Recursos de colección

Infoteca. Informação Tecnológica em Agricultura (57.024 recursos)

O serviço Informação Tecnológica em Agricultura (Infoteca) reúne e permite acesso a informações sobre tecnologias produzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), as quais se relacionam às áreas de atuação de seus demais centros de pesquisa. Suas coleções são formadas por conteúdos editados na própria instituição (em forma de cartilhas, livros para transferência de tecnologia, programas de rádio e de televisão), com linguagem adaptada de modo que produtores rurais, extensionistas, técnicos agrícolas, estudantes e professores de escolas rurais, cooperativas e outros segmentos da produção agrícola possam assimilá-los com maior facilidade, e, assim, apropriarem-se de tecnologias geradas pela Embrapa.

Comunicado Técnico (CNPSA)

Mostrando recursos 1 - 20 de 574

  1. Melhoria na digestibilidade da dieta de frangos de corte criados de 1 a 42 dias de idade, utilizando associações de enzimas exógenas.

    AVILA, V. S. de; KRABBE, E. L.; LOPES, L. dos S.; KLEIN, C. H.; WERNICK, B.; SUREK, D.
    2016

  2. Custos de produção de suínos na rede Interpig, 2015.

    MIELE, M.
    2016

  3. Método rápido para análise da granulometria do milho em fábrica de ração.

    ZANOTTO, D. L.; CUNHA JUNIOR, A.; LUDKE, J. V.; COLDEBELLA, A.; BERTOL, T. M.
    2016

  4. Fósforo disponível de fosfato extraído de efluentes da suinocultura.

    TAVERNARI, F. de C.; KUNZ, A.; STEINMETZ, R. L. R.; LIMA, G. J. M. M. de; MELLO, P. de A.; DRESSLER, V. L.; SORDI, C.; SUZIN, L.; MANZKE, N. E.
    Apesar do papel de destaque no agronegócio, devido à importância econômica e social, a suinocultura é apontada como uma das principais atividades com maior potencial poluidor da pecuária brasileira, uma vez que produz elevada quantidade de efluente com alta concentração de nutrientes (principalmente o nitrogênio e fósforo), podendo causar desequilíbrio ambiental quando tais nutrientes são eliminados em grandes quantidades no ambiente. Objetivando minimizar os impactos causados pela falta de manejo e controle, os processos para remoção de fósforo têm sido amplamente estudados. A Embrapa Suínos e Aves tem trabalhado neste assunto buscando várias alternativas para redução destes impactos e, na...

  5. Análise de granulometria de milho moído.

    ZANOTTO, D. L.; CUNHA JUNIOR, A.; LUDKE, J. V.; COLDEBELLA, A.
    Este documento é baseado no Comunicado Técnico (COT) nº 215 - Método de determinação da granulometria de ingredientes para uso em rações de suínos e aves (ZANOTTO; BELLAVER, 1996) e tem por objetivo disponibilizar, de modo simplificado, um procedimento prático para análise de granulometria do milho moído. No procedimento foram realizadas pequenas modificações em relação ao COT nº 215, destacando-se a utilização do Software Granucalc® (EMBRAPA, 2013) para o cálculo do diâmetro geometrico médio (DGM) e do desvio padrão geométrico (DPG) das partículas do milho moído. Além disso, foi eliminada a etapa de secagem da amostra antes do peneiramento.

  6. Padronização de uso das unidades de medida em processos de produção de biogás.

    KUNZ, A.; AMARAL, A. C. do; STEINMETZ, R. L. R.
    2016

  7. Pasteurella A como agente primário de pneumonia e serosites em suínos.

    MORES, N.; OLIVEIRA FILHO, J. X.; MORES, M. A. Z.; REBELATTO, R.; KLEIN, C. S.; KICH, J. D.; COLDEBELLA, A.; BARCELLOS, D. E. S. N. de
    2016

  8. Custos de produção de suínos em países selecionados, 2014.

    MIELE, M.; SANTOS FILHO, J. I. dos; TALAMINI, D. J. D.; SANDI, A. J.
    2016

  9. Embarcadouro para suínos em sistema de terminação.

    DALLA COSTA, O. A.; DALLA COSTA, F. A.; HOLDEFER, A. C.; JACOB, J. de S.; PAWEUKIEVICZ, L.; BUSS, L. P.
    2016

  10. Principais problemas de qualidade da água subterrânea da região do Alto Uruguai Catarinense (e subsídios para resolvê-los).

