Recursos de colección

Repositório Comum (25.071 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

ESEJD - Artigos

Mostrando recursos 1 - 18 de 18

  1. A consciência fonológica: uma questão de práticas consistentes e sistemáticas

    Ruivo, Isabel
    A consciência fonológica é uma das competências fundamentais para fazer emergir todo o potencial linguístico da criança de forma a promover uma melhor literacia. O objetivo deste estudo é avaliar o desempenho de crianças de 5 anos das escolas infantis João de Deus comparativamente a crianças de outras escolas. A avaliação tem como base a aplicação da Bateria de Testes ACLLE1, num conjunto de tarefas relacionadas com algumas das aptidões essenciais, tais como as rimas, a consciência silábica e a fonémica. Pretendemos comparar o desempenho da amostra deste estudo com os resultados de um grupo de controlo. Esta é uma investigação qualitativa cuja abordagem metodológica tem como...

  2. O jogo na aprendizagem matemática

    Caldeira, Maria Filomena; Pereira, Paula Colares
    A comunicação no âmbito da Educação Infantil pretende sensibilizar as escolas de formação e os educadores para o papel de mediação na promoção do conhecimento matemático. Os materiais manipulativos na prática educativa são facilitadores duma aprendizagem significativa, quando aliam o sentido lúdico ao jogo. Através de atividades diversificadas surgem como recurso metodológico, em que a criança explora, experimenta, deduz, comunica, ultrapassa o erro, agiliza o raciocínio, fazendo a “ponte” entre o concreto e o abstrato. Com o objetivo de analisarmos a importância do jogo aplicámos um questionário a 942 crianças de 5 anos das escolas João de Deus, para sabermos como brincam e quais as atividades preferidas. Os resultados sugerem...

  3. Introducción a la práctica profesional, reflexión, supervisión, estrategias para el futuro

    Silveira-Botelho, Teresa da; Pereira, Paula Colares; Caldeira, Maria Filomena
    Este estudio es una refléxion sobre la supervisión pedagógica en la ESE JDEUS, en el encuadre del Proceso de Bolonia, lo cual ha surgido de la necesidad de introducir los câmbios relacionados con el início de la practica profesional en el 1º ciclo de estudios. Hemos aplicado una encuesta a todos los alumnos que frecuentan el Bachilerato u el Máster en Educación. La supervisión pedagógica surge como una acción que deberá ser dinamizadora, reflexiva y continuada, donde el aprendizaje, la integración del conocimiento y el desarrollo de competencias requiere variadas practicas de colaboración, en las cuales el supervisor actúa como un mediador encargado de promover el desarrollo...

  4. A quién y para qué sirve la educación preescolar?

    Carvalho, António Ponces de

  5. Brincar a sério

    Pereira, Paula Colares
    A comunicação insere-se no âmbito da Educação Infantil e pretende sensibilizar os educadores e os pais para a importância do brincar e das brincadeiras para o papel na promoção de atividades diversificadas e estimulantes que promovam o desenvolvimento emocional, cognitivo, físico e social da criança até aos seis anos. Vários autores destacam que a brincadeira não é uma atividade inata, mas sim o resultado de relações sociais e de condições concretas de vida; a partir delas, a criança, emerge como sujeito lúdico, sendo que a mediação tem um papel fundamental nesse processo. Com o objetivo de analisarmos a importância do brincar aplicámos um questionário a 942 crianças de...

  6. Prática, reflexão e supervisão

    Silveira-Botelho, Ana Teresa da; Pereira, Paula Colares
    Este estudo consiste numa reflexão sobre a supervisão pedagógica na ESE JDEUS, no quadro do Processo de Bolonha. Surgiu da necessidade de introduzirmos alterações na iniciação à prática profissional do 1.º ciclo de estudos. Aplicámos um questionário aos alunos que frequentam a Licenciatura e Mestrados em Educação. A supervisão pedagógica emerge como uma ação que se pretende dinamizadora, reflexiva e contínua em que a aprendizagem, a integração de saberes e o desenvolvimento de competências requer diversas práticas colaborativas de trabalho, em que o supervisor é o mediador que promove o desenvolvimento dos formandos que se pretendem responsáveis, empenhados, conscientes da sua auto-(re)construção para benefício da construção da sua identidade...

