Mostrando recursos 1 - 6 de 6

  1. Cooperação em saúde e saúde global : a atuação da OMS e a saúde na América Latina

    Berdún, Marjorie da Nóbrega Stadñik
    O fim dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, no ano de 2015, e lançamento dos Objetivos Sustentáveis do Milênio ressaltam a importância da discussão sobre o papel das organizações internacionais no estabelecimento de metas específicas para o desenvolvimento do bem-estar social das populações. A crescente noção de que a saúde é um fator fundamental para o desenvolvimento socioeconômico dos países se mostrou na ampla presença da área nas metas e nos indicadores dos ODM, implementados pela OMS e seus braços regionais. Ao longo dos seus quinze anos de vigência, buscou-se identificar quais seriam os maiores desafios para a melhoria na...

  2. A revolução cubana e os cinemas novos na América Latina dos anos 1960 : os casos de Argentina, Brasil e Chile

    Tissot, Guilherme Ricardo
    Este trabalho foi elaborado considerando o conceito de “jogos de dois níveis” de Robert Putnam, enfatizando-se os condicionantes internos e externos na análise da política externa dos estudos de caso: Argentina, Brasil e Chile, os quais desenvolveram cinemas políticos e sociológicos de contestação ao capitalismo, ao imperialismo estadunidense e europeu e às ditaduras militares que se instalaram no Cone Sul nas décadas de 1960 e 1970. As principais fontes utilizadas ao longo da pesquisa referem-se a trabalhos acadêmicos das áreas de Relações Internacionais, Cinema, Sociologia e Economia, além de se ter utilizado os próprios filmes e os manifestos dos cineastas...

  3. A construção da perspectiva de gênero no Mercosul : o Brasil na reunião especializada da mulher

    Schnor, Marina Costa
    Este trabalho tem como objetivo analisar o processo de construção da perspectiva de gênero no Mercosul, notadamente, através da Reunião Especializada da Mulher. Busca situar esse debate no contexto internacional das Conferências das Nações Unidas para a Mulher; principalmente, e como marco, a Conferência de Pequim, realizada em 1995. Ademais, integra a questão do fortalecimento institucional do Mercosul e a incorporação da agenda de gênero a partir do ponto de vista da diplomacia brasileira, com análise dos posicionamentos do Brasil no eixo de sua política externa, e do Brasil na Reunião Especializada da Mulher. Busca, também, integrar à análise, a...

  4. O papel da propaganda na sociedade de massas estadunidense : da Primeira Guerra Mundial à década de 20

    Gehres, Isabel Wehle
    Este trabalho analisa o papel da propaganda na sociedade estadunidense no período imediatamente posterior à Primeira Guerra Mundial. O conceito de propaganda como conhecido atualmente surgiu com este conflito, pois, pela primeira vez, a propaganda foi utilizada com sucesso como ferramenta para unificar a vontade da nação no esforço de guerra. Esse processo pode ser visto mais claramente nos Estados Unidos, país que se manteve oficialmente neutro até 1917. O período da neutralidade correspondeu a uma grande divisão da opinião pública da nação em relação à guerra, o que levou ao amplo uso da propaganda, de forma a moldar esta...

  5. O programa espacial da Índia : evolução histórica e implicações estratégicas

    Sarti, Josiane Simão
    A pergunta de pesquisa desta monografia é: por que o Programa Espacial da Índia importa para a distribuição de poder do sistema internacional? A hipótese de trabalho é de que o estágio atual de desenvolvimento das capacidades espaciais indianas indica que o país está próximo de obter o comando do espaço. Para verificar a hipótese de trabalho, parte-se de duas premissas: a) o comando do espaço é um dos elementos que caracterizam uma grande potência no Sistema Internacional; e b) A Índia possui capacidades militares convencionais e nucleares que a aproximam do status de grande potência. Na introdução, conceitua-se o...

  6. Democracia participativa e a esquerda latino-americana : as experiências Venezuelana (1998-2013) e brasileira (2003-2010)

    Steffen, Mariana Willmersdorf
    The purpose of this study is to analyze whether there are differences between participatory policies implemented by leftist governments in Latin America. The main hypothesis is that there is a difference, in the sense that governments that follow a contestatory line execute deeper participatory reforms, while governments identified as moderate left will implement measures aiming at participatory management, infrastructure constitutional character. To achieve this purpose, we contextualise the democratic participatory project held by Latin American left, analyzing the ideas, actors and forces involved. Then we conduct two case studies of participatory policies held by left-wing governments from both lines: Hugo...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.