Recursos de colección

Repositório Comum (25.071 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

ESEJD - Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico

Mostrando recursos 1 - 10 de 10

  1. A perspetiva CTSA (ciências, tecnologia, sociedade e ambiente) para a promoção da literacia científica no 1º ciclo do ensino básico

    Abreu, Ana Elisa Pereira
    O presente estudo pretendeu saber se a perspetiva Ciência-Tecnologia-Sociedade-Ambiente (CTSA) contribui positivamente para a promoção da literacia científica dos alunos do 1.º Ciclo do Ensino Básico e particularmente, dos alunos do 4.º ano de escolaridade. Estes foram sujeitos a estratégias de ensino diferentes para conteúdos programáticos incluídos no estudo dos tópicos “O contacto entre terra e o mar” e “A qualidade do Ambiente” e uma prática pedagógica que incluía atividades dentro e fora de sala de aula (saídas de campo), para as quais foram elaborados diversos materiais específicos. Para o desenvolvimento do nosso estudo, de natureza qualitativa foram utilizadas como técnicas...

  2. Educação não formal: a importância das salas de estudo

    Matias, Telma Patrícia Marques
    A realização deste estudo para dissertação de mestrado resultou fundamentalmente de experiência profissional da investigadora, docente de 1º ciclo do Ensino Básico e do seu percurso frequente em contextos de Ensino Não Formal e pela necessidade de esclarecer e fundamentar a contribuição da Educação Não Formal na qualidade das aprendizagens dos alunos. Trata-se de um estudo atual, com interesse para os diversos atores da Educação Formal e Não Formal e que tem sido fortemente debatido na sociedade. O nosso propósito não é questionar o papel da escola como Ensino Formal, mas sim repensar na Educação Não Formal e na pedagogia que ultrapassa as funções tradicionais atribuídas à escola. Assim sendo,...

  3. A inclusão de alunos com perturbação autística que frequentam uma unidade de ensino estruturado numa escola do 1º ciclo

    Marques, Helena Alvito de Morais
    A Escola contemporânea está cada vez mais, confrontada com desafios relacionados com a inclusão e o ensino de crianças com Perturbações do Espectro do Autismo. O presente relatório teve por objetivo investigar e perceber como pode uma Unidade de Ensino Estruturado, numa escola do 1.º ciclo, ser facilitadora para a inclusão dos alunos que a frequentam. Este relatório é constituído por uma componente teórica e por uma componente prática, orientado numa perspetiva ecológica e desenvolvido com base na metodologia de investigação-ação. Na componente teórica o objetivo era conhecer e caracterizar os conceitos, na componente prática foram aplicadas técnicas de análise e recolha de...

  4. Contributo do projeto escola de pais para a participação da família na vida escolar dos alunos

    Rodrigues, Ana Margarida Marques
    É do conhecimento comum que uma boa relação escola–família e a consequente participação parental são essenciais na formação das crianças e contribuem para a motivação e interesse dos alunos nas tarefas escolares. No entanto, na maioria dos casos, a qualidade desta relação ainda se encontra aquém do que era desejável. A presente investigação tem como objetivo perceber em que medida é que o projeto Escola de Pais influencia e promove a relação entre a escola e a família, ajudando a melhorar as aprendizagens dos alunos. Com este projeto pretendia-se promover e melhorar a qualidade da relação existente, visando o envolvimento das...

  5. Aprender para ajudar - PHDA

    Roberto, Tânia Alexandre Morais
    O presente estudo teve como objetivo investigar que estratégias poderão ser implementadas na sala de aula e fora dela, de modo a dar resposta a um aluno com PHDA. Esta temática surge devido a, cada vez mais, os professores serem confrontados com alunos com PHDA e por vezes não saberem dar as “respostas” mais corretas aos mesmos. Assumiu a forma de estudo de caso, onde foram realizados entrevistas a um aluno com PHDA e ao seu encarregado de educação, precedido de um inquérito a um grupo de professores do 1.º ciclo do Ensino Básico de um colégio privado, da área metropolitana de...

  6. A comunicação organizacional como estratégia de gestão

    Branco, Maria Paula Pimentel Dias Coelho Pinho
    Com este trabalho pretendo descrever, analisar e problematizar o papel relevante desempenhado pela comunicação numa escola do 1.º Ciclo do Ensino Básico e a sua influência no processo de desenvolvimento do Projeto Educativo, na imagem e projeção da escola, na sua cultura, no seu clima, no aproveitamento e comportamento dos alunos e, também, na articulação entre a escola, as famílias, a comunidade e os parceiros, enquanto organização aprendente. Procuro demonstrar a necessidade que o Professor/Coordenador tem de redefinir-se, de assumir o seu papel natural de educador e também de comunicador, numa clara mudança do tático para o estratégico, ajudando desta forma a repensar o papel da comunicação organizacional nas...

  7. A implementação de materiais pedagógicos no 1º ciclo

    Marques, Telma Inês Neves
    O mundo em que vivemos está em constante mudança e atualização. O ensino não é exceção e, cada vez mais, os pais exigem da escola. Os novos programas lançam novas exigências e novas atividades, práticas e métodos têm de ser desenvolvidos. A área da Matemática é umas das áreas mais importantes do curriculum, logo desde cedo, as crianças, mesmo sem darem conta, apropriam-se de alguns conceitos. Com o decorrer do tempo, esta torna-se essencial para o nosso desenvolvimento e para o dia-a-dia. Ao ensinar Matemática, o professor assume um papel fundamental na aprendizagem dos alunos. Este tem o dever de promover e...

  8. Perceções dos pais e alunos em relação às provas de aferição do 4.º ano do 1.º ciclo do ensino básico

    Soares, Sandra Cristina Gonçalves
    A avaliação tem vindo a ser, ao longo dos tempos, alvo de inúmeras críticas. Este facto deve-se à sua complexidade, à evolução que tem sofrido ao longo dos tempos e a todo o impacto que causa no meio escolar e familiar, “assim, a avaliação não é nem poderá ser uma ciência exata” (Marques, 2011, p.7). São objetivos deste estudo perceber os efeitos resultantes da aplicação das Provas de Aferição do 4.º ano do 1.º ciclo do Ensino Básico nos alunos e pais, as suas causas e consequências, de forma a criar uma proposta de ação junto das escolas, tendo em vista...

  9. Multiculturalismo: a diversidade cultural na escola

    Rodrigues, Paula Cristina Raposo
    Este trabalho tem a intenção de refletir sobre a problemática da diversidade cultural nas escolas, as consequências dessa interação de culturas bem como os desafios que se colocam aos professores e quais as estratégias que estes podem ou estão a utilizar em relação às suas práticas educativas para o colmatar de certas dificuldades que nelas possam surgir e para facilitar uma maior integração de alunos de diversas origens culturais nos estabelecimentos de ensino. O multiculturalismo é um tema muito atual e pertinente, tanto na sociedade, bem como no contexto escolar. O docente tem um papel muito importante a desempenhar neste âmbito...

  10. Relatório de estágio profissional

    Oliveira, Vânia Lúcia Jesus
    Neste relatório profissional constam os relatos diários de uma semana de contacto com a realidade educativa no Jardim-Escola João de Deus na Estrela durante o período de 28 de fevereiro e 4 de março do presente ano.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.