Recursos de colección

Repositorio da Universidade dos Açores (8.391 recursos)

O Repositório Institucional da Universidade dos Açores desenvolvido no âmbito do projecto RCAAP.

DM - Artigos em Revistas Nacionais / Articles in National Journals

Mostrando recursos 1 - 16 de 16

  1. Livros de matemática entre os séculos XVI e XIX que se encontram na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, no Arquipélago dos Açores

    Melo, Helena Sousa
    Este artigo refere os livros de matemática, entre o século XIV e XIX, que se encontra na BPARPD apresentado uma tabela informativa da quantidade de livros por século e por década.

  2. Jogos matemáticos: um desafio para as crianças e para o educador/professor

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Cascalho, José Manuel; Nogueira, Raquel Pereira
    A forma como se ensina Matemática é determinante para o sucesso ou insucesso escolar de muitos jovens, o que reforça a importância de educadores e professores utilizarem diferentes estratégias para a promoção de aprendizagens significativas. Neste artigo pretendemos mostrar como o jogo pode incentivar o envolvimento das crianças nas atividades matemáticas e criar, com isso, uma predisposição natural para aprender. Apresentamos diferentes dimensões de aprendizagem da Matemática associadas a experiências vivenciadas numa sala de aula através da aplicação de jogos no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, da Universidade dos Açores. Alguns desses...

  3. Atividades lúdico-manipulativas no jardim de infância: estratégias promotoras de uma aprendizagem ativa e integrada

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Cascalho, José Manuel; Oliveira, Diana Tavares
    Apresenta-se uma reflexão sobre algumas das atividades lúdico-manipulativas realizadas por crianças ao longo de um estágio no Pré-Escolar, no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico, da Universidade dos Açores. Com as atividades discutidas neste artigo, pretende-se mostrar que os jogos matemáticos podem estimular a aprendizagem das crianças desde tenra idade, promovendo a interligação com outras áreas e domínios expressos nas Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar. É importante referir que houve a preocupação em selecionar tarefas que trabalhassem os três temas matemáticos que normalmente se agrupam em números e operações, geometria e...

  4. Matemática no quotidiano: o número de série das notas de Euro

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
    A exploração de exemplos de aplicação da matemática no quotidiano é importante para a aprendizagem das crianças e deve marcar presença desde os primeiros anos do seu percurso escolar. No breve texto que se segue, mostra-se como é simples a matemática das notas de Euro. O seu número de série é um exemplo dos sistemas de identificação utilizados atualmente, que se baseiam na inclusão de um algarismo de controlo, responsável pela deteção de erros comuns que possam ocorrer na transmissão da informação, evitando também falsificações.

  5. A Matemática num contexto de Projeto Educativo: evolução, estruturação, criatividade, ensino e objectividades

    Melo, Helena Sousa
    Se partirmos dos princípios que fundamentam um Projeto Educativo, estruturados em valores, metas e estratégias, podemos também obter as linhas orientadoras de um ensino/aprendizagem da Matemática. Do mesmo modo que a escola concebe um conjunto de objetivos na sua atuação, que lhe permite cumprir a sua função educativa, o ensino/aprendizagem da Matemática possui um conjunto de estratagemas aplicáveis que possibilitam uma melhor eficácia na divulgação do seu conhecimento e no seu desenvolvimento. Com o propósito de criar um ambiente cada vez mais propício à aprendizagem, o Projeto Educativo é um guia de trabalho que assegura coerência e coesão na atividade...

  6. Breves notas sobre as normas programáticas nas escolas açorianas no século XIX que abarcam a disciplina de matemática

    Melo, Helena Sousa
    Numa busca às raízes do ensino de matemática no Arquipélago dos Açores, observamos que o mais relevante ocorre no século XIX. No início do seu povoamento a principal preocupação era a sobrevivência. Foi com a chegada dos franciscanos, dos jesuítas e dos gracianos, para as necessidades espirituais, que a instrução começou a se desenvolver. Em 1760 ocorreu o encerramento dos estabelecimentos jesuítas por ordem do Marquês de Pombal que, na sua reforma escolar, anunciava algumas criações nas ilhas açorianas. Apesar da intenção, esta reforma da instrução não se fez sentir muito no arquipélago. Do panorama das aulas, existentes até ao...

