Recursos de colección

Biblioteca Digital do IPB (53.442 recursos)

A Biblioteca Digital do IPB, tem por objectivo divulgar e permitir o livre acesso à produção científica produzida pela comunidade académica, promovendo a integração, partilha e a visibilidade da informação científica e garantindo a preservação da memória intelectual do Instituto Politécnico de Bragança.

CVSP - Posters em Encontros Científicos Nacionais

Mostrando recursos 1 - 13 de 13

  1. Promoção do aleitamento materno

    Luis, Anabela F.; Pinto, Ana Paula V.; Pires, Ana Teresa P.; Pires, Catarina Sofia Martins; Costa, Cátia Sofia Afonso; Veigas, Sónia I.S.; Correia, Teresa
    O conhecimento das mulheres sobre o tempo de amamentação é menor que o tempo preconizado na literatura científica ou pelas organizações de saúde. Fazer uma revisão sistemática da literatura sobre promoção do aleitamento materno.Foi realizada uma revisão de literatura na base de dados LILACS, MEDLINE E SCIELO, entre os anos 2003 e 2013, com base nos seguintes descritores: “Aleitamento materno”, amamentação”, “promoção da saúde”, “saúde da criança”, “desmame”, saúde da mulher”, “cuidados de enfermagem”. Foram definidos como critérios de exclusão, puérperas com patologias, relatação e período anterior ao parto. Foram analisados 28 artigos submetidos aos critérios de exclusão, obtendo-se para amostra final...

  2. Mulheres que abortam naturalmente

    Borges, Amandina; Correia, Teresa; Abrantes, Adelaide
    Os cuidados a prestar em Saúde Reprodutiva constituem um conjunto diversificado de práticas que contribuem para a saúde e bem-estar reprodutivos através da prevenção e resolução de problemas, respondendo às necessidades específicas neste período de vida ¹. O abortamento espontâneo é identificado clinicamente em ¼ das mulheres, tendo uma ocorrência de uma em cada sete das gestações, nas primeiras 12 semanas2,3,4. Objetivo: Identificar o perfil social, económico e obstétrico das mulheres hospitalizadas por abortamento espontâneo. Metodologia: Estudo epidemiológico transversal retrospetivo, de 165 mulheres registadas com diagnóstico de abortamento espontâneo, na base de dados do Sistema Informático Hospitalar, internadas numa Unidade de Saúde do...

  3. O que pensam as utentes dos cuidados prestados pelos enfermeiros

    Pereira, Maria de Lurdes Loureiro; Correia, Teresa
    Na saúde da mulher, centrada historicamente na função reprodutiva, é importante ressalvar os cuidados específicos com a gravidez, o parto e o puerpério. Sabendo que o cuidar é a essência transversal da Enfermagem, a prestação destes cuidados assenta em boas práticas, diretrizes que visam aproximar a teoria científica atual da prática assistencial, oferecendo à paciente um cuidado seguro e de qualidade. Paralelamente, a satisfação da utente tem emergido como forma de conhecer a sua opinião sobre os cuidados, assim como fator de qualidade. O puerpério é entendido como um período crítico na prestação de cuidados à mãe e à criança,...

  4. As boas práticas do enfermeiro especialista de saúde materna e obstetrica transmitidas à puérpera

    Pereira, Maria de Lurdes Loureiro; Correia, Teresa
    Os enfermeiros enquanto prestadores de cuidados têm competências específicas. O período em que a puérpera se encontra hospitalizada é o momento ideal para que o Enfermeiro Especialista em Saúde Materna e Obstetrícia promova a saúde da mulher. Eles asseguram os cuidados especializados no contexto onde as utentes se encontram, contribuindo para a satisfação das mesmas; visando capacitar para as boas práticas nos cuidados ao recém-nascido, na amamentação e autocuidado para quando da alta. O uso das informações que compõem as recomendações para as boas práticas, promovem a qualidade dos cuidados e a segurança dos pacientes e dos trabalhadores da área...

  5. Atividade fisica e sintomatologia depressiva em estudantes do ensino superior

    Correia, Teresa; Afonso, Iolanda Lígia
    A relevância da prática da atividade física regular é uma necessidade reconhecida para a melhoria da autoestima e da qualidade de vida das pessoas. Este trabalho tem como objetivo analisar a associação entre prática de atividade física e sintomatologia depressiva em jovens que frequentam o ensino superior. Estudo transversal, numa amostra de 394 estudantes do ensino superior no ano letivo de 2010/11.Aplicação de um questionário de qualidade de vida e saúde, com a escala de CES-D. Desta amostra a maioria é do sexo feminino (87,8%), frequenta o 1.º ano de licenciatura (38,1%), tem uma média de idades de 20 anos e...

  6. Obesidade e sintomatologia depressiva em estudantes do ensino superior

    Correia, Teresa; Afonso, Iolanda Lígia
    A obesidade e a depressão são dos problemas mais graves de Saúde Pública nos países ocidentais. Analisar a associação entre estado nutricional e apresentação de sintomatologia depressiva em jovens que frequentam o Ensino Superior. Material e métodos: Estudo transversal numa amostra de 394 alunos do ensino superior no ano letivo de 2010/2011. Foi aplicado um questionário de qualidade de vida e saúde, com a escala de CES-D e dados antropométricos auto-reportados. Da população estudada a maioria é do sexo feminino (87,8%), frequenta o 1.º ano de licenciatura (38,1%), tem uma média de idades de 20 anos. Relativamente ao estado nutricional, 14,7%...

  7. Adolescentes: autoimagem e nivel social e económico

    Ribeiro, Maria Isabel; Correia, Teresa; Martins, Matilde
    Premiado: 1º. Lugar

  8. Fatores associados à prática e duração do aleitamento materno

    Correia, Teresa; Carvalho, Cristina; Dias, Tânia; Ribeiro, Maria Isabel
    O aleitamento materno é uma estratégia de prevenção da mortalidade infantil, contribuindo para uma melhor saúde física, mental e psíquica da criança.1 O aleitamento materno possui inúmeras vantagens, entre as quais se encontram a satisfação das necessidades nutricionais do bebé e o fortalecimento do vínculo entre mãe e filho, sendo que representa ainda uma das experiências nutricionais mais precoces do recém-nascido.2,3,4. Objetivos: Investigar fatores relacionados com o aleitamento materno.Estudo epidemiológico transversal realizado com uma amostra representativa de mães de crianças entre os 2 e os 6 anos de idade, residentes no Concelho de Bragança. Obteve-se informação sobre o aleitamento materno exclusivo...

  9. UGT1A1 gene variations in individuals with and without clinical diagnosis of gilbert syndrome

    Rodrigues, Carina; Vieira, Emília; Santos, Rosário; Carvalho, João; Costa, Elísio; Santos-Silva, Alice; Bronze-da-Rocha, Elsa
    UGT1A1 gene variations in individuals with and without clinical diagnosis of Gilbert Syndrome Bilirubin is a non-polar metabolite, results from catabolism of haemoglobin and is bound to glucuronic acid in the liver by the uridine diphosphate glucuronosyltransferase (UGT1A1) activity. Molecular studies showed that the presence of two extra bases (TA duplication) in the promoter region of the UGT1A1 gene is responsible for the reduced UGT1A1 glucuronization activity and is the main cause of unconjugated hyperbilirubinemia observed in patients with Gilbert Syndrome (GS). However, individuals with normal bilirubin levels and no clinical symptoms of SG may also present this polymorphism in...

  10. Factores associados ao aleitamento materno

    Correia, Teresa; Carvalho, Cristina; Dias, Tânia; Ribeiro, Maria Isabel
    O aleitamento materno possui inúmeras vantagens, satisfaz as necessidades do bebe, promove a proximidade entre mãe e filho e fortalece o vinculo iniciado na gestação. Objectivos: Investigar factores relacionados com o aleitamento materno. Metodologia: Estudo epidemiológico transversal com 240 crianças entre os 2 e os 6 anos de idade residentes no Concelho de Bragança. Foram usadas como referência as curvas e as tabelas de percentis do IMC da Direcção Geral da Saúde3 para crianças de dois a vinte anos de idade. O processo de recolha de dados foi realizado pelos investigadores em colaboração com as Escolas, durante os meses de Março...

  11. Características das mães que amamentam

    Correia, Teresa; Carvalho, Cristina; Ribeiro, Maria Isabel
    Identificar as características das mães que amamentam. Metodologia: Estudo epidemiológico transversal realizado em 2010 com amostra representativa de mães de crianças com menos de 5 anos de idade (n=197) residentes no Concelho de Bragança. Obteve-se informação sobre o aleitamento materno exclusivo até aos primeiros quatro meses de vida do bebé. Avaliou-se a história obstétrica da mulher e algumas variáveis relativas à caracterização social e demográfica, através do preenchimento de um questionário. As informações recolhidas foram analisadas com a metodologia estatística usual, no programa SPSS. Das mulheres que participaram nesta investigação (197), 99,5% iniciaram a amamentação aos seus recém-nascidos, mas apenas 22,8% (45)...

  12. Aleitamento materno e obesidade em crianças pré-escolares

    Correia, Teresa; Carvalho, Cristina; Dias, Tânia; Correia, Pedro Miguel Gomes Pereira
    O aleitamento materno é um processo, aparentemente fisiológico inerente à espécie humana mas que é condicionado por aspectos sociais, culturais e históricos. A prática da amamentação não é instintiva, implica aprendizagem por parte da mulher e protecção da sociedade. O aleitamento materno é um dos factores preponderantes na alimentação das crianças que permeiam a relação mãe-filho. A Organização Mundial de Saúde (OMS) na tentativa de uniformizar conceitos relativos à prática da amamentação, definiu diferentes categorias de aleitamento materno, das quais salientamos: Aleitamento materno: quando a criança recebe leite materno (directo da mama ou ordenhado), independentemente de receber ou não outros alimentos; Aleitamento materno exclusivo: quando a criança recebe somente leite...

  13. Perfil epidemiológico dos alunos do ensino superior relativamente ao consumo de psicofármacos

    Correia, Teresa; Nunes, M.; Barros, Susana; Penas, Soraia
    Introdução: O consumo de Psicofármacos tem vindo a aumentar. A doença mental tem sido subestimada assim como a sua prevenção e tratamento. O estudo realizado tem como objectivo identificar o consumo de psicofármacos, pelos alunos de um Instituto Politécnico do Norte e investigar os factores associados. Participantes e Métodos: Foram inquiridos 352 alunos das quatro escolas do Instituto Politécnico de Bragança. A recolha de dados foi realizada por alunas do curso de Farmácia no mês de Março de 2010 nas instalações das escolas. A informação foi recolhida através de um questionário auto-aplicado. Depois de inserida e codificada a informação, os dados foram...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.