Recursos de colección

Biblioteca Digital do IPB (53.442 recursos)

A Biblioteca Digital do IPB, tem por objectivo divulgar e permitir o livre acesso à produção científica produzida pela comunidade académica, promovendo a integração, partilha e a visibilidade da informação científica e garantindo a preservação da memória intelectual do Instituto Politécnico de Bragança.

DEM - Resumos em Proceedings Não Indexados ao ISI

Mostrando recursos 1 - 12 de 12

  1. Vês, nós já cantávamos antes: a fotografia como memória da música

    Castro, Maria Isabel Ribeiro de
    Durante o trabalho de campo para doutoramento que tenho vindo a desenvolver desde 2010 no seio da comunidade goesa da Catembe e Maputo (Moçambique), a fotografia revelou-se um elemento importante na investigação enquanto mediadora na minha relação com os colaboradores e na compreensão de questões muitas vezes omissas no discurso oral. Foi a partir do recurso à fotografia e da sua visualização, que alguns dos meus colaboradores iniciaram as descrições sobre as práticas musicais, as festas e os rituais nos quais participam ou participaram no passado. Neste sentido, a fotografia preparou o cenário para a narrativa na qual a música...

  2. Che Cosa è? Uma experiência de trabalho de campo, com o grupo de Kola San Jon do Kova M, em Itália

    Miguel, Ana Flávia
    O Oceano Atlântico foi durante séculos palco de caminhos que, numa cadeia de ligação entre o continente africano, americano e europeu originou redes de relacionamento diferenciadas com significados evidentes ao nível da cultura. Cabo Verde é o exemplo de um país cuja dinâmica migratória se insere nesta teia de significados criados no vai e vem entre o país de origem e os espaços de acolhimento, de entre os quais Portugal assume um particular de protagonismo (Gois 2008). O antropólogo Rui Cidra (2008) refere que há contextos performativos centrais, entre os cabo-verdianos, que foram moldados pelo impacte das migrações. Um desses...

  3. A diáspora transnacional cabo-verdiana e o papel da música no Kova M: um estudo de caso com o grupo de Kola San Jon do Kova M em Itália

    Miguel, Ana Flávia
    A partir dos anos 60 do século XX, ainda durante o período colonial português, verificou-se um surto migratório de cabo-verdianos para Portugal e esta tendência prolongou-se após a independência de Cabo Verde em 1975. O bairro do Alto da Cova da Moura, “Kova M”, é um bairro de acolhimento de imigrantes provenientes das ex-colónias portuguesas em África, situado no distrito de Lisboa. Nesta comunicação, a partir de uma experiência de trabalho de campo realizada em Itália, pretendo mostrar qual o papel da música neste bairro lisboeta e, também, como num terceiro país, que nem o de origem nem o de acolhimento,...

  4. A construção da identidade musical e profissional de jovens portugueses através das bandas filármonicas : uma perspectiva cultural

    Castro, Maria Isabel Ribeiro de
    Neste artigo pretende-se descrever o caso de um jovem que iniciou o seu percurso musical numa Banda Filarmónica, na região transmontana do País. A par do seu desenvolvimento musical, como músico na Banda Filarmónica de Torre de Ervededo – Chaves, tenta-se compreender as razões pelas quais este jovem optou por seguir um curso de música numa Escola Superior de Educação e de que forma essa situação alterou a sua vida profissional e pessoal. Através da realização de uma entrevista semi-estruturada foi possível estabelecer um percurso musical e individual, no qual se percebem motivações culturais e familiares na escolha do instrumento,...

  5. Ser goês fora de Goa: música e religião em viagem

    Castro, Maria Isabel Ribeiro de
    O acto político que determinou a presença de 500 anos da cultura portuguesa em Goa, o colonialismo, teve consequências determinantes na construção de comportamentos sociais sobretudo no seio da parcela católica da população. Este testemunho é visível em Goa mas também nos espaços de acolhimento das comunidades migrantes e define o que os próprios goeses católicos designam por “identidade goesa” que procuram manter e transmitir geracionalmente. Neste processo o recurso a memórias de um tempo passado, entremeadas por sentimentos nostálgicos em relação a lugares, a origens, e a ambientes que se querem recuperar para o presente, é muitas vezes feito...

  6. Quando cantar vem do coração: uma abordagem metodológica

    Castro, Maria Isabel Ribeiro de
    Autores como Helena Rodrigues (1997), David Hargreaves (1999), Edwin Gordon (2000), Jacques Chapuis (2001), Craig Peery (2002), Isabel Castro (2003, 2004), Graça Palheiros (2004), Don Campbell (2006) para só referir alguns, são unânimes ao acentuarem o papel e o valor da música na vida das pessoas e das crianças em particular, em diferentes aspectos cognitivos e emocionais, quer no seio familiar, quer na escola. Reforçando este sentir, em uníssono, o antropólogo Alan Merrian refere na sua obra The anthropology of music “There is probably no other human cultural activty which is so all-pervasive and which reaches into, shapes, and often...