  7. Estabelecer conexões com outras áreas e domínios do currículo: uma forma de cativar as crianças para a aprendizagem da matemática

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Cascalho, José Manuel; Melo, Tânia Sofia do Amaral
    Neste artigo, apresentam-se propostas de tarefas de conexão entre a matemática e outras áreas e domínios, para serem desenvolvidas desde o pré-escolar ao 1° ciclo do ensino básico. Analisa-se, também, de que forma este tipo de tarefas pode influenciar a predisposição das crianças para a aprendizagem da matemática, salientando-se a sua relevância para que se fomente nos jovens um conhecimento mais profundo acerca do que é a matemática e da sua utilidade no dia a dia. As tarefas apresentadas foram desenvolvidas em contexto de estágio, no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.° Ciclo do Ensino Básico,...

  8. A invenção da internet e a ficção científica.

    Mendes, Armando B.
    "Na edição do passado mês de Agosto da prestigiada revista Wired, o seu fundador e actual chefe de redacção, Kevin Kelly, previa que daqui a três milénios o desenvolvimento da Internet será considerado um dos momentos-chave da história da Humanidade, à semelhança do aparecimento das grandes religiões! Exagero? Ninguém sabe. No ano da comemoração do 10º aniversário do fim da participação do governo dos Estados Unidos, através da National Science Foundation, na administração dos nomes no domínio de nível .org e da entrada da Netscape para o Nasdaq, é interessante recordar algumas ideias que estão relacionadas com a invenção da...

  9. A matemática no apoio a decisões complexas: o caso da localização de lojas de retalho.

    Mendes, Armando B.
    "[…].A definição do problema que realmente se quer resolver é um passo fundamental, sendo por vezes necessário lidar com todas as incongruências e subjectividade inerentes ao ser humano, o que é ainda mais delicado quando existem vários actores e decisores envolvidos. Entre as técnicas desenvolvidas para a estruturação de problemas contam-se o brainstorming, os mapas conceptuais e os diagramas de influência. Na fase seguinte formulasse o problema em linguagem matemática, utilizando conceitos da engenharia de sistemas como as variáveis decisionais (usadas para representar o objecto ou conceito sobre o qual se pretende decidir), variáveis de sistema e variáveis auxiliares, as...

  10. Business intelligence no suporte a decisões sobre comunicações: descrição de um caso.

    Mendes, Armando B.; Alfaro, Paulo J.; Ferreira, Aires
    O projecto descrito tem o objectivo de apoiar decisões de investimento em infraestruturas de comunicação na Electricidade Dos Açores (EDA), a empresa responsável pela geração, transporte e venda de corrente eléctrica na Região Autónoma dos Açores. A decisão imediata a apoiar consistia em saber se as comunicações entre ilhas deveriam passar para tecnologias Voice over IP (VoIP), um serviço actualmente contratado em regime de outsourcing. Foi estabelecido um projecto de business intelligence, usando tecnologias OLAP do Microsoft SQL Server, para ler e pré-processar os ficheiros CSV de grande dimensão, combinar esses dados com bases de dados existentes e apresentar os...

  11. Modelação da elasticidade de quotas de mercado para produtos de grande consumo.

    Mendes, Armando B.; Themido, Isabel H.
    Neste artigo são descritos os modelos causais de quota de mercado mais comuns na literatura da especialidade - modelos clássicos e modelos de atracção - bem como as expressões de relativização das variáveis de marketing a utilizar com um e outro tipo de modelos. Deduzem-se depois as expressões para as elasticidades directas e cruzadas para cada combinação de modelo e expressão de relativização e analisa-se a robustez e consistência dos vários modelos propostos; concluindo-se que, para além dos modelos de atracção, também alguns modelos clássicos conduzem a elasticidades robustas. Finalmente, apresenta-se um exemplo real de aplicação constituído por uma série...

