinâmica agropecuária regional e de seus impactos ambientais e...

  15. Levantamento pedológico do Campo Experimental da Embrapa Uva e Vinho em Bento Gonçalves, RS.

    VALLADARES, G. S.; LUZ, N. B.
    Levantamento pedológico do Campo Experimental da Embrapa Uva e Vinho, para subsidiar o Plano de Manejo e o Zoneamento Ambiental.

  16. Taxa de acúmulo de matéria seca e biomassa aérea de uma pastagem de capim braquiária.

    RODRIGUES, C. A. G.; GREGO, C. R.; GIMENES, F. M. DE A.; ALMEIDA, C. G. F. DE; OLIVEIRA, A.
    Esse estudo faz parte do projeto de pesquisa denominado "Variabilidade espacial dos índices de qualidade do solo para sistemas agropecuários Qualisolo". O objetivo do estudo é a obtenção da taxa de acúmulo de matéria seca e a biomassa aérea de uma pastagem de capim braquiária usualmente encontrada em propriedades rurais brasileiras de criação de gado de corte. No presente trabalho fez-se também, para efeito de comparação, a estimativa de taxa de acúmulo de matéria seca através de modelos empíricos da literatura que utilizam alguns elementos climáticos. O estudo foi realizado na fazenda experimental do Instituto de Zootecnia, em Nova Odessa...

  17. Dinâmica da paisagem no submédio do rio São Francisco.

    ALVAREZ, I. A.; TAURA, T. A.; PEREIRA, L. A.; ANDRADE, R. G.
    O uso e a cobertura das terras nas margens do Rio São Francisco foram muito alterados ao longo do tempo, o que modificou a sua fitofisionomia original. Assim, neste trabalho objetivou-se estudar a dinâmica da paisagem na região do Submédio do Rio São Francisco por meio de imagens Landsat 5 ? TM dos anos de 1987 a 2008 da Região Integrada de Desenvolvimento (RIDE) do Polo Petrolina, PE, e Juazeiro, BA. Para a classificação, as imagens foram segmentadas e interpretadas em conjunto com informações complementares do PROBIO, NDVI, imagens de alta resolução espacial e visitas a campo. Os resultados mostraram...

  18. Valor econômico de serviços ecossistêmicos de mata ciliar.

    TOSTO, S. G.; PEREIRA, L. C.; BRUGNARO, C.; MARQUES, J. F.; MAIA, A. G.
    Este trabalho usa o método de valoração contingente, na modalidade disposição a pagar (DAP), visando estimar o valor monetário que a população de Araras está disposta a pagar pela melhoria dos serviços ecossistêmicos providos pela recuperação das matas ciliares do município. Adotou-se o modelo de escolha dicotômica, com distribuição logística de probabilidade, nos formatos logito de limite simples e de limite duplo. Foram realizadas 992 entrevistas, e o valor médio da disposição a pagar foi de R$ 11,32 mês-1 por pessoa para o limite simples e R$ 6,58 mês-1 por pessoa para o modelo de limite duplo. Esses valores equivalem...

  19. Valoração ambiental de serviço ecossistêmico da perda do solo no Município de Araras, SP.

    TOSTO, S. G.; PEREIRA, L. C.; MANGABEIRA, J. A. de C.; CARVALHO, J. P. DE
    O setor agropecuário é responsável por produzir grande quantidade de alimentos e de fibras. O uso de tecnologias inadequadas nesse setor tem ocasionado uma série de efeitos indesejáveis no sistema produtivo. Uma das formas de degradação ambiental em terras brasileiras é a erosão hídrica, considerada a mais importante, que tem causado graves prejuízos tanto em áreas agrícolas quanto nas cidades. Este trabalho foi realizado no Município de Araras, SP, e teve como objetivo valorar monetariamente as perdas de solos em termos de nutrientes perdidos para os usos e as ocupações das terras no espaço rural desse município. Utilizou-se a equação...

  20. Seleção de propriedades referência para compor modelos de restauração ecológica: aplicação de pesquisa quali-quantitativa.

    ALVAREZ, I. A.; OLIVEIRA, A. R. de; PEREIRA, L. A.
    O sucesso da recuperação de áreas degradadas em ambientes ribeirinhos depende da equilibrada relação entre o homem e a cobertura vegetal. A seleção das propriedades que necessitam de recuperação ecológica envolve esforços para identificar parceiros capacitados para atuar no sistema e assimilar uma política ambiental e de gestão. Com o objetivo de selecionar propriedades para potencial modelo de recuperação no Submédio São Francisco, desenvolveu-se estudo, por meio da pesquisa quali-quantitativa, com proprietários de terras próximas ao Rio São Francisco. Foram diagnosticadas mais de 100 propriedades em oito municípios da Rede Integrada de Desenvolvimento Econômico (RIDE) do Polo Petrolina (PE) e...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.