Recursos de colección

Infoteca. Informação Tecnológica em Agricultura (57.024 recursos)

O serviço Informação Tecnológica em Agricultura (Infoteca) reúne e permite acesso a informações sobre tecnologias produzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), as quais se relacionam às áreas de atuação de seus demais centros de pesquisa. Suas coleções são formadas por conteúdos editados na própria instituição (em forma de cartilhas, livros para transferência de tecnologia, programas de rádio e de televisão), com linguagem adaptada de modo que produtores rurais, extensionistas, técnicos agrícolas, estudantes e professores de escolas rurais, cooperativas e outros segmentos da produção agrícola possam assimilá-los com maior facilidade, e, assim, apropriarem-se de tecnologias geradas pela Embrapa.

Folderes / Folhetos / Cartilhas (CNPM)

Mostrando recursos 1 - 20 de 41

  1. Áreas com potencial para a produção de café gourmet na Mogiana Paulista.

    RONQUIM, C. C.
    O cultivo de cafés de qualidade superior, o chamado café gourmet, é a principal razão para o crescimento e a valorização da cafeicultura ma Mogiana Paulista.

  2. GeoInfo: Infraestrutura de Dados Espaciais da Embrapa.

    DRUCKER, D. P.
    O objetivo desse projeto é implantar a Infraestrutura de Dados Espaciais da Embrapa, de acordo com as diretrizes federais estabelecidas e , instituir um processo de organização, preservação, qualificação e oferta da geoinformação gerada pela Empresa.

  3. GPAF: Geotecnologias para incrementar a competitividade e sustentabilidade da agricultura familiar no circuito das frutas do Estado de São Paulo.

    ALVAREZ, I. A.
    O projeto visa realizar um diagnóstico do meio físico, socioeconômico e da vegetação do dez municípios que compreendem o Circuito das Frutas que resulte em cenários que propiciem o planejamento e a implantação de soluções que fortaleçam a produção da fruticultura e a manutenção de sua competitividade na região.

  4. Relatório Técnico Anual do Centro Nacional de Pesquisa de Monitoramento por Satélite - 2000.

    SILVA, S. S. da; PIEROZZI JR., I.
    O relatório divulga as atividades que ocorreram na Embrapa Monitoramento por Satélite no ano de 2000, finalizando o período da gestão da Chefia Geral do Centro, Dr. José Roberto Miranda.

  5. BioBrotas: biodiversidade faunística, regeneração arbórea e análise espacial em propriedade silvicultural e seu entorno.

    RONQUIM, C. C.
    Entre os principais resultados esperados estão o mapeamento dos sistemas de implantação e de manejo da área de reserva legal, a espacialização de ocorrências e de distribuição potencial de espécies de aves e mamíferos e a identificação da dinâmica de uso e cobertura das terras.

  6. GeoAmazon: mudanças de uso da terra e suas interações com processos de degradação florestal na Amazônia.

    BATISTELLA, M.
    O projeto vai contribuir para o avanço do conhecimento sobre as mudanças ambientais, com ênfase na degradação de florestas tropicais; a geração de informações científicas inovadoras para o conhecimento do processo de degradação florestal em paisagens fragmentadas por meio de técnicas de sensoriamento remoto; a estruturação de um banco de dados geoespaciais com informações sobre o processo de degradação florestal nas áreas de estudos, disponibilizado na internet via WebGIS; e a formação de recursos humanos, em especial com a consolidação do Grupo de Pesquisas Geoespaciais em Agricultura e Ambiente, coordenado pela Embrapa Monitoramento por Satélite.

  7. GeoIndica: geotecnologias para aplicações de indicadores agrometeorológicos no Estado de Minas Gerais.

    TEIXEIRA, A. H. de C.
    Elaboração e validação de uma metodologia para determinar a produtividade da água em larga escala; geração de base de dados com parâmetros climáticos processados e mapeados, disponibilizada via web; desenvolvimento de indicadores agrometeorológicos em diferentes escalas espaciais; mapeamento da evapotranspiração acumulada e incremental em diferentes escalas, com determinação, mapeamento e análise da evapotranspiração ao longo dos anos cobertos pelas imagens de satélites; desenvolvimento de técnicas de desagregação para imagens de satélite de baixa resolução espacial; mapeamento dos parâmetros de produtividade da água tanto para o norte de Minas Gerais quanto para todo o estado; monitoramento dos componentes dos balanços de...

  8. GeoBacias: geotecnologias para quantificação de variáveis hídricas em bacias hidrográficas em mudanças de uso da terra.