  7. O contributo da expressão dramática para a promoção da cooperação e da interação

    Cipriano, Elsa Jacinto; Brito, Rita
    De acordo com Aguilar (2001) “O jogo é, para a criança, o seu meio privilegiado de expressão” (p. 21), assumindo este, um papel primordial no desenvolvimento da personalidade, tornando-o uma atividade singular de aprendizagem ativa, de interação, de comunicação e de cooperação. Assim, o jogo dramático é defendido por alguns autores como uma atividade que para além de impulsionar o desenvolvimento social da criança, favorece simultaneamente a linguagem, chegando a ser considerado por Read, um dos críticos de arte mais conceituados a nível internacional e criador do termo “Education Throug Art (1943), como “um dos melhores métodos educativos” (Read, citado...

  8. A funcionalidade da linguagem escrita em educação pré-escolar: um projeto de intervenção

    Ferrão, Ana Carina; Brito, Rita
    No processo de aprendizagem da leitura e escrita, a descoberta da funcionalidade da linguagem escrita pela criança é crucial, pois permite-lhe reconhecer a importância da aprendizagem da leitura e escrita. Estando num contexto educativo de Prática Pedagógica onde mais de metade das crianças de uma turma de pré-escolar irá transitar para o 1º Ciclo e verificando-se algumas dificuldades e lacunas no âmbito da linguagem oral e abordagem à escrita, achámos pertinente a realização desta investigação nesta temática. Tendo como questão de partida “Qual o contributo de um projeto de intervenção pedagógica na vertente - funcionalidade da linguagem escrita, no pré-escolar?”, foram...

  9. A abordagem da multiculturalidade em educação pré-escolar

    Matos, Ana Rita; Brito, Rita
    Se olharmos em nosso redor damos conta que a sociedade se transformou numa sociedade multicultural. Esta realidade está presente nas nossas escolas e deu origem a transformações no sistema educativo. A escola multicultural aceita e defende o pluralismo das famílias e das comunidades dos alunos, estruturando-se para acolher crianças de todas as culturas, pressupondo a igualdade de oportunidades para todos. Sendo a Multiculturalidade o tema do Projeto Curricular da escola onde é realizada a minha Prática Pedagógica e tendo crianças em sala cujos pais são de várias nacionalidades, decidi desenvolver mais aprofundadamente esta temática, tendo como objetivo explorar os diferentes tipos...

  10. A implementação de atividades lúdicas para a promoção da aprendizagem cooperativa

    Simões, Ana Margarida; Brito, Rita
    Os valores que aprendemos na nossa infância são os valores que permanecem ao longo da nossa vida. No entanto na sociedade de hoje existe muito individualismo e também perda de bons valores, acabando por serem esquecidos e não transmitidos às crianças. “Os valores não se “ensinam”, mas vivem-se na ação conjunta e nas relações com os outros” (ME, 1997, p.52). Através do valor cooperação pretende-se que as crianças se preocupem e pensem nos outros, comuniquem, partilhem e ajudem-se mutuamente. Todas as crianças que participem em atividades lúdicas adquirem novos conhecimentos e desenvolvem aptidões de forma natural e agradável, desta forma...

  11. "Era uma vez..." a matemática

    Antunes, Ana Beatriz; Brito, Rita
    O conto de histórias é uma atividade usual em educação pré-escolar. No entanto, é pouco comum a realização de atividades matemáticas relacionadas com estas. A presente investigação surge com o objetivo de promover atividades matemáticas em educação pré-escolar relacionadas com contos tradicionais. Para tal, foram escolhidos dois contos e realizadas atividades relacionadas com estes, com vista a desenvolver competências relativas à classificação, o número e espaço. Nesta comunicação iremo-nos apenas reportar às atividades relacionadas com o sentido do número, nomeadamente contagens, adição e subtração. O trabalho foi desenvolvido com um grupo com 25 crianças com idades compreendidas entre os 3...

  12. A importância do jogo no ensino da matemática

    Alves, Raquel; Brito, Rita
    A Matemática é uma ciência de grande consideração para o desenvolvimento social e cultural do indivíduo, sendo que a sua aprendizagem deve incentivar a curiosidade e desenvolver a capacidade da criança de formar e resolver problemas que contribuam para a compreensão, auxílio e intervenção no mundo que as rodeia. O educador tem um papel fundamental no desenvolvimento pelo gosto da mesma e na construção de noções matemáticas, devendo proporcionar múltiplas experiências, apoiando a reflexão das crianças e colocando questões que lhes possibilitem a construção dessas mesmas noções. Para construir essas noções matemáticas e incentivar o gosto pela Matemática a introdução de...

