Sunday, December 14, 2014

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía
 

rss_1.0 Recursos de colección

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (2,345 recursos)
The Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E. (HFF) institutional repository collects, preserves and disseminates the intellectual output of its professionals in digital format. Its aims are to increase the HFF’s investigation visibility and citation impact, to foster scientific communication and to preserve the HFF’s intellectual memory.

Psilogos Vol.3 Nº1 (Jun 2006)

Mostrando recursos 1 - 7 de 7

1. A loucura nas personagens de Shakespeare (II) - Santos, NB
Na segunda parte deste trabalho, o autor começa por referir alguns aspectos literários da peça “Ricardo II” que têm a ver mais com a sua dimensão de drama histórico, que de tragédia: seguidamente, aborda de um ponto de vista fenomenológico a personagem de Ricardo II, ilustrando o seu paralelismo com a posição de autores, como Minkowsky e Binswanger, acerca da vivência temporal na depressão; finalmente, nas conclusões, aponta a genialidade de Shakespeare que, com a sua inovadora pesquisa do humano, permitiu a revelação da loucura como algo que lhe é inerente.

2. Comunicar na, com e em comunidade. Arquitectura(s) de uma equipa - Rosa, A; Pinheiro, C; Santos, J; Gabriel, C
Os autores procuram reflectir sobre a sua experiência em Psiquiatria Comunitária num contexto e tempo desafiador, mas também capaz de induzir modos de fazer, no encontro entre o técnico de Saúde Mental e o paciente. Procura-se, numa intencionalidade multidisciplinar, integrar um corpo de conhecimentos (em vizinhança), que confere um sentido, inscrito num tempo e num espaço. Habitamos espaços únicos, desenhados por uma arquitectura em que a figura humana é ainda identificada e o programa permite a leitura da intersubjectividade.

3. Perspectiva histórica dos cuidados de enfermagem ao doente mental - Ferreira, L; Firmino, P; Florido, P; Gamanho, D; Jorge, L
O conceito de cuidar em enfermagem tem sofrido alterações ao longo do tempo. O desenvolvimento da enfermagem tem como fim dar resposta às necessidades da população, assim como adaptar-se aos conhecimentos científicos, que, assumem outra dimensão e exigência técnica. À medida que a enfermagem evolui tomam novas formas todas as áreas que a constituem, nomeadamente a área de saúde mental e psiquiatria. Inicialmente esta exposição com a abordagem das crenças dominantes da sociedade sobre a doença mental ao longo da história. De seguida, fazemos referência à assistência do doente mental em Portugal, a partir do séc. XVI, destacando o primeiro hospital psiquiátrico...

4. Um caso de mania após tratamento com CPAP em doente com apneia obstrutiva do sono - Lobo, M
A Apneia Obstrutiva do Sono (AOS) é uma perturbação frequente dentro das perturbações do sono. Tem sido reconhecida uma ligação entre a AOS e a depressão, a qual é, na maior parte dos casos, resistente á terapêutica. Outras complicações da AOS são metabólicas: resistência insulínica, hipertensão arterial e obesidade. Uma intervenção terapêutica comum na AOS é a chamada Continuous Positive Airway Pressure (CPAP). Este tratamento pode reverter as disfunções afectiva e cognitiva mas alterações residuais geralmente persistem. É aqui reportado o caso de um homem de 48 anos com história familiar de perturbação bipolar mas sem história pessoal de alterações psiquiátricas. Após...

5. Discrepâncias do Eu: diferenças estruturais entre as populações não – clinicas e clinicas avaliadas com MCMI – II - Brandão, A; Vasco, A
A presente investigação aborda a personalidade como estrutura complexa e dinâmica. Relaciona a teoria das discrepâncias do Eu com a teoria de personalidade de Millon. A teoria das discrepâncias do Eu prevê que as discrepâncias com o Eu Ideal e com o Eu Obrigatório estão na base de distintas emoções negativas. A teoria de personalidade de Millon é uma teoria biopsicossocial que salienta a circularidade interacção entre o organismo, o ambiente e a aprendizagem social. O presente estudo avalia as discrepâncias entre o Eu Real (ER), o Eu Ideal (EI) e o Eu Obrigatório (EO), utilizando Millon Clinical Multiaxial Inventory...

6. Doença de Huntington: aspectos psiquiátricos duma doença neuropsiquiátrica paradigmática - Ribeiro, R
A doença de Huntington (DH) é considerada uma doença neuropsiquiátrica paradigmática ao possuir uma tríade de sintomas motores, cognitivos e psiquiátricos. A autora foca os principais aspectos da epidemiologia e etiopatogenia da doença e apresenta os principais sintomas, conferindo maior ênfase aos sintomas psiquiátricos, muitas vezes a primeira manifestação da doença e que têm até aqui sido relegados para segundo plano, nos estudos feitos. A propósito de um caso clínico sustenta a variabilidade fenotípica da doença, salienta a importância de conhecer melhor as manifestações neuropsiquiátricas com vista ao desenvolvimento de estratégias de tratamento mais adequadas, melhorar o prognóstico e até mesmo...

7. Editorial - Santos, NB

 

Busque un recurso