  7. Bridge of love: knowledge and sound ecologies in the Atlantic ocean

    Miguel, Ana Flávia
    The Lisbon neighborhood of Alto da Cova da Moura is an immigrant community consisting mainly of Africans from former Portuguese colonies. Referred to by residents as, “Kova M”, it is home to the performative practices of the Kola San Jon. This performative practice from Cape Verde assembles music, dance, voice and artifacts with a distinctly religious flavor. The religious devotion to St. John Baptist is illustrated by the prevalence of religious iconography and attendance at masses and pilgrimages. For centuries, the Atlantic Ocean represented an interstitial space that linked Africa to Europe. The Kola San Jon is an expressive practice...

  8. A música antiga e as opções de concepção interpretativa actuais na perspectiva do violoncelo

    Alves, Vasco Paulo Cecílio
    Em cerca de 500 anos de história, nunca antes a afirmação do Violoncelo na esfera da música erudita se fizera com tanta abundância de concepções técnicas e interpretativas como no século XX. Neste palco actuaram, de um lado, aqueles que defenderam uma abordagem interpretativa moderna, e do outro os que se valeram de uma abordagem interpretativa purista face ao repertório da música antiga. Actualmente, interpretar uma obra musical do período do Barroco implica a tomada de decisões muito difíceis. A controvérsia gerada em torno das concepções interpretativas do repertório musical antigo, parece ter hoje alguns exemplos de convergência. Fala-se na...

  9. Quatro estudos de caso sobre a música e a identidade em Portugal, Cabo Verde, Moçambique e Brasil

    Miguel, Ana Flávia; Castro, Maria Isabel Ribeiro de; Lanna, Flávia Duarte; Duarte, Alexsander Jorge
    Num contexto geográfico triangular, entre África, Brasil e Portugal, em que a língua portuguesa se assume como elo comum, a música desempenha um papel identificador e diferenciador da comunidade nas quais o território da identidade se assume como a direcção inevitável dos investigadores (Sardo 2004). A construção de identidades é um processo que manifesta uma forma de estar no mundo em permanente movimento. Este movimento de pessoas entre o rural e o urbano ou entre o local de origem e o local de acolhimento estabelece e define a autenticidade do universo musical com a “música que nos torna diferentes das...

  10. Eu vou mas volto, diferente! - (Re)visualização e legitimação da cabo-verdianidade numa viagem a Cabo Verde

    Miguel, Ana Flávia
    A implantação do regime democrático em Portugal, a seguir ao 25 de Abril de 1974, define também um período durante o qual diversas organizações e associações de carácter humanitário, em especial de perfil não governamental, vieram a desempenhar um papel fundamental na luta por direitos de cidadania e de igualdade de determinadas comunidades e grupos sociais minoritários. Questões de raça, etnia, migração, género e identidade, inicialmente vistas como desigualdades de segundo plano, foram, ao longo de 35 anos, ganhando visibilidade e subindo numa hierarquia política que sempre teve como prioridade a diluição das desigualdades socioeconómicas. A actividade da Associação Cultural...

  11. Entre o Índico e o Atlântico: música e diálogos pós-coloniais das comunidades diaspóricas. O caso da comunidade goesa em Moçambique e Lisboa

    Castro, Maria Isabel Ribeiro de
    A longa tradição migrante da comunidade goesa, registada a partir do século XVI através dos corredores marítimos gerados pela colonização portuguesa, transformou Goa num território que hoje se define também pela sua diáspora. Moçambique constituiu, durante o estatuto colonial de Goa (1510-1961), um território de acolhimento privilegiado para os goeses não só pela condição geográfica de proximidade mas também porque Portugal imprimiu, sobretudo a partir da segunda metade do século XIX, uma política de incentivo à deslocação goeses para aquela ex-colónia africana, oferecendo-lhes cargos na administração pública após a sua formação académica em Portugal ou directamente em Goa. Esta situação...

  12. A magia da dialogia: o Kola San Jon no Kova M

    Miguel, Ana Flávia; Meersschaert, Godelieve; Delgado, Eunice; Rosário, António
    O conceito de dialogia tem ocupado um lugar complexo e multi-situado nos estudos antropológicos e etnomusicológicos. No discurso académico, monológico por definição, o investigador disputa um diálogo solitário entre o trabalho de campo e a escrita, entre o seu universo de estudo e outros universos de estudo ao convocar outros teóricos. Este trabalho já é, em si, dialógico no sentido em que diferentes discursos são confrontados e constituem um ponto de partida. Mas, o centro vital do pensamento dialógico, célula a partir da qual as narrativas ganham voz e onde todas as construções de tecidos e de relações são realizadas...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.