Recursos de colección

Biblioteca Digital do IPB (53.442 recursos)

A Biblioteca Digital do IPB, tem por objectivo divulgar e permitir o livre acesso à produção científica produzida pela comunidade académica, promovendo a integração, partilha e a visibilidade da informação científica e garantindo a preservação da memória intelectual do Instituto Politécnico de Bragança.

DPO - Capítulos de Livros

Mostrando recursos 1 - 14 de 14

  1. Semantic coindexation: evidence from Portuguese derivation and compounding

    Rodrigues, Alexandra Soares; Rio-Torto, Graça
    In this work we try to answer the following questions:How do words formed by derivation and compounding get their meaning? What are the factors involved and what is the balance between them? Are compounding and derivation rules sensitive to the semantic of their bases in the same manner? The analysis is focused on Portuguese deverbal nouns and adjectives (2.) as well as on nominal compounds (3.) formed by noun-noun [NN]N and noun-adjective [NA]N. We believe that the formation of meaning in the word is independent of syntax. We state that the responsible for the meaning construction in word formation is semantic coindexation....

  2. Adjetivos deverbais

    Rodrigues, Alexandra Soares
    Nesta Gramática Derivacional descrevem-se os mecanismos, os recursos e os produtos de formação de palavras do português contemporâneo, usando uma linguagem acessível mas assente em aturada investigação por parte dos seus autores, docentes universitários com larga experiência em pesquisa sobre o léxico. Com base nos dados do português europeu e em alguns do português do Brasil, percorrem-se os processos de sufixação (construção de nomes, de adjetivos e de verbos), de prefixação, de composição (erudita e vernácula) e de construção não concatenativa (cruzamento, truncação, siglação, acronímia). A morfologia e a semântica das palavras construídas - sejam isocategoriais ou heterocategoriais - são...

  3. Nomes deverbais

    Soares Rodrigues, Alexandra
    Nesta Gramática Derivacional descrevem-se os mecanismos, os recursos e os produtos de formação de palavras do português contemporâneo, usando uma linguagem acessível mas assente em aturada investigação por parte dos seus autores, docentes universitários com larga experiência em pesquisa sobre o léxico. Com base nos dados do português europeu e em alguns do português do Brasil, percorrem-se os processos de sufixação (construção de nomes, de adjetivos e de verbos), de prefixação, de composição (erudita e vernácula) e de construção não concatenativa (cruzamento, truncação, siglação, acronímia). A morfologia e a semântica das palavras construídas - sejam isocategoriais ou heterocategoriais - são...

  4. Introdução [do livro Gramática derivacional do Português]

    Rodrigues, Alexandra Soares
    Nesta Gramática Derivacional descrevem-se os mecanismos, os recursos e os produtos de formação de palavras do português contemporâneo, usando uma linguagem acessível mas assente em aturada investigação por parte dos seus autores, docentes universitários com larga experiência em pesquisa sobre o léxico. Com base nos dados do português europeu e em alguns do português do Brasil, percorrem-se os processos de sufixação (construção de nomes, de adjetivos e de verbos), de prefixação, de composição (erudita e vernácula) e de construção não concatenativa (cruzamento, truncação, siglação, acronímia). A morfologia e a semântica das palavras construídas - sejam isocategoriais ou heterocategoriais - são...

  5. Los nombres de enfermedades de los caballos en el portugués del siglo XVII: influencias

    Rodrigues, Alexandra Soares
    Se analiza el léxico portugués de la albeitería del siglo xvii. En ese período, surgen manuales de albeitería, cuyos autores apuntan en los mismos las fuentes que han utilizado para su redacción. Uno de esos manuales es Instruçam da Cavallaria de Brida: tratado unico, dedicada ao invicto martyr S. Jorge, por Antonio Pereyra Rego (1693). Rego apunta como fuentes a autores extranjeros como el francés Jacques de Solleysel, Le parfait Mareschal (1654), el boloñés Carlo Ruini, Anatomia del cavallo, infermita et suoi remedii (1618), el español Miguel de Paracuellos, Libro de albeyteria (1658). Se comparan los términos de enfermedades de los caballos en portugués, castellano, francés e...