  13. Um olhar sobre o modo como os educadores de infância portugueses tiram partido da Web 2.0 nas suas práticas profissionais

    Cruz, Elisabete; Brito, Rita
    Este trabalho, de natureza exploratória, visa aprofundar o conhecimento sobre o modo como os educadores de infância portugueses tiram partido dos serviços Web 2.0 nas suas práticas profissionais. Com esta intenção, foi desenvolvida uma grelha de observação e de registo dos conteúdos disponibilizados, essencialmente, pelos educadores em ambientes online suportados por blogs. Delimitando o estudo a uma amostra de dez casos, a análise foi focada em três vertentes: i) no modo como os educadores se caracterizam face aos outros; ii) nos propósitos subjacentes à utilização destes serviços; e iii) nos processos de interacção social existentes. Apesar das limitações inerentes a...

  14. Actividades de crianças do pré-escolar e educadores de infância com o computador em portugal

    Brito, Rita
    Muito se tem escrito hoje sobre a integração das tecnologias de informação e comunicação (TIC) na escola e diversas pesquisas têm vindo a demonstrar a importância da familiarização da criança desta idade com a tecnologia, quer porque esta faz parte inquestionável do mundo que a rodeia, quer pela relevância educativa das experiências que lhe pode proporcionar. No entanto existem muito poucos estudos que nos descrevam e analisem processos efectivos de integração da tecnologia na Escola em geral, e ao nível da educação Pré-Escolar em particular. Este foi o ponto de partida da nossa investigação, verificar as práticas de crianças e...

  15. As TIC no jardim-de-infância: práticas de educadores de infância e crianças portuguesas

    Brito, Rita
    A introdução das Tecnologias de Informação e Comunicação (T IC) na educação pré-escolar portuguesa tem vindo a crescer gradualmente e podemos constatar a sua evolução através da proliferação de páginas de Internet , blogues e plataformas de comunicação, ligadas à introdução das T IC nesta faixa etária de ensino. No entanto, existem poucos estudos que nos refiram as práticas que os educadores de infância realizam para e com as crianças, utilizando as T IC, em Portugal. Este foi o ponto de partida e o objectivo da nossa investigação. Elaborámos um questionário que foi distribuído por educadores de infância de todo o país. Após a recolha e análise de dados, apresentamos os...

  16. As TIC em educação pré-escolar portuguesa: atitudes, meios e práticas de educadores e crianças

    Brito, Rita
    Pretendemos com este estudo verificar as atitudes, meios e práticas de educadores de infância e das crianças, na utilização do computador no pré-escolar, em Portugal, mais concretamente, saber se os educadores têm computador na sala, que tipo de actividades realizam com o mesmo para/com as crianças e que evoluções, em relação às crianças, constatam. Para responder às nossas questões, construímos um questionário que foi enviado por correio electrónico a educadores de todo o país. Após recolha e análise de dados, apresentamos as nossas conclusões e elaboramos algumas reflexões.

  17. TIC, educadores de infância e crianças : meios e práticas em Portugal

    Brito, Rita
    As Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) podem contribuir para melhorar o processo de ensino e aprendizagem das crianças na escola, e particularmente no pré-escolar. Em Portugal vários projectos têm sido implementados com o objectivo de inserir as tecnologias na educação, no entanto pouco tem sido o retorno que esses programas têm proporcionado, relativamente à descrição e análise dos processos efectivos da integração das tecnologias na escola e no pré-escolar. Neste sentido, elaborámos um questionário com o objectivo de verificar as atitudes, meios e práticas de educadores de infância com as TIC, principalmente com o computador. Como triangulação de dados...

  18. ICT in early childhood teachers and children in portuguese pre-school

    Brito, Rita
    ICT (Information and Communication Technologies) have brought a rapid transformation of the economic, political and cultural society in general, known as the Information Society. It is therefore necessary that schools adapts to the changing needs of their students, so not to be left behind in relation to major social changes, failing to adapt is to become obsolete. Several initiatives have been undertaken with the aim of introducing ICT at various levels of education in schools, however there are few studies that relate the results of its introduction especially in kindergartens. This is the starting point of our work; to observe...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.