  12. Integração de conhecimento de especialistas na tipificação de lojas de retalho

    Mendes, Armando B.; Cardoso, Margarida G.M.S.
    Neste artigo apresentam-se os resultados obtidos na tipificação de lojas de retalho alimentar de pequena dimensão. O objectivo da tipificação prende-se não só com a realização futura de acções de marketing mas também com a previsão de vendas por métodos de analogia. Ainda que se tenha recolhido muita informação resultante de inquéritos a clientes, bases de dados sobre concorrência, demografia do INE e por observação directa das lojas e localizações, o reduzido número de lojas existentes dificulta a avaliação interna das tipificações obtidas. Assim, sugerem-se e aplicam-se diferentes técnicas de validação interna e externa para construção dos agrupamentos de lojas...

  13. Emergência da comunicação matemática no Jardim de Infância : potencialidades didáticas para a descoberta da matemática

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Cascalho, José Manuel; Belém, Vanda Patrícia de Oliveira
    A partir do ato de comunicar em linguagem matemática, pretende-se que as crianças adquiram as capacidades de interpretar, representar e expressar o seu pensamento matemático. O desenvolvimento da comunicação é fundamental para o processo de ensino-aprendizagem da matemática desde os primeiros anos. Este papel de maior destaque da matemática nos primeiros anos vem ao encontro das preocupações expressas por diferentes organismos, nacionais e internacionais, entre os quais o National Council of Teachers of Mathematics (NCTM), que alerta para o facto de «durante os primeiros anos de vida ocorrer um desenvolvimento matemático muito importante nas crianças. Quer fiquem em casa, com...

  14. O jogo e o desenvolvimento do raciocínio lógico-matemático: explorações no jardim-de-infância

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Cascalho, José Manuel; Nogueira, Raquel Pereira
    Quando falamos de jogos pensamos no seu carácter lúdico e divertido. De facto, as crianças facilmente se sentem atraídas pelo jogo, que constitui um importante factor de motivação. Os processos matemáticos envolvidos nos jogos promovem a comunicação aliada à tomada de decisões, ao planeamento e à definição de estratégias. No contexto do desenvolvimento do raciocínio lógico-matemático, os jogos são parceiros fundamentais desde os primeiros anos de vida, devendo-se implementá-los desde cedo no pré-escolar. É importante que os jogos sejam adaptados para as diferentes idades das crianças, desenvolvendo assim as diferentes vertentes do raciocínio lógico-matemático, como seja, a seriação, a classificação,...

  15. Jogos ecológicos : uma experiência de matemática recreativa com alunos de Educação Básica

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
    Desde os primórdios da Humanidade, o jogo tem revelado grande interesse e fascínio pelas suas potencialidades lúdicas e pedagógicas. Actualmente, é grande o consenso sobre as virtudes da prática de alguns jogos. Por este motivo, o jogo é um recurso de aprendizagem cada vez mais utilizado na aula de Matemática, em clubes de Matemática e em outras actividades extracurriculares da área. Neste contexto, tem sido desenvolvida uma série de actividades na unidade curricular Aplicações da Matemática, leccionada ao curso de licenciatura em Educação Básica, da responsabilidade do Departamento de Ciências da Educação da Universidade dos Açores. Neste artigo, apresentam-se algumas...

  16. Dando asas à criatividade com a TI-Nspire

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
    O aparecimento da tecnologia TI-Nspire veio alargar significativamente o leque de tarefas que podem ser propostas aos alunos e que permitem exemplificar não só a conexão entre as diferentes formas de representação dos conceitos (numérica, geométrica e algébrica), como também a conexão entre a Matemática e a realidade que nos rodeia. Se o uso da calculadora nos primeiros anos do Ensino Básico é controverso e carece de consenso por parte da comunidade educativa, o mesmo não se passa quando centramos a nossa atenção no 3º Ciclo do Ensino Básico e, em particular, no Ensino Secundário. A calculadora gráfica pode, de...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.