Recursos de colección

Repositorio da Universidade dos Açores (8.657 recursos)

O Repositório Institucional da Universidade dos Açores desenvolvido no âmbito do projecto RCAAP.

DCTD - Dissertações de Mestrado / Master Thesis

Mostrando recursos 1 - 3 de 3

  1. Estudo da evolução do RJUE e sua aplicabilidade no concelho de Vila do Porto

    Costa, João do Rosário
    Dissertação de Mestrado em Engenharia e Gestão da Construção.
    - 07-jul-2016

  2. Avaliação da actividade anti-inflamatória de plantas dos Açores

    Rego, Elisabete Amaral
    A maioria do tratamento de patologias que envolvem a inflamação baseia-se no bloqueio da produção de eicosanóides após a libertação do ácido araquidónico dos fosfolípidos membranares pela acção da fosfolipase A2. Os fármacos mais frequentemente prescritos no tratamento de doenças que têm por base uma resposta inflamatória são os anti-inflamatórios não esteróides, como a aspirina, o ibuprofeno e o diclofenac. Estes actuam pela inibição não selectiva das enzimas cicloxigenase 1 e 2, responsáveis pela produção de prostaglandinas no processo inflamatório. No entanto, os efeitos secundários que advêm do seu uso prolongado representam um grande problema clínico. Os metabolitos secundários derivados...
    - 24-oct-2013

  3. Pesquisa de inibidores da acetilcolinesterase em Hedychium gardnerianum dos Açores

    Arruda, Miguel António Taveira Franco Sousa
    Os inibidores da acetilcolinesterase são o tratamento principal da doença de Alzheimer, uma patologia multifactorial, neurodegenerativa progressiva caracterizada por alterações nas funções cognitivas como a aprendizagem e a memória, bem como alterações comportamentais. As espécies vegetais são excelentes fontes de substâncias naturais com actividade potencial anticolinesterásica, destacando-se alcalóides como a galantamina e huperzine A, como a principal classe de inibidores. Várias espécies de Hedychium são amplamente utilizadas na medicina tradicional. Hedychium gardnerianum, conhecido como "conteira" nos Açores, foi introduzida a partir dos Himalaias, onde é nativa, em meados do século XIX, e encontra-se difundida em todas as ilhas dos Açores....
    - 24-oct-2013

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.