Recursos de colección

Biblioteca Digital do IPB (53.442 recursos)

A Biblioteca Digital do IPB, tem por objectivo divulgar e permitir o livre acesso à produção científica produzida pela comunidade académica, promovendo a integração, partilha e a visibilidade da informação científica e garantindo a preservação da memória intelectual do Instituto Politécnico de Bragança.

CVSP - Capítulos em Livros

Mostrando recursos 1 - 3 de 3

  1. Consumo de psicofármacos pelos alunos do ensino superior

    Correia, Teresa; Nunes, Margarida; Barros, Susana; Penas, Soraia
    Objectivo: Identificar o consumo de algumas substâncias pelos alunos de um Instituto Politécnico do Norte. Metodologia: O presente estudo é transversal. Foram inquiridos 352 alunos das quatro escolas do Instituto Politécnico de Bragança. A informação foi recolhida através de um questionário. A recolha de dados foi elaborada por alunas do curso de Farmácia no mês de Março de 2010. Foi obtida autorização para aplicação do instrumento de colheita de dados. Depois de inserida e codificada a informação, os dados foram analisados com recurso ao programa SPSS®. Resultados: Os resultados mostram um consumo de psicofármacos por parte de 11,9% da população. Este consumo é maior nas mulheres, e na...
    - 23-ene-2018

  2. Auto-estima e sintomatologia depressiva nos estudantes do ensino superior

    Rainho, Conceição; Barroso, Isabel; Monteiro, Maria João; Martins, Matilde; Correia, Teresa
    Avaliar a auto-estima dos estudantes do Ensino Superior Politécnico e identificar sintomatologia depressiva foram os objectivos deste estudo. Participaram 60 estudantes a frequentar o ensino superior na região interior Norte do País, dos quais 48 (80%) eram do sexo feminino. O questionário era constituído por três partes: informações sóciodemográficas, a Rosenberg Self-Esteem Scale (RSES) e a escala do Center for Epidemiologic Studies Depression (CES-D). Na análise dos dados foi utilizado o (SPSS®) versão 16.0, e o estudo das características psicométricas das referidas escalas revelou uma consistência interna elevada e uma estrutura factorial, que explicava 59% e 70% da variância total, respectivamente da...
    - 23-ene-2018

  3. Vigilância epidemiológica em doenças crónicas não transmissíveis

    Correia, Teresa
    O conceito de vigilância epidemiológica para as doenças crónicas não transmissíveis ainda não é consensual, não estando para já completamente estabelecidos os procedimentos relacionados com esta actividade de Saúde Pública. Entre os principais factores de risco para o desenvolvimento destas patologias estão: o sedentarismo, a obesidade, a hipertensão, colesterol elevado, o tabagismo e o consumo alimentar. É necessária uma vigilância epidemiológica efectiva destas doenças. O objectivo desta comunicação é reflectir sobre o processo, ainda recente, de desenvolvimento da vigilância das doenças não transmissíveis. Metodologia: Procedeu-se a uma revisão da literatura existente nacional e internacional. Procurou-se prioritariamente as bases de dados relativamente às doenças crónicas de declaração não obrigatória em geral...
    - 23-ene-2018

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.