  6. Da ilusão das aparências ao mais profundo dos seres: mensagens subjacentes à escrita de Sophia para a infância

    Guerreiro, Carla Alexandra do Espírito Santo
    Subjacentes à construção de todas as personagens de Sophia, estão determinados princípios, ideológicos e axiológicos, que a autora pretende transmitir às crianças, tais como:a solidariedade, a integridade e o altruísmo

  7. El léxico de la albeitería en el Vocabulario portuguez e latino de Bluteau (1712-1728)

    Rodrigues, Alexandra Soares
    En este trabajo estudiaremos el léxico portugués de la albeitería en el Vocabulario portuguez e latino de Bluteau (1712-1728). Analizaremos la definición de albeitería en Bluteau como una área técnica; los tipos de fuentes que Bluteau ha utilizado para legitimar los términos y sus definiciones; la clasificación de los términos como pertenecientes o no al dominio de la albeitería; la relación textual entre las definiciones y las fuentes; y la construcción de las definiciones de los términos según el diccionario o según la enciclopedia.

  8. What affixes reveal about interfaces in word formation

    Rodrigues, Alexandra Soares
    The word formation domain is a linguistic field where interfaces between different structures of language are activated. The construction of lexemes depends on the semantic, syntactic and phonological features of the bases and affixes involved in the process. Derivation, as a kind of word formation process, obeys selectional restrictions (Plag 1999, 2004) that intertwine in interfaces (Rodrigues 2008). Inside those semantic, syntactic and phonological features, many substructures or tiers become involved in the choice between bases and affixes. As is well known, there are different affixes that operate in the same word formation rule (henceforth WFR) by adjoining the same...

  9. Memórias com Bragança dentro

    Carvalho, Maria Luísa
    Freguesia da Sé, Bragança

  10. Da loucura: como logos em José Régio

    Teixeira, Carlos
    É objectivo desta comunicação / capítulo apresentar uma leitura global e globalizante da obra de José Régio, perspectivando-a através do tema da loucura, concebida como logos.

  11. Linguística, gramática tradicional e ensino das línguas

    Rodrigues, Alexandra Soares
    A escolha do tema para esta conferência não foi fácil. Em princípio, tinha-se pensado, no departamento, que este ciclo de conferências devia mostrar áreas de investigação daquele que a proferiria. No meu caso, logo me vi a apresentar ao digníssimo público o comportamento genolexical dos verbos nominalizadores, a hipótese da conversão do radical verbal em radical nominal na formação dos postverbais e o, necessariamente relacionado, derrube da tradicional derivação regressiva, os critérios prosódicos, morfemático-morfológicos e sintáctico-temáticos que permitem distinguir um substantivo derivado de um verbo sem a adjunção de um sufixo de um substantivo derivante de um verbo também não-afixado....

  12. Condições de formação de nomes postverbais em português

    Rodrigues, Alexandra Soares
    O estudo que aqui se apresenta sobre os postverbais do português tem como principal objectivo a análise das condições por que se pauta a selecção das bases destes substantivos deverbais. Essas condições serão estabelecidas quer em termos de impossibilidades quer de possibilidades estruturais que regem a formação dos substantivos conversos integrados na Regra de Formação de Palavras de nomina actionis.

  13. A presença da fonética e da fonologia no ensino do português (ensino básico e secundário): algumas considerações preliminares

    Veloso, João; Rodrigues, Alexandra Soares
    Neste trabalho, pretendemos demonstrar o interesse em fomentar-se o ensino de algumas noções básicas e introdutórias de fonética e fonologia no âmbito das disciplinas de Língua Portuguesa e Português nos ensinos básico (3º ciclo) e secundário. Paralelamente, tentaremos deixar claro que tal objectivo é desde já possível no actual enquadramento curricular dessas duas disciplinas nos níveis considerados, como o demonstra a leitura dos programas e das gramáticas escolares que se lhes destinam (vd. Ponto 5 desta comunicação); partindo desses dados, defenderemos um alargamento e uma reorganização dos conteúdos de natureza fonética já contemplados pela actual situação curricular.

  14. Para compreender o mecanismo de formação dos chamados “derivados regressivos”

    Rodrigues, Alexandra Soares
    A tradição gramatical insere na derivação regressiva produtos lexicais díspares cujo maior número é composto por substantivos deverbais (e.g. fabrico, janta, mordo, palpite). Estes substantivos deverbais, a que chamaremos “postverbais”, não obedecem, no entanto, aos parâmetros de um processo genolexical subtractivo. Uma análise rigorosa dos pressupostos da derivação regressiva e a sua comparação com os mecanismos de produção dos postverbais conduz à impossibilidade de integração destes no conjunto dos lexemas derivados por subtracção. Observados o estatuto do morfema do infinitivo verbal e o não paralelismo entre a vogal temática do verbo e o marcador de classe do substantivo, concluiremos que...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.