    TEIXEIRA, A. H. de C.
    Modelagens de indicadores agrometeorológicos nas áreas irrigadas e de vegetação natural das bacias hidrográficas brasileiras que apresentam mudança de uso da terra, além de mapas temáticos dos componentes do balanço de energia e da produtividade da água, com geração de critérios para expansões racionais das culturas agrícolas principais nos municípios produtores e geração de subsídios para decisões políticas de uso racional dos recursos hídricos fornecidos, com vistas ao aumento ou à manutenção dos níveis de produtividade com minimização dos consumos hídricos, tanto na agricultura dependente de chuvas quanto na irrigada.

  9. Árvores de Campinas: cooperação entre a Embrapa Monitoramento por Satélite e a Prefeitura Municipal de Campinas.

    ALVAREZ, I. A.
    A parceria estabelecida entre a Embrapa Monitoramento por Satélite e a Prefeitura Municipal de Campinas prevê a implementação de um banco de dados cadastral em que qualquer cidadão poderá acessar mapas e outras informações a respeito da arborização viária urbana por meio de um webgis ? um sistema interativo, disponível na internet. Todas as informações geradas pelo levantamento da arborização em Campinas são geoespacializadas no contexto do sistema viário, consideram calçadas, canteiros centrais e rotatórias e englobam a arborização de responsabilidade pública municipal, excluindo condomínios e árvores do interior dos terrenos. Os mapas produzidos servirão como base para a gestão...

  10. GeoHevea: sustentabilidade, competitividade e valoração de serviços ecossistêmicos da heveicultura em São Paulo com uso de geotecnologias.

    TOSTO, S. G.
    Entre os principais resultados do projeto está o mapeamento do uso e da cobertura das terras e dos remanescentes florestais nas áreas de estudo, a estimativa da biomassa e da produtividade de látex dos seringais e a avaliação dos impactos da cadeia produtiva em suas dimensões econômica, social e ambiental. O projeto também vai desenvolver um webgis que servirá como portal de acesso ao banco de dados do projeto e estará disponível ao público em geral de forma amigável, dinâmica e interativa.

  11. GeoVale: análise da distribuição geoespacial e aspectos ambientais da eucaliptocultura na bacia do Rio Paraíba do Sul.

    RONQUIM, C. C.
    O principal resultado é o mapeamento da mudança de uso e cobertura das terras provocada pela expansão da eucaliptocultura na bacia do Rio Paraíba do Sul no período de 1985 a 2011. O projeto também pretende desenvolver um projeto piloto de sistema de integração lavoura-pecuária-floresta (ILPF) para conciliação da produção sustentável envolvendo as pastagens e a cultura do eucalipto. Técnicos da região serão treinados para conscientizar os produtores sobre os benefícios econômicos e ambientais da tecnologia ILPF. As informações resultantes do projeto também serão apresentadas a instituições de ensino, terceiro setor, secretarias de meio ambiente e educadores ambientais, com o...

  12. CarbCana: variações nos estoques de carbono e do microclima em função da mudança de uso da terra nas áreas de expansão de cana-de-açúcar na região Nordeste do Estado de São Paulo.

    RONQUIM, C. C.
    O projeto tem como objetivo mapear a mudança de uso e coberturas das terras da região nordeste de São Paulo no período de 2003 a 2013 e, paralelamente, estimar as alterações dos estoques de carbono do solo e da fitomassa, bem como da temperatura do ar em decorrência da evapotranspiração. O estudo abrange as áreas onde houve a conversão de pastagens, citricultura, cafeicultura e culturas anuais de grãos para a cultura da cana-de-açúcar sob regime de colheita com queima e sem queima.

  13. GeoInfo: modelo de gestão da informação geoespacial da Embrapa.

    DRUCKER, D. P.
    Os objetivos do projeto são: Fortalecer a gestão da informação geoespacial da Embrapa por meio da implantação de uma estrutura de armazenamento e gerenciamento de dados e metadados em consonância com as diretrizes da INDE. O projeto envolve também a capacitação de recursos humanos na gestão da geoinformação, a catalogação de dados e metadados, a definição de diretrizes para boas práticas de gestão da informação espacial e o desenvolvimento de modelos de representação do conhecimento geoespacial para alinhamento do repositório de dados e metadados espaciais aos modelos dos sistemas de informação em recursos naturais da Embrapa.

  14. Saltus: classificação e espacialização do estoque de carbono de florestas naturais e plantadas por meio de sensoriamento remoto.