    MATTHIENSEN, A.; OLIVEIRA, M. de M.
    2015

  11. Isotermas de adsorção de aminoácidos utilizados na alimentação de aves e suínos.

    TAVERNARI, F. de C.; SORDI, C.; SUREK, D.
    2015

  12. Glicerina bruta como aditivo aglutinante em peletes de farelo de soja.

    TAVERNARI, F. de C.; LIMA, G. J. M. M. de; SOUZA, S. R. de; MANZKE, N. E.
    2015

  13. Energia metabolizável da glicerina bruta e de dietas contendo glicerina bruta para frangos de corte de diferentes idades.

    TAVERNARI, F. de C.; SUREK, D.; LIMA, G. J. M. M. de
    2015

  14. Energia metabolizável aparente e digestibilidade de aminoácidos de microalga (Spirulina spp.) para frangos de corte.

    TAVERNARI, F. de C.; ROZA, L. da F.; SUREK, D.; SILVA, M. L. B. da
    2015

  15. Diarréia epidêmica dos suínos (PED).

    ZANELLA, J. R. C.; MORES, N.
    2015

  16. Perdas neonatais epidêmicas transientes e doença vesicular associada com infecção com o Seneca valley virus (Senecavírus A).

    ZANELLA, J. R. C.; MORES, N.
    2015

  17. Complexo das doenças respiratórias dos suínos (CDRS) em cinco estados brasileiros.

    MORES, N.; MORES, M. A. Z.; OLIVEIRA FILHO, J. X. de; REBELATTO, R.; KLEIN, C. S.; COLDEBELLA, A.; BARCELLOS, D. E. S. N. de
    2015

  18. Qualidade da carne de suínos abatidos em frigoríficos brasileiros.

    DALLA COSTA, O. A.; ARAÚJO, A. P. de; ROÇA, R. de O.; GUIDONI, A. L.; ATHAYDE, N. B.; RENUNCIO, E.; HOLDEFER, A. C.; LORENZETTI, A. M.; DALLA COSTA, F. A.; DIESEL, T. A.
    O termo qualidade é definido pela International Organization of Standardization (ISO) como: ?totalidade de aspectos e características de um produto que leve sua habilidade em satisfazer uma necessidade anunciada ou implícita??. Esta definição deixa evidente a relação existente entre a escolha e a satisfação, onde a primeira é a tentativa direta de alcance da segunda. A qualidade da carne suína engloba diferentes enfoques por parte das indústrias e dos consumidores. As indústrias utilizam como parâmetros a porcentagem de carne magra, rendimento de cortes, necessidade mínima de acabamento, aparência atrativa e alta estabilidade durante a estocagem a frio. Os consumidores, além...

  19. Avaliação do manejo pré-abate de suínos em frigoríficos brasileiros.

    DALLA COSTA, O. A.; ARAÚJO, A. P. de; ROÇA, R. de O.; GUIDONI, A. L.; ATHAYDE, N. B.; CIOCCA, J. R. P.; RENUNCIO, E.; HOLDEFER, A. C.; LORENZETTI, A. M.; DIESEL, T. A.; DALLA COSTA, F. A.
    Os eventos que ocorrem nas 24 horas que antecedem o abate dos suínos promovem perdas quantitativas e qualitativas na produção animal. Os procedimentos de embarque, transporte, desembarque e período de descanso são fatores que podem promover estresse nos animais. Estes podem causar distúrbios na homeostase dos suínos, influenciando no bem-estar e nos aspectos qualitativos da carne. Para melhorar o bem-estar dos suínos e a qualidade do produto final, alguns pontos devem ser considerados no manejo pré-abate, tais como a forma como os suínos são manejados e as condições de transporte.

  20. Uso de condicionadores para redução das perdas de nitrogênio durante compostagem de dejetos de suínos.

    CORREA, J. C.; GROHSKOPF, M. A.; NICOLOSO, R. da S.; HIGARASHI, M. M.; OLIVEIRA, P. A. V. de
    Na criação tecnificada de suínos, muita preocupação tem sido atribuída ao destino final dos resíduos gerados por este sistema, principalmente na geração de fertilizantes orgânicos e sua aplicação no ambiente. No ano de 2010, foram abatidos, aproximadamente, 36,8 milhões de cabeças e espera-se que até o ano de 2020 este número aumente, com incremento na produção de 24% (MAPA, 2010). Assim, a demanda para o aproveitamento dos resíduos gerados na criação de suínos será cada vez maior, fazendo com que a pesquisa necessite desenvolver recursos tecnológicos que equalizem a relação produção/qualidade ambiental.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.