Mostrando recursos 1 - 9 de 9

  1. A corrupção e a responsabilidade social empresarial

    Burgoa, Elena
    Actualmente ninguém dúvida da importância do Global Compact, lançado pelas Nações Unidas para a solução dos vários desafios e ameaças globais, através da aceitação e da implementação de um conjunto de princípios básicos (Ten Principles) sobre Meio Ambiente, Direitos Humanos e do Trabalho, e corrupção. Reconhece-se, em forma de consenso universal, o valor dos 10 princípios do Pacto Global porque eles vêm da: Declaração Universal dos Direitos do Homem, Declaração de Princípios da Organização Internacional do Trabalho, em matéria de direitos fundamentais no trabalho, Declaração do Rio sobre Meio Ambiente e Desenvolvimento e da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção. Neste cenário, cumpre, assim, destacar o...

  2. Responsabilidade social das organizações numa época de downsizing : responsabilidade social no apoio ao emprego

    Oliveira, José António; Chaves, Sónia Emília
    Actualmente, às organizações e nas organizações exigem-se e valorizam-se, interna e externamente, práticas efectivas de responsabilidade social. Esta perspectiva, mais consentânea com a complexidade organizacional hodierna, fundamenta-se em académicos como Keith Davis, defensor intransigente de organizações responsáveis para com os clientes internos e externos, numa perspectiva de interacção constante com a sociedade, numa lógica que ultrapassa, em muito, a mera dimensão economicista. Acresce que, actualmente, a questão da responsabilidade social não é exclusiva das empresas; outro tipo de organizações, dos mais variados sectores, estão “obrigadas” a assumirem uma intervenção social que não se resume e esgota à actividade económica. O bem social, colectivo e comum deve ser, nesta...

  3. Práticas de assédio moral em empresas portuguesas

    Andrade, Nuno Queiroz de; Baptista, Telmo Mourinho
    Neste artigo são apresentados os resultados de uma investigação que visa identificar (1) os comportamentos hostis que caracterizam as práticas de assédio moral no trabalho em empresas portuguesas e (2) as estratégias de coping usadas pelas vítimas para lidarem com as agressões que lhes são dirigidas. O assédio moral no trabalho define-se como o conjunto de comportamentos hostis dirigidos, sistematicamente, contra um ou mais indivíduos causando um efeito de humilhação, intimidação e angústia. As vítimas têm dificuldade em defender-se, o seu desempenho profissional diminui e o seu emprego é posto em causa. Realizou-se um estudo exploratório qualitativo com recurso à metodologia das entrevistas narrativas, tendo sido entrevistados...

  4. International framework agreements e responsabilidade social das empresas

    Lambelho, Ana
    Os international framework agreements são também conhecidos como Acordos Marco Internacionais e Acordos Globais. Trata-se de um instrumento de cariz negocial, versando essencialmente sobre a regulação das relações laborais, celebrado entre empresas (normalmente multinacionais) e estruturas sindicais internacionais ou entre estas e estruturas de representação dos empregadores de âmbito internacional1. Pretendem estabelecer padrões mínimos de protecção dos trabalhadores, reafirmar os direitos fundamentais no trabalho ou tornar efectivos os direitos reconhecidos em várias convenções da Organização Internacional do Trabalho, através da assunção, por parte das empresas envolvidas, do compromisso de os respeitar e promover não só ao nível interno, mas também ao nível da sua actuação no exterior, nomeadamente, nas...

  5. Responsabilidade social corporativa de entidades desportivas : estudo das práticas e ações sociais no mercado brasileiro e espanhol

    Luz, André de Paula Rêgo Graciano; Moreno, Valentín Molina; Campestrini, Geraldo Ricardo Hruschka; Boer, André Dias de Almeida
    A Responsabilidade Social Corporativa (RSC) vem suscitando um considerável interesse na gestão empresarial, mas raras vezes foi avaliada e analisada na investigação de campo da gestão desportiva. Presente o verdadeiro papel social que faz a gestão de RSC dos clubes de futebol, a investigação será composta da observação e análise de alguns pontos-chave: 1. Conhecer a realidade pragmática da gestão da responsabilidade social corporativa no Desporto e no futebol em específico; 2. Observação das práticas de gestão de RSC nos clubes junto à comunidade, usadas para promover a imagem institucional e compará-las; 3. Analisar os modelos de RSC dos clubes Brasileiros e Espanhóis, bem como citar outros casos de sucesso. A...

  6. A informação financeira, a profissão de TOC e as boas práticas em contabilidade

    Fernandes, Ezequiel
    Introdução; I. A sociedade global; II. A informação financeira; III. O tratamento da informação financeira; IV.O perfil do profissional contabilista; V. As boas práticas em contabilidade; Conclusões.

  7. A função social da empresa e a competitividade empresarial no Direito brasileiro

    Scandolara, Rafael Pellenz
    A promulgação da atual Constituição Federal instituiu o Estado Social e Democrático de Direito no Brasil. A nova concepção de Estado determinou que todos os institutos jurídicos fossem reavaliados de acordo com sua função social, o que foi ratificado pelo Código Civil vigente. Primeiramente, o enfoque da doutrina e da jurisprudência foi direcionado aos aspectos sociais referentes ao direito de propriedade e aos contratos. Seguindo essa tendência, desenvolveu-se o princípio da função social da empresa, determinando a necessidade de equilibrar a nova ordem econômico-social às ideias do liberalismo clássico. Por um lado, os bens e serviços devem ser úteis à sociedade, contribuindo para a geração de empregos...

  8. A Bolsa de Valores Sociais enquanto agente de renovação da economia social

    Meira, Deolinda Aparício
    Este artigo visa contribuir para o conhecimento da Bolsa de Valores Sociais (BVS), recentemente criada em Portugal, cuja finalidade foi, primacialmente, a de permitir a obtenção de meios de financiamento às entidades da Economia Social que se dediquem a projectos nas áreas da educação e do empreendedorismo. Reflectir-se-á sobre a qualificação jurídica dos vários tipos de entidades cotadas na BVS, sobre o conceito de investidor social e a protecção de que este beneficia, com as consequentes exigências em matéria de transparência e de governação que recaem sobre aquelas entidades. A temática proposta será percorrida destacando as virtudes e potencialidades da BVS, tocando num ou noutro tópico adjacente...

  9. II Congresso Internacional de Ciências Jurídico-Empresariais : actas

    Lambelho, Ana; Mendes, Jorge Barros; Gonçalves, Luísa Andias
    O II CICJE decorreu na Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Leiria nos dias 25 e 26 de novembro de 2010 e foi subordinado ao tema Responsabilidade Social das Empresas. As Atas que agora se publicam resultam das preleções dos oradores que copuseram os vários painéis, tanto das sessões plenárias como das simultâneas.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.