    BOLFE, E. L.
    Destacam-se aqueles de impacto técnico-científico, com a geração de processos e metodologias de estimativa de estoque de carbono florestal por meio de sensoriamento remoto, os resultados de impacto econômico e ambiental, por meio da geração de protocolos de mapeamento de carbono com custo inferior aos protocolos tradicionais e com possibilidade de extrapolar características ambientais locais para regiões geograficamente mais abrangentes, e ainda os impactos na governança, por meio da geração de uma base de dados sobre os gases de efeito estufa e estoque de carbono de forma espacialmente explícita, subsidiando tomadas de decisões governamentais e políticas públicas de desenvolvimento sustentável

  15. Fluxus: avaliação econômica de tecnologias e políticas para mitigação das emissões de gases de efeito estufa em sistemas de produção de grãos em biomas brasileiros.

    TOSTO, S. G.
    Este projeto componente tem por objetivo realizar a avaliação econômica de tecnologias e políticas para mitigação de emissões de gases de efeito estufa em sistemas de produção de grãos em quatro biomas brasileiros - Pampa, Floresta Atlântica, Cerrados e Amazônia, considerando os sistemas de produção de arroz, feijão, milho, trigo, soja e feijão caupi.

  16. Fluxus: classificação e espacialização de sistemas de produção de grãos no Brasil com o uso de sensoriamento remoto.

    VICTORIA, D. de C.
    Dentre os resultados esperados, destaca-se o desenvolvimento de métodos para a identificação e mapeamento dos sistemas de produção de grãos nos biomas brasileiros a parti r de suas características espectro-temporais, um banco de dados geoespacial com dados de produção agrícola nacional, que terá interface via WebGIS, além de mapas de zoneamento agrícola do país, que servirão de base para a avaliação regional das emissões de gases de efeito estufa oriundas das atividades agrícolas

  17. SOMABRASIL: Sistema de Observação e Monitoramento da Agricultura no Brasil.

    BATISTELLA, M.; BOLFE, E. L.
    Disponível na internet, o sistema reúne em WebGIS bases de dados de recursos naturais e agricultura, como informações sobre a produção e o Censo Agropecuário do IBGE, dados gerados por programas do IBAMA e Inpe, mapeamentos realizados pela Embrapa e outras instituições, além de informações sobre relevo, hidrografia, logística, áreas protegidas e potencial agrícola. Com o SOMABRASIL, o usuário é capaz de interagir com esses diferentes planos de informação, realizando consultas básicas e avançadas e gerando dados úteis para zoneamentos, monitoramentos da dinâmica espacial da agropecuária, definição de prioridades para a pesquisa, políticas públicas e empreendimentos rurais. A adoção de...

  18. Sistema de recepção de dados GEONETCast.

    BOLFE, E. L.; VICTORIA, D. de C.
    objetivo do sistema GEONETCast é disseminar dados ambientais, imagens de satélite de baixa resolução espacial e dados meteorológicos através da instalação de uma antena de recepção de baixo custo. A distribuição destes dados visa introduzir e integrar os produtos do GEONETCast em pesquisa, monitoramento ambiental e em tomadas de decisão em prol do desenvolvimento sustentável. Em escala continental, estes dados têm aplicação em questões relacionadas à vegetação e à agricultura, incêndios e inundações, recursos hídricos, www.cnpm.embrapa.br/projetos/geonetcast dados de oceanos, tempo e clima, visando tomadas de decisão na agricultura, monitoramento da vegetação e de eventos extremos, como secas, estimativa de rendimento...

  19. Paisagens Sustentáveis: cooperação entre o Serviço Florestal Americano e a Embrapa.

    KELLER, M.
    Desenvolvimento de novas metodologias e conhecimento, através de técnicas de contabilização de carbono no âmbito do REDD+, entre eles o uso de dados LiDAR (Light Detection and Ranging), tecnologia que permite avaliar detalhadamente a área de estudo, fornecendo informações sobre a superfície do terreno e da estrutura da vegetação, parâmetros estes relacionados ao estoque de carbono. Com isso, objetiva-se estruturar novas redes de parcerias entre instituições do setor, ampliando a capacidade de geração de informação já instalada na Embrapa. Esta cooperação irá aumentar a capacidade do país no que diz respeito à extrapolação e contabilização do carbono e gases de...

  20. AGSPEC: integração de dados multissensor e espectroscopia de reflectância aplicados ao mapeamento de alvos estratégicos da agricultura tropical.

    VICENTE, L. E.
    O projeto objetiva desenvolver métodos quantitativos para o mapeamento remoto e a mensuração de características do solo e da planta a partir de análise espectrorradiométrica utilizando dados multissensor e espectroscopia de reflectância.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.