Recursos de colección

Repositorio da Universidade dos Açores (8.397 recursos)

O Repositório Institucional da Universidade dos Açores desenvolvido no âmbito do projecto RCAAP.

DHFCS - Livro ou Monografia / Book

Mostrando recursos 1 - 12 de 12

  1. O Atlântico Revolucionário: circulação de ideias e de elites no final do Antigo Regime

    Rodrigues, José Damião
    A temática dos impérios conheceu nas últimas décadas um novo fôlego, bem patente na edição de importantes estudos de análise de um quadro imperial específico ou de âmbito comparativo; nas inúmeras edições relativas às independências ibero-americanas; mas também na publicação de artigos em revistas especializadas que pretendem interrogar quer a teoria e a história dos impérios, quer o próprio objecto "império". Este revigoramento da história dos impérios está, por certo, associada em parte ao surto da Atlantic history, da world history e da global history - e às críticas que lhes são dirigidas -, mas decorre igualmente da constatação de...

  2. Posturas municipais portuguesas (séculos XIV-XVIII)

    Barros, Maria Filomena Lopes de; Viana, Mário
    Numa cronologia alargada (séculos XIV-XVIII), este volume reúne vários estudos sobre posturas municipais e edita um dos principais testemunhos deste tipo de fontes históricas existente na Península Ibérica, o Livro de posturas antigas de Évora, composto no século XV.

  3. Economia e instituições na Idade Média. Novas abordagens

    Solórzano Telechea, Jesús Angel; Viana, Mário
    Neste livro monográfico reúne-se a maior parte dos estudos apresentados no Workshop Internacional Economia e instituições na Idade Média. Novas abordagens, que teve lugar no dia 8 de Outubro de 2012, em Ponta Delgada, na Universidade dos Açores. A qualidade dos autores e os temas propostos proporcionaram uma experiência científica enriquecedora e gratificante, seja pela amplitude cronológica (percorrendo grande parte da vasta Idade Média), pela abrangência geográfica (fachada atlântica da Península Ibérica e Noroeste da Europa) e ainda pela diversidade de fontes e abordagens.

  4. História da ilha do Faial (das origens a 1833): Património Arquivístico

    Viana, Mário; Costa, Susana Goulart
    Este volume da História da Ilha do Faial dá continuidade ao projecto de cooperação estabelecido com a Universidade dos Açores, através do Centro de Estudos Gaspar Frutuoso e o seu lançamento insere-se no 180º aniversário da cidade da Horta, assinalado a 4 de Julho.

  5. Arquivo dos Açores, 2ª série, vol. 5

    Viana, Mário
    O volume V da 2ª série do Arquivo dos Açores inclui transcrição, os sumários e os índices de mais 26 documentos do núcleo Açores do Arquivo Histórico Ultramarino. Bem vistas as coisas, até se apresentam aqui 69 novos documentos, considerando que um deles, o nº 16, uma carta do capitão general D. Antão de Almada ao secretário de estado Francisco Xavier Mendonça Furtado, inclui 43 longas listas de população das paróquias das ilhas Terceira, S. Jorge, Graciosa, Flores e Corvo, executadas sob a direção dos respetivos párocos, na base da averiguação de róis de confessados e livros de óbitos e...

  6. A natureza em Antero de Quental: o projeto de uma «metafísica positiva»

    Costa Carvalho, Magda
    Ao longo da história do pensamento, a ideia de natureza tornou-se permeável a uma intrincada e até ambígua complexidade semântica. Esta é uma tendência que se revela na obra de Antero de Quental (1842-1891) e é nesse sentido que aí encontramos a interpretação da natureza em múltiplas perspectivas, num crescente de densidade especulativa. Poeta por vocação íntima e filósofo por opção convicta, Antero de Quental adoptou em todos os seus escritos a missão de abrir as fronteiras do pensamento. Ainda que não seja alvo de uma análise sistemática por parte de Antero, a ideia de natureza constitui-se como um dos...

  7. Natureza criadora: o projecto bio-filosófico de Henri Bergson

    Costa Carvalho, Magda
    Este estudo consiste na revisão de parte da nossa dissertação de doutoramento acerca da ideia de natureza no pensamento de Henri Bergson (1859-1941), apresentada em 2009 à Universidade dos Açores. O corpus bergsoniano nunca se propôs como uma filosofia da natureza tout court, tendo sido, sobretudo, um centro de problematização aberto aos vários domínios filosóficos e até a outros campos do saber, como se de ventos de diferentes quadrantes se tratassem, acolhidos pelo autor enquanto impulsos necessários ao movimento da grande roda da verdade. Por este motivo, a filosofia da natureza que eventualmente possamos reconstruir a partir das suas reflexões...

  8. Les nouvelles configurations de la mobilité humaine

    Diogo, Fernando; Lalanda-Gonçalves, Rolando; Tomás, Licínio Manuel Vicente
    Les questions de mobilité s'inscrivent objectivement dans la tradition classique de la sociologie, principalement en ce qui concerne l'étude des trajectoires individuelles perçues dans la structure sociale. Mais le thème de la mobilité est également important quand nous nous fixons sur la mobilité spatiale et, tout particulièrement, sur l'étude des migrations humaines à travers les différents espaces et territoires. Les problèmes de fond concernant la mobilité ont pris de l'ampleur et se positionnent, pour des raisons et implications diverses, manifestement à l'ordre du jour, aussi bien en ce qui concerne les préoccupations de recherche académique qu'en termes de débat public....

  9. Desigualdades no sistema educativo: percursos, transições, contextos

    Diogo, Ana Matias (Org.); Diogo, Fernando (Org.)
    Nas últimas décadas o sistema educativo português foi palco de uma extraordinária evolução quantitativa, abrindo-se sucessivamente a novos grupos sociais e a faixas etárias mais alargadas. Esta evolução não se traduziu, contudo, numa redução significativa das diferentes formas de desigualdades sociais face à escola. Persistem elevados índices de insucesso e de abandono, particularmente concentrados em determinados momentos do percurso escolar, grupos sociais, regiões e escolas, registando-se, por outro lado, uma multiplicidade de trajetórias que condensam escolhas muito desiguais, no quadro de uma oferta de ensino crescentemente complexa. As comparações internacionais têm concorrido para consolidar a ideia de que as desigualdades...

  10. Desigualdades no sistema educativo: percursos, transições, contextos

    Diogo, Ana Matias, Org.; Diogo, Fernando, Org.
    Nas últimas décadas o sistema educativo português foi palco de uma extraordinária evolução quantitativa, abrindo-se sucessivamente a novos grupos sociais e a faixas etárias mais alargadas. Esta evolução não se traduziu, contudo, numa redução significativa das diferentes formas de desigualdades sociais face à escola. Persistem elevados índices de insucesso e de abandono, particularmente concentrados em determinados momentos do percurso escolar, grupos sociais, regiões e escolas, registando-se, por outro lado, uma multiplicidade de trajetórias que condensam escolhas muito desiguais, no quadro de uma oferta de ensino crescentemente complexa. As comparações internacionais têm concorrido para consolidar a ideia de que as desigualdades...

  11. Histórias Atlânticas: os Açores na primeira modernidade

    Rodrigues, José Damião
    "[...] A selecção dos textos procurou corresponder ao prazer que o autor teve na redacção de alguns e à boa recepção que encontrou nos leitores, nomeadamente colegas de ofício que os leram e comentaram, em uma ou outra ocasião, possibilitando reavaliações e abrindo novas pistas, neste constante processo de aprendizado que é o fazer e refazer a história. A apresentação dos estudos neste livro não segue a data original de publicação, mas uma sequência de organização temática e cronológica, e foram respeitadas as edições originais, com correcções menores. Na primeira secção, “Da geografia”, reunimos textos que tratam das questões da...

  12. Representações de África e dos Africanos na História e Cultura – Séculos XV-XXI

    Rodrigues, José Damião; Rodrigues, Casimiro
    "[...] O olhar sobre África e dela sobre o mundo, nos dias de hoje, em contexto de globalização e de intensificação dos fluxos de gentes, bens e ideias, com relevo para as migrações transnacionais, exige pois um renovado esforço de compreensão. Foi precisamente a partir desta constatação que nasceu o projecto de organizar um colóquio a múltiplas vozes, que pretendeu ser um contributo para este movimento. A cargo do Centro de História de Além-Mar (CHAM) da Universidade Nova de Lisboa e da Universidade dos Açores, o encontro científico que está na génese do livro que agora editamos teve lugar em...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.