Recursos de colección

Estudo Geral - Universidade de Coimbra (19.630 recursos)

ESTUDO GERAL é a designação do repositório digital da produção científica da Universidade de Coimbra, com o objectivo de divulgar conteúdos digitais de natureza científica de autores ligados à Universidade de Coimbra. A sua criação insere-se no movimento de Acesso Livre à Literatura científica (Open Access), ao qual o Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas aderiu em 2006 e que a Universidade de Coimbra subscreveu. À semelhança de outras grandes universidades nacionais e internacionais, a UC tem o maior interesse em aumentar a sua presença na rede informática mundial, sendo cada vez mais - e também por essa via - um emissor de conhecimento e cultura.

I&D CES - Capítulos (ou partes) de Livros

Mostrando recursos 1 - 2 de 2

  1. As falésias calcárias da Península de Peniche (Costa Ocidental Portuguesa): Inventariação e caracterização do património geológico

    Rilo, A. R.; Duarte, L. V.; Tavares, A.
    A península de Peniche localiza-se na costa oeste portuguesa, integrada numa belíssima paisagem dominada pelo oceano Atlântico. As falésias calcárias da península constituem um local único para observar e estudar a sucessão mais completa do Jurássico inferior de Portugal, cujos afloramentos são considerados de excelente qualidade. A excelência do registo geológico tem levado ao aparecimento de variados artigos científicos em diversos campos da geologia sedimentar, alguns dos quais com impacto internacional. Neste trabalho faremos uma descrição do património geológico fundamentada na literatura existente, no trabalho de campo e em algumas experiências educativas com estudantes e público em geral. Assim, apresentamos o inventário de seis locais da península...
    - 20-jul-2012

  2. As Tradições do Pão, Territórios e Desenvolvimento

    Santos, Norberto Pinto dos; Gama, António
    A alimentação é um dos meios privilegiados para as sociedades efectuarem trocas de valores, relações identitárias e prazeres. A relação com a alimentação pode considerar-se análoga com a linguagem: ambas parecem “naturais”, obedecem a regras indiscutíveis e inconscientes que são apreendidas desde a infância, no ambiente familiar; tal como a linguagem, a alimentação pode modifi-car-se com a alteração do ambiente e reflectir determinadas situações sociais, económicas e religiosas (Valeri, 1989). A alimentação expressa ainda uma diferenciação de civilizações porque é pela comensalidade que surge a distinção entre o homem civilizado e os bárbaros: o primeiro junta ao alimento do corpo a valorização do espírito através da sociabilidade, algo que...
    - 20-jul-2012

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.