Recursos de colección

Infoteca. Informação Tecnológica em Agricultura (57.024 recursos)

O serviço Informação Tecnológica em Agricultura (Infoteca) reúne e permite acesso a informações sobre tecnologias produzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), as quais se relacionam às áreas de atuação de seus demais centros de pesquisa. Suas coleções são formadas por conteúdos editados na própria instituição (em forma de cartilhas, livros para transferência de tecnologia, programas de rádio e de televisão), com linguagem adaptada de modo que produtores rurais, extensionistas, técnicos agrícolas, estudantes e professores de escolas rurais, cooperativas e outros segmentos da produção agrícola possam assimilá-los com maior facilidade, e, assim, apropriarem-se de tecnologias geradas pela Embrapa.

Outras publicações (CNPUV)

Mostrando recursos 1 - 20 de 20

  1. Cadastro viticola do Rio Grande do Sul.

    BRASIL. Ministério da Agricultura e do Abastecimento. Delegacia Federal da Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul.
    1996

  2. Embrapa desenvolve indicação geográfica com produtores de vinho do Sul.

    TONIETTO, J.
    A Embrapa Uva e Vinho vem trabalhando desde o início da década de 1990 junto à agroindústria do vinho para fomentar o desenvolvimento de indicações geográficas. Trata-se de um trabalho pioneiro no Brasil, sendo que várias pesquisas já foram desenvolvidas. Por solicitação dos vitivinicultores da APROVALE - Associação de Produtores de Vinhos Finos do Vale dos Vinhedos, a região conhecida como Vale dos Vinhedos foi delimitada geograficamente, com a caracterização do potencial climático e edáfico para a vitivinicultura. Este estudo foi desenvolvido pela Embrapa Uva e Vinho, em parceria com a Universidade de Caxias do Sul, Embrapa Florestas e Embrapa...

  3. Mirtilo: aspectos gerais da cultura.

    HOFFMANN, A.
    O mirtilo (blueberry, em inglês; arándano, em espanhol) é uma espécie ainda pouco conhecida no Brasil. Sua implantação data da segunda metade da década de 1980, em uma coleção de cultivares na Embrapa Clima Temperado (Pelotas, RS) e a primeira iniciativa comercial no país começou a partir de 1990, em Vacaria (RS). Apesar de ser uma espécie recente em nossas condições, o mirtilo é largamente cultivado em países do Hemisfério Norte, principalmente na Europa e Estados Unidos. Nestas regiões, a espécie tem importância comercial significativa, além de estar havendo uma ampla divulgação da utilização dos frutos como "fonte da longevidade",...

  4. Curso de degustação de vinhos com qualidade Embrapa.

    GUERRA, C. C.; ZANUS, M. C.
    Curso de degustação de vinhos com qualidade oferecido pela Embrapa Uva e Vinho.

  5. Atuação do Brasil no mercado internacional de uvas e vinhos - Panorama 2003.

    MELLO, L. M. R. de
    2004

  6. Produção e comercialização de Uvas e Vinhos - Panorama 2003.

    MELLO, L. M. R. de
    A vitivinicultura brasileira, embora recente no Brasil, tem avançado tanto nos produtos elaborados como vinhos e sucos como na produção de uvas para consumo in natura. Em 2003 foram produzidas 1.054.934 t de uvas, sendo o Rio Grande do Sul o maior produtor com 489.012 t. em 2003 40,38% da uva produzida no Brasil foi destinada à elaboração de vinhos, sucos, destilados e outros derivados. Historicamente o Brasil destinava a maior parte da produção de uvas para processamento, no entanto, a partir de 2001 a situação reverteu.

  7. Atuação do Brasil no mercado internacional de uvas e vinhos - Panorama 2004.

    MELLO, L. M. R. de
    A atuação do Brasil no mercado internacional se apresenta deficitária no que diz respeito a balança comercial do setor vitivinícola. O país de caracteriza como importador no mercado de vinhos finos e de uvas passa. Em 2004 a participação dos vinhos importados em relação aos vinhos finos de mesa (de viníferas) comercializados no país representou 62,26% do total consumido no mercado interno, representando um incremento nas importações de 34,59%, em relação ao ano anterior (Tabela 1). A globalização da economia permitiu ao consumidor ter a sua disposição marcas e origens de vinhos de grande parte dos países produtores. Da mesma...

  8. Produção e comercialização de uvas e vinhos - Panorama 2004.

    MELLO, L. M. R. de
    A vitivinicultura brasileira, embora recente no Brasil, tem avançado tanto nos produtos elaborados como na produção de uvas para consumo in natura. Em 2004 foram produzidas 1.281.802 t de uvas, representando aumento de 21,51% em relação ao ano anterior. O Rio Grande do Sul, maior produtor, produziu 696.557 t, 42,44% superior a ano anterior (Tabela 1). Neste estado houve incremento na área plantada tanto na região tradicional como em novos polos produtores. Houve redução de produção nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Historicamente o Brasil destinava a maior parte da produção de uvas para processamento, no entanto,...

  9. Técnicas de análise sensorial de vinhos e espumantes.

    MIELE, A.
    Geralmente há uma tendência em considerar análise sensorial e degustação como sinônimos. Entretanto, há diferenças entres estes dois termos. A ISO define análise sensorial como "o exame das propriedades organolépticas de um produto através dos órgãos dos sentidos". Ou seja, nesta definição estão considerados todos os órgãos dos sentidos. Já a degustação "consiste na avaliação de um produto alimentar pela boca".

  10. O programa de melhoramento de uva e o segmento de sucos.

    RITSCHEL, P. S.; CAMARGO, U. A.
    A principal meta de um programa de melhoramento genético é o desenvolvimento de novas cultivares que contribuam para a maior competitividade e para a sustentabilidade da cadeia produtiva. Assim, os objetivos específicos de um programa de melhoramento devem estar sempre diretamente ligados às demandas do setor produtivo. De maneira geral, estas demandas estão relacionadas com a adaptação de cultivares às diferentes regiões produtoras, com a resistência às doenças e pragas e com a qualidade do produto final. A cadeia produtiva da uva no Brasil é bastante complexa, incluindo diversos setores como o segmento de uva para mesa, finas e comuns;...

  11. Combate às moscas-das-frutas em pomares domésticos.

    MENEZES-NETTO, A. C.; ARIOLI, C. J.; NAVA, D. E.; SANTOS, J. P. dos; ROSA, J. M. da; BOTTON, M.
    Frutíferas cultivadas em pomares domésticos podem apresentar vários problemas fitossanitários relacionados ao ataque de insetos-praga, doenças e distúrbios fisiológicos que podem provocar redução na qualidade e, consequentemente, no valor comercial dos frutos. Entre os insetos-praga, as moscas-das-frutas constituem-se numa das principais preocupações para as famílias que mantêm pomar doméstico. As moscas-das-frutas podem atacar tanto espécies nativas como cultivadas. Sua ação sobre os frutos pode provocar deformação, alteração de sabor , queda precoce e mesmo apodrecimento deles. Quando o ataque é intenso, se não for realizado o monitoramento de forma correta e o manejo através de várias estratégias de controle, as...

  12. Manual de produção de uvas viníferas de alta qualidade.

    ABARZUA, C.; PAVAN, C.; BASILE, D.; DANI, D.; SCOTTÁ, D.; BARBIERI, E.; BOZZA, E.; ANGHEBEN, I.; TAFFAREL, J. C.; SANTINI, L.; BOTTEGA, L.; BAVARESCO, L.; GARRIDO, L. da R.; MANFROI, L.; DALLÉ, M.; BOTTON, M.; DULLIUS, M. de V.; COPAT, M.; CRIPPA, P.; DULLIUS, P.; BOSCATTO, R.; BAO, R.; POSTAL, T.
    2015

  13. Vinhedos e paisagem.

    ZANESCO, R.; MELLO, L. M. R. de
    A viticultura no Rio Grande do Sul apresenta características distintas nas diversas regiões de produção. Este capítulo tem por objetivo mostrar estas características através de imagens de vinhedos, paisagem e outros elementos. Essas imagens, em sua grande maioria, foram tomadas por fotógrafos amadores, sendo que algumas foram cedidas por produtores de uvas.

  14. Georreferenciamento do cadastro vitícola: metodologia, espacialização e avaliação dos resultados.

    FARIAS, A. R.; MACHADO, C. A. E.; GUZZO, L. C.; ZANESCO, R.; MELLO, L. M. R. de; SILVA, S. M. R. da; HOFF, R.; FIALHO, F. B.
    Este capítulo tem por objetivo realizar um detalhamento técnico do processo de georreferenciamento de vinhedos, apresentando a metodologia que o fundamenta. Além disso, apresenta resultados preliminares do georreferenciamento de vinhedos e suas contribuições, imediatas e potenciais, na análise de dados acerca da viticultura.

  15. Evolução da viticultura do Rio Grande do Sul.

    MELLO, L. M. R. de
    Neste capítulo, são apresentados os dados sobre a viticultura no Rio Grande do Sul referentes ao período 1995 a 2012. Também é apresentada uma análise, de forma resumida, sobre a evolução ocorrida na viticultura do estado nos últimos 10 anos. Os aspectos abordados são: 1. Evolução da área vitícola, referente ao somatório das áreas, áreas por categoria de uvas e principais cultivares viníferas, híbridas e americanas. 2. Principais microrregiões, com abordagem na evolução da área vitícola segundo a classificação do IBGE. 3. Principais municípios produtores de uvas da região tradicional e das regiões emergentes.

  16. Dados cadastrais da viticultura do Rio Grande do Sul: 2008 a 2012.

    MELLO, L. M. R. de; MACHADO, C. A. E.; SILVA, S. M. R. da
    O cadastro vitícola fornece informações sobre os produtores de vinho do Rio Grande do Sul. Neste capítulo, apresentam-se os seguintes resultados: 1. Número de propriedades, área média das propriedades e área ocupada com vinhedos, por microrregião do estado do Rio Grande do Sul, 2012; 2. Número de propriedades e área de vinhedos dos principais municípios produtores de uvas do Rio Grande do Sul, 2008 a 2012; 3. Distribuição das cultivares de videiras do Rio Grande do Sul, em três categorias: (A) Área; (B) Produção, 2012; 4. Área e produção de uvas do Rio Grande do Sul, por sistema de condução,...

  17. Vinho branco.

    RIZZON, L. A.; DALL'AGNOL, I.
    Definição do produto; Etapas do processo de produção; Equipamentos e utensílios; Planta baixa da agroindústira (cantina); Higienização do ambiente, de equipamentos e de utensílios; Boas práticas de elaboração (BPE).

  18. Suco de uva.

    RIZZON, L. A.; MENEGUZZO, J.
    Introdução. Definição do produto. Etapas do processo de produção: recebimento da uva, separação da ráquis e esmagamento da uva, aquecimento da uva, adição de enzimas, extração do suco de uva, clarificação, pasteurização, engarrafamento, armazenamento. Equipamentos e utensílios. Planta baixa da agroindústria. Higienização do ambiente, de equipamentos e de utensílios. Boas Práticas de Elaboração (BPE): instalações, pessoal, procedimentos.

  19. Vinho tinto.

    RIZZON, L. A.; DALL'AGNOL, I.
    Definição do produto. Etapas do processo. Recebimento. Separação da ráquis e esmagamento da uva. Adição de metabissulfito de potássio. Correção do açúcar do mosto (chaptalização). Fermentação alcoólica. Maceração. Descuba e prensagem. Fim da fermentação alcoólica (fermentação lenta). Fermentação malolática. Clarificação e estabilização. Engarrafamento. Equipamentos e utensílios. Planta baixa da agroindústria. Higienização do ambiente, de equipamentos e de utensílios. Boas Práticas de elaboração (BPE). Instalações. Pessoal. Procedimentos.

  20. Agricultura de montanha: uma prioridade latente na agenda da pesquisa brasileira.

    LÓPEZ, A.; AQUINO, A. M. de; ASSIS, R. L. de
    Introdução; Breve histórico do reconhecimento da importância das montanhas; Definição de montanha; Especialidades dos ambientes de montanha; Desenvolvimento sustentável em ambientes de montanha; Agricultura de montanha; Considerações